Internet grátis

5comentários

FOTOS PAULO CARUÁ (66)

O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) apresentou o projeto de lei 148/2013 que autoriza a Prefeitura de São Luís a disponibilizar internet grátis nos Terminais da Integração da capital. De acordo com o projeto, o sinal de internet disponível será na modalidade sem fio, para utilização por meio de aparelhos eletrônicos móveis. O acesso será amplo, com restrição apenas para sites pornográficos de qualquer gênero.

Pedro Lucas Fernandes sugere que o poder público faça parcerias com a iniciativa privada para a instituição do serviço, em troca, as empresas usariam as instalações físicas dos terminais para publicidade e comercialização de produtos e serviços. “Nos dias atuais, em que se vive a era da informática, é notória a importância da rede mundial de computadores, a Internet, tem em todos os aspectos de nossa sociedade, tais como sociais, educacionais, financeiros e outros”, justificou.

O petebista lembrou que a autorização do oferecimento gratuito de Internet, por parte das prefeituras municipais, tem respaldo inclusive em ato da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o de número 68.198, de 27 de julho de 2007.

“O projeto também está em acordo com as mais atuais e modernas normas e diretrizes da Administração Pública, ao contemplar a possibilidade do poder público municipal de firmar parceria com instituições privadas, aprimorando o instrumento das PPPs (Parceria Público-Privadas)”, disse.

Segundo estudo do IBGE divulgado em março passado, quase metade da população brasileira com 10 anos de idade ou mais acessava a internet em 2011. Apesar de ser um índice baixo, é mais do que o dobro do percentual registrado em 2005, quando aproximadamente 21% da população havia acessado a internet nos últimos três meses. Agora, são 46,5%.

O Distrito Federal (DF) é a unidade da Federação com o maior percentual de internautas, com 71,1% da população conectada à internet. Depois do DF, vem São Paulo, com 59,5%, e o Rio de Janeiro, com 54,5%. Entre 2005 e 2011, em números absolutos, houve aumento de 100,1%, 116,6% e 121,2% nessas unidades federativas, respectivamente.

Os Estados com os menores percentuais de internautas em 2011 eram o Maranhão (24,1%), o Piauí (24,2%) e o Pará (30,7%). Esses percentuais representaram, em números absolutos, um crescimento de 244,9%, 151,1% e 242,7% desde 2005.

Foto: Paulo Caruá

5 comentários para "Internet grátis"


  1. Maise Mendes

    Acesso a internet a todos e agua para poucos, ninguém olha a situação do cohatrac II e IV que está sem a agua a um mês e nenhuma autoridade se pronunica a favor da comunidade. Cadê o vereador Pereirinha?

  2. marcos boliviano

    pelo menos esse quer fazer algo e os outros heim o que ja fizeram para a populaçao não conheço um vereador de são luis sabe pq.. PQ não fazem nada so recebem seu dinheiro e mais nada pelo menos esse quer fazer algo…

  3. ZÉ LIMEIRA

    CARA ENGOMADA MANDA O PREFEITO AJEITAR PRIMEIRO OS BANHEIROS DOS TERMINAIS DA INTEGRAÇÃO. CARO JOVEM APRENDA O SEGUINTE: NADA HÁ GRÁTIS NESSE MUNDO. ALGUÉM TEM QUE PAGAR. ATÉ AQUI, ZÉ LIMEIRA.

  4. Pedro

    Os terminais estão sucateados e a população não tem nem parada de ônibus para se abrigar do sol e da chuva e vai oferecer internet grátis!? É um paradoxo muito grande, coisa de quem quer mídia e não tem o pé no chão.

  5. Luiz Junior

    É nisso que dá votar em um garoto como esse, criado só no iogurte! Internet grátis?! Tem tanta coisa com maior prioridade, e o cara me vem com essa… Esses são os nossos vereadores… A personificação da mais pura e refinada incompetência!

deixe seu comentário