Juntos por São Luís

5comentários

reuniao

Com o objetivo de discutir parceria na área de mobilidade urbana, os secretários de Estado de Infraestrutura, Luís Fernando Silva; de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Hildo Rocha; e o chefe da Casa Civil, João Abreu, se reuniram, na noite desta quarta-feira (10), com o secretário de Governo da Prefeitura de São Luís, Rodrigo Marques, e o assessor especial da Prefeitura, Carlos Rogério Araújo. No encontro, realizado no prédio da Sinfra, o Governo do Estado apresentou projeto para melhorar a vida da população de São Luís, além de ações também nos municípios de Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar.

O chefe da Casa Civil João Abreu destacou que o encontro é o início de uma série de reuniões que ocorrerão daqui para frente entre Governo do Estado e Prefeitura. “Tudo isso visa ao bem comum. Esta é uma parceria profícua, certamente, e a população será a maior beneficiada”, observou.

Na ocasião, o secretário Luís Fernando Silva detalhou aos representantes do Município uma série de propostas de mobilidade urbana que se somarão às que o Governo do Estado já iniciou, a exemplo da Via Expressa, da Avenida VI Centenário e da duplicação da Estrada do Araçagi (em processo de licitação), para citar algumas. Luis Fernando Silva falou, ainda, sobre os projetos de requalificação do trecho já duplicado do Araçagi até o Quartel da PM, que beneficiará a Avenida dos Holandeses, com mais uma pista de cada lado.

“Além disso, propusemos algumas interferências como o alargamento de avenidas na Cidade Operária, Jardim América, Cidade Olímpica, Estrada da Mata e Avenida Tancredo Neves, também na Cidade Operária”, disse o secretário, citando também a proposta de duplicação das rodovias MA-201 e MA-204.

O secretário apresentou, ainda, um projeto ousado de implantação de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que partirá da área Itaqui-Bacanca até o Centro Histórico, e de lá até a região dos Cohatracs, seguindo pelo Maiobão e passando pela Cidade Operária e Cidade Olímpica, até o Maracanã e Pedrinhas. “Uma proposta com vistas a desafogar o trânsito na Ilha de São Luís. Trata-se de uma ação que beneficiará toda a população da Grande Ilha”.

O secretário acrescentou que o Estado já investe R$ 1,300 bilhão em recursos próprios, obtidos de financiamento e também em parceria com os Ministérios das Cidades e Turismo, para a melhoria da mobilidade urbana. Também no encontro, Luis Fernando Silva relatou que, no período da tarde, já havia se reunido com representantes dos municípios de São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, para apresentar, em conjunto com Hildo Rocha, propostas de ações para a área metropolitana da Ilha de São Luís.

O secretário de Governo Rodrigo Marques enfatizou que o Município está aberto ao trabalho em parceria com o Governo. “A Prefeitura de São Luís já tem parcerias com o Governo Federal, como para a instalação do VLT, que está em trâmite. Agora, trabalha também nesta frente com o Governo do Estado”, declarou.

Avaliação

Na avaliação de Luis Fernando Silva, o primeiro encontro foi bastante positivo. “A conversa foi muito proveitosa, pois há muitos pontos de convergência. Amanhã (quinta, 11), haverá reunião entre as equipes técnicas, para eliminar superposições, e depois, haverá outra reunião mais operacional, mais conclusiva, a fim de que possamos formatar um documento do Governo do Estado em parceria com os quatro municípios para encaminhamento à presidente Dilma (Rousseff)”, assinalou.

O secretário Rodrigo Marques também deixou o encontro com a mesma impressão. “A reunião foi bastante produtiva e nosso objetivo é unir forças e desenvolver um pacto por São Luís. Estamos trabalhando em três frentes: Prefeitura e Governo Federal, Prefeitura e Governo do Estado com o Governo Federal e agora Prefeitura e Governo do Estado”, declarou Marques, acrescentando: “Mobilidade urbana, vale lembrar, é o ponto de partida, mas outros assuntos, como educação, saúde e segurança serão tratados em outros momentos com o Governo do Estado. O importante é que iniciamos esse diálogo”.

Foto: De Jesus

5 comentários para "Juntos por São Luís"


  1. GONTRAN

    Esse deve ser sempre a atitude dos homens públicos que tem compromisso com a coisa publica. Nao importa a cor do partido nem o lado em que eles atuam politicamente. O que importa e o interesse do POVO. Espero que passem do papo decente para a pratica de projetos de interesse de todos os maranhenses que vivem em Sao Luis. Parabéns ao Prefeito e a Governadora.

    • Zeca Soares

      Perfeito, Gontran. Não é facor de nenhum dos dois gestores, mas OBRIGAÇÃO.

  2. pedro

    Zeca, chega em boa hora esta notícia, mas continua enfático a declarar que as duas piores vias de São Luís que precisam de alargamento urgente, mesmo com possíveis desapropriações e indenizações, são:
    a)A Avenidas São Luís rei de franca, que infelizmente não suporta tanto carros, principalmente no seu pior ponto, junto ao Posto Natureza Shell, simplesmente para tudo, são apenas duas vias para interligar todo o turu ao bairros que ela corta. Um detalhe é que não há como acessar os bairros do cohatrac e cidade operaria por trás, sendo obrigatório a ida até o retorno da cohab.
    b) a Avenida Jerônimo de Albuquerque, em dois pontos críticos, o primeiro no sinal antes do Macro até a entrada do Bequimão e o segundo e mais difícil de todos, na frente do São Domingos, por causa daquele sinal na frente do hospital, pois no momento da conversão do viaduto, que tem 4 faixas, sendo duas subterrâneas e duas da direitas, tudo fica parado e espremido para apenas duas faixas, ate o bendito sinal. A solução seria o alargamento nestes pontos críticos e a construção da passarela para a escola de cegos que utilizam tal sinal. Basta ver em algumas horas do fim de semana quando o sinal não está funcionando as coisas melhoram bastante. Volto a dizer é muito mais barato indenizar proprietários e alargar avenidas, como em Brasília, do que quando nada puder ser feito tentar se fazer metrô (obra de um valor inestimável). Senhores políticos façam alguma coisa e serão sempre lembrados.

  3. fernando 81

    Vendo assim no papel dá até para sonhar e chorar de emoção…
    Mas na realidade todos sabemos que isso tudo tá no papel faz muito tempo e dificilmente sairá de lá enquanto for tudo discurso demagogo…

    Se eles viessem a público para dizer que irão concluir a VIA EXPRESSA e a 4º CENTENÁRIO urgentemente, que o Prefeito começaria ainda este mês o viaduto da forquilha e a implantação do bilhete único…aí sim daria para acreditar…

    MAS INFELIZMENTE TUDO ISSO É SÓ MAIS UMA FOTO PARA APARECER NO JORNAL!!!!

  4. ELDER

    E NA ROTATÓRIA DA FORQUILHA COM A ESTRADA DE RIBAMAR QUE ESTÁ UM INFERNO, E NA ROTATÓRIA DO MIX MATEUS DA GUAJAJARAS, NÃO VAI TER PROJETO?

deixe seu comentário