Ciência e saúde

0comentário

cordao

Representantes da Fundação Ary Frauzino para Pesquisa e Controle do Câncer, de São Paulo, estiveram reunidos nesta terça-feira (30), na Secretaria de Estado de Saúde (SES), com o subsecretário José Márcio Leite e técnicos da rede estadual de saúde para tratar do projeto de construção do Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (BSCUP) no Maranhão. O projeto é financiado pelo BNDES – Fundo Social (recursos não-reembolsáveis) e prevê a construção até 2015 dos bancos de sangue em Manaus, São Luis, Campo Grande e Salvador.

Os gestores do projeto, Thiago Kaufmann e Marson Rebuzzi, mostraram aos técnicos da SES que a intenção é expandir o estoque de material genético (células-tronco hematopoéticas) visando aumentar as possibilidades de realização de transplante de medula óssea para aqueles pacientes que não dispõem de um doador aparentado.

“As células precursoras dos glóbulos sanguíneos dão origem a diversas células do sangue que são utilizadas no transplante de medula óssea em pacientes para os quais este uso é indicado. Com a expansão da Rede BrasilCord, as possibilidades de encontrar doadores são significativamente maiores”, explicou Thiago Kaufmann.

Presentes ao encontro, os diretores da Supervisão de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar), Dario Nicolau e Luciana Tomich; o secretário adjunto de Vigilância em Saúde, Alberto Carneiro; e a diretora clínica da Maternidade Marly Sarney, Socorro Braide.

Thiago Kaufmann explicou que a coleta das células é de fácil obtenção e armazenamento; a disponibilidade é imediata, há menor restrição quanto á compatibilidade, baixa contaminação por agentes infecciosos e a captação é feita em populações selecionadas. “As mães são informadas da importância da doação e assinam um termo de doação das células do cordão umbilical”.

A Rede BrasilCord já conta com 12 bancos de sangue de cordão umbilical implantados no Pará, Ceará, Pernambuco, Goiás, quatro em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“A concepção e coordenação técnica são do Ministério da Saúde e do INCA, com financiamento do BNDES e gestão do projeto da Fundação do Câncer. As unidades de implantação e operação dos Bancos são dos Hemocentros e Universidades e a parceria envolve as secretarias estaduais de Saúde, Meio Ambiente e Vigilância Sanitária Estadual”, explicou Marson Rebuzzi.

sem comentário »

Tabu não preocupa

4comentários

pimentinha

O tabu faz parte, mas o fato de nunca ter vencido o Santa Cruz não preocupa o Sampaio.

“A vitória será vital para o Sampaio continuar na liderança. O time não vence a dois jogos e precisa vencer para continuar nas primeiras posições”, garante o técnico Flávio Araújo.

É isso aí. O tabu faz parte das estatísticas e quem sabe será quebrado no próximo sábado, às 16h, no Castelão com o retorno do atacante Pimentinha que está recuperado da contusão.

Jogos entre Sampaio e Santa Cruz:

Santa Cruz 2 x 0 Sampaio (1º de setembro 1976)
Sampaio 1 x 1 Santa Cruz (22 de janeiro de 1981)
Sampaio 1 x 2 Santa (30 de outubro 1999)
Sampaio 0 x 0 Santa Cruz (23 de agosto 2002)

Foto: De Jesus

4 comentários »

Modernização das Juntas

0comentário

suelinefernandes

Na última terça-feira (30), a presidente da Junta Comercial do Estado do Maranhão, Sueline Moraes Fernandes, esteve em Brasília participando de reunião com o ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif, e o diretor do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (DREI), Vinícius Baudouin Mazza. O encontro foi destinado a todos os presidentes de Juntas Comerciais do país e teve a finalidade de discutir os novos rumos do registro mercantil no Brasil.

Na oportunidade, o ministro chamou atenção para a necessidade de fortalecimento das Juntas através de uma ação conjunta de modernização. Afif falou também sobre alterações na Lei Complementar 123/06, que institui o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte.

O Registro Único, que determina a inscrição única para empresas, e o Sistema Único de Integração foram outros dois assuntos comentados pelo ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

Estas perspectivas citadas por Afif estão presentes no Master Plan, apresentado por Vinícius Baudouin, que expõe as novas propostas do DREI para as Juntas Comerciais. Este plano foi divido em três etapas, que incluem implantação do Via Única, Chancela Digital, Certidões Web, implantação do novo Sistema de Registro Mercantil, entre outros.

Na avaliação da presidente da JUCEMA, o encontro foi extremamente produtivo, mostrando o ambiente de integração entre os agentes de governo responsáveis pela legalização de empreendimentos. “Isto favorece o processo de desburocratização do registro mercantil, consolida os avanços já obtidos e aumenta a certeza de que, já em 2013, teremos resultados positivos”, reforçou Sueline.

sem comentário »

Memória política

7comentários

“São José de Ribamar já melhorou muito com Luis Fernando”, a declaração foi dada pelo então deputado federal Flávio Dino ao jornal Diário da Manhã no dia 19 de agosto de 2009.

Flávio Dino jamais imaginaria que cinco anos depois poderia vir a enfrentar nas urnas o ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís fernando Silva numa eventual disputa ao governo do Maranhão.

Uma coisa é certa, Flávio Dino apenas falou a verdade e fez um justo e merecido reconhecimento.

Vale o registro agora…

materiajornal

7 comentários »

Protesto de pescadores

3comentários

pescadores
Cerca de 300 pescadores ligados ao Sindicato dos Pescadores ocupam desde as primeiras horas da manhã, o prédio onde funciona a superintendência da Pesca. Os pescadores reivindicam entre outras coisas, a saída do superintendente Júnior Verde, irmão do deputado federal Cléber Verde.

O deputado federal Cleber Verde é quem controla o setor da pesca do estado. Além do irmão, Júnior Verde, que os pescadores pedem sua saída da superintendência , o parlamentar também controla a recém –criada Secretaria da Pesca, que te como secretário o advogado Francklin Douglas.

Foi exatamente dos sindicatos de pescadores espalhados pelo Maranhão que Cléber Verde garantiu sua reeleição. Mas pelo jeito, Verde parece não contar mais tanto com a votação da categoria.

Agora ele ataca os prefeitos do famigerado Comefec, um consórcio formado por 23 municípios para pressionar a companhia Vale por compensações. Cléber Verde não perde um encontro do Consórcio.

Blog do Marcelo Vieira

3 comentários »

Clubes agonizam…

24comentários

sergiofrota

Os três grandes times de futebol de São Luís atravessam momentos importantes da sua história, mas diante das dificuldades financeiras podem até não ir tão longe devido à falta de apoio.

O Sampaio, por exemplo, desde o ano passado disputa o Campeonato Brasileiro e embora tenha conquistado a Série D não contou com qualquer apoio financeiro do poder público e muito menos da iniciativa privada.

Agora, o Sampaio carrega a missão de levar o futebol maranhense à Série B. Mas não tem sido fácil. Sem apoio, a caminhada Tricolor pode se complicar mais adiante, pois é necessário ter um elenco forte e grande.

O presidente Sérgio Frota tem dito que o maior patrocinador do Sampaio é a sua torcida e tem feito sucessivos pedidos para que ele apoio o time indo ao Castelão.

O MAC agoniza na Série D. Sem ter condição financeira de fazer grandes investimentos e montar um grande time, o MAC cumpre campanha ruim na competição. Ainda tem chances matemáticas de classificação, mas nem assim tem qualquer condição de reforçar o time neste restante de primeira fase.

robertofernandes
O outro grande da Capital, o Moto está em situação ainda pior. Rebaixado para a segunda divisão maranhense, o time vai estrear no domingo nesta competição. O presidente Roberto Fernandes também não conseguiu apoio da iniciativa privada e do poder público e por isso tem feito apelos constantes ao torcedor. Fernandes aceitou o desafio e assumiu o clube numa tentativa de dar a sua contribuição ao futebol para que seguisse um caminho novo.

De fato, a iniciativa privada não tem demonstrado qualquer interesse em ajudar Sampaio, Maranhão e Moto.  A única ajuda até aqui é o Viva Nota programa do governo do Estado. Mas os clubes gostariam de ter uma ajuda ainda maior, a exemplo do que é feito em outros Estados.

Por meio da Secretaria de Comunicação, os clubes procuraram a Prefeitura de São Luís. Não tiveram nenhuma resposta. Entendem que o futebol não é a prioridade maior diante dos problemas da cidade, mas também é preciso vê-lo de outra forma. Vê-lo como oportunidade de empregos para muita gente, por exemplo. Sem falar na divulgação lá fora de São Luís e do Maranhão.

Algumas tentativas junto a políticos tem sido feitas, mas até aqui sem sucesso.

O certo é que, sem apoio nenhum, Sampaio, Maranhão e Moto que são três paixões do maranhense enfrentam grandes dificuldades e podem não alcançar seus objetivos maior.

24 comentários »

Sarney em São Paulo

10comentários

jose_sarney

O senador José Sarney (PMDB-AP) recebeu alta hoje às 7h30 da manhã do Hospital UDI, em São Luís. O senador viaja neste momento para São Paulo onde dará continuidade ao tratamento de processo infeccioso pulmonar. Sarney estava internado desde a madrugada de domingo (28).

10 comentários »