Maranhão é ouro

0comentário

handebol

Em 2012, eles bateram na trave e ficaram com a medalha de prata. Em 2013, nada impediu que os meninos do Maranhão conquistassem a medalha de ouro no handebol masculino nos Jogos Escolares da Juventude, etapa para jovens de 12 a 14 anos. Em uma final emocionante, a garotada da Escola São Francisco de Assis superou o Colégio Agostinho Stefanello (PR) por 21 a 18 e conquistaram o título do maior evento estudantil do país. O jogo foi realizado no Ginásio Maristella, na cidade de Natal (RN) neste sábado (14).

Ao chegarem à final, os atletas da Escola São Francisco de Assis já poderiam se considerar vencedores. Dos treinos às escuras em São Luís e da quadra de handebol desenhada na rua com giz, a garotada maranhense, que já chegou a treinar até com bolas furadas, estava pela segunda vez consecutiva na final do torneio nacional. Quis o destino que estes jovens atletas tivessem a oportunidade de se tornarem os melhores do país.

Diferentemente do que aconteceu em 2012, quando a Escola São Francisco de Assis foi prata na então Olimpíadas Escolares, os meninos pisaram na quadra do Ginásio Maristella dispostos a escreverem uma nova história e, desta vez, com um final dourado. Diante de um adversário difícil como o Colégio Agostinho Stefanello (PR), os meninos do Maranhão sofreram durante toda a partida, erraram em alguns momentos e se superaram quando foi preciso para soltar o grito de “é campeão”, preso há um ano na garganta.

O jogo começou bom para o Maranhão que chegou a abrir 6 a 3 nos primeiros minutos. Tudo caminhava bem, mas a garotada da Escola Francisco de Assis começou a errar ataques sucessivos. E o time paranaense aproveitou para terminar o primeiro tempo em vantagem: 13 a 10.

No intervalo, nada de cobranças pela desvantagem no placar. Houve apenas uma lembrança do técnico Felipe Albuquerque por tudo o que esses garotos passaram para chegarem à final dos Jogos Escolares da Juventude. E a lembrança dos treinos no escuro, em quadra feita com giz na rua e treinos com bolas furadas renovou o ânimo do time maranhense.

O segundo tempo da Escola São Francisco de Assis foi mais intenso. O time maranhense marcava melhor e era muito mais eficiente no ataque. A diferença paranaense caía a cada minuto. Melhor para a Escola São Francisco de Assis que igualou o marcador para logo em seguida passar a frente e não mais perder a medalha de ouro nos Jogos Escolares da Juventude: 21 a 18.

futsal
Futsal

A medalha de ouro no futsal masculino estava perto de ser conquistada pelo Maranhão. A equipe do Colégio O Bom Pastor foi derrotada nos pênaltis Colégio Diogo Feijó (AC) após empate por 2 a 2 no tempo normal.

Os meninos do Colégio O Bom Pastor chegaram à final invictos. Até a grande decisão, foram quatro vitórias em quatro jogos. Mas favoritismo não ganha jogo. Os colégios O Bom Pastor e Diogo Feijó (AC) fizeram uma partida equilibrada e emocionante do início ao fim.

O time acreano saiu na frente, mas a garotada do Maranhão logo buscou o empate. A igualdade persistiu até os últimos três minutos de jogo, quando o Colégio Diogo Feijó (AC) aproveitou vacilo do time maranhense para voltar a liderar o placar: 2 a 1.

Em desvantagem, ao Colégio O Bom Pastor só o empate interessava para levar a disputa aos pênaltis. E, faltando um minuto para o apito final, eis o tão esperado gol maranhense. A medalha de ouro seria decidida nos pênaltis.

Nas penalidades, o time acreano foi mais eficiente e derrotou o Colégio O Bom Pastor por 4 a 3 para conquistar a medalha de ouro do futsal masculino. À equipe maranhense restou a lamentação pela derrota que rendeu ao Colégio O Bom Pastor a medalha de prata. O bronze foi conquistado pelo Colégio La Salle A. Claras (DF).

Informações sobre a participação maranhense nos Jogos Escolares da Juventude Natal 2013 estão disponíveis no site da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel). O endereço é o www.esporteelazer.ma.gov.br.

Fotos: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Discurso agressivo

15comentários

flavio_dino-300x200

Por Gilberto Léda

O presidente da Embratur e pré-candidato ao Governo do Estado, Flávio Dino (PCdoB), mostrou destempero e despreparo para o debate político com seu adversário Luis Fernando Silva (PMDB) nas eleições 2014.

Como não dispõe de qualificação técnica ou experiência administrativa no Executivo, age apenas num discurso como candidato ao Palácio dos Leões desde 2010, agora resolveu baixar o nível das discussões e partir para ataques pessoais, que beiram a ignorância e que revelam o ódio e o rancor que ele guarda consigo.

Ontem, em seu discurso durante o Encontro do PSB realizado na Assembleia Legislativa, Flávio Dino se referiu a Luis Fernando como “suposto adversário” e o chamou literalmente de “ladrão”, um capítulo certamente lamentável e que não pode fazer parte de um debate democrático, que discute ideias e ideais no campo político. Dino fala em liberdade, defende o respeito ao próximo e diz fazer parte de um partido político que defende o companheirismo, defende o diálogo. Mas parece que tudo isso é apenas conceito, revestido por uma busca inscessante pelo poder.

Os adjetivos utilizados por Dino foram na verdade uma resposta Luis Fernando, que na semana passada afirmou que “mudança verdadeira é a que você olha e aprova”. Falava ele das obras entregues em uma das etapas do Governo Itinerante, ora criticado pelo comunista.

E da pior forma veio o contra-ponto do comunista que deseja governar o estado:

“O meu suposto adversário, eles de tanto conjugarem o verbo roubar e furtar, roubaram o Patrimônio Público, fazem isso diariamente, resolveram agora roubar o discurso alheio. Eles agora falam que vão mudar o Maranhão e nós sabemos, a nossa gente sabe, o povo sabe, que só tem um jeito de mudar o Maranhão. É botar essa gente de 50 anos para casa, mandar para outro destino, porque eles não servem mais para comandar o destino do Maranhão”, disse.

O duro discurso de Dino constrangeu até aliados. Apenas uma prova de que definitivamente não será por esse caminho que ele conseguirá chegar ao Palácio dos Leões.

15 comentários »

Pagamento anunciado

0comentário

allankardec

A Prefeitura de São Luís, através da Secretaria de Educação (Semed), garantiu, nesta sexta-feira (13), que na próxima semana iniciará o pagamento das escolas comunitárias que estão sem receber recursos desde o início do ano por problemas de documentação nos processos e por impedimento legal. A previsão é de que 37 escolas serão pagas no início da semana e mais 33 precisam agora de homologação para que também sejam pagas. Todas tiveram seus processos revisados e aprovados pelo Ministério Público.

As escolas comunitárias são mantidas mediante celebração de convênios pagos com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Segundo a Secretaria de Educação, havia uma série de exigências do Ministério da Educação que não estavam sendo cumpridos, o que poderia acarretar ações judiciais contra as escolas e o município.

O anúncio do pagamento tranquilizou os gestores da escolas comunitárias e a Secretaria de Educação. “Conseguimos finalmente concluir um lote grande de processos, a partir do diálogo com o Ministério Público e do empenho das escolas em providenciar toda a documentação, e assim iniciaremos o pagamento, já que todo o recurso está disponibilizado”, comemorou o secretário de Educação, Allan Kardec Duailibe.

sem comentário »

Conferência de Cultura

0comentário

cultura

A III Conferência Estadual de Cultura (III CEC), ocorrida no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, em São Luís, esta semana, alcançou pleno êxito com a participação de aproximadamente 600 delegados, entre representantes da sociedade civil e poder público.

Os delegados discutiram e elaboraram, em grupos, propostas, das quais 64 foram aprovadas em plenária geral. Os eixos envolvendo o Sistema Nacional de Cultura foram desdobrados em oito grupos de trabalhos dos quais participaram os representantes municipais.

As propostas serão levadas à Conferência Nacional de Cultura, de 24 a 26 de novembro, em Brasília, por 50 delegados estaduais, de diferentes regiões do Maranhão, eleitos para representarem o Maranhão. Anterior a Conferência Estadual foram organizadas 132 Conferências Municipais de Cultura, o que referendou a participação de representantes de 130 municípios na Conferência Estadual.

De acordo com o Comitê Organizador da III CEC, soma-se ainda a presença de 400 pessoas, entre observadores e convidados, totalizando mais de 1.000 participantes na Conferência Estadual. Diversas autoridades prestigiaram a solenidade de abertura, que contou com a presença do vice-governador Washington Luiz e o presidente da Assembléia Legislativa, Arnaldo Melo.

Instituições culturais expuseram produtos e serviços abrindo espaço para a troca de informações entre artistas e produtores culturais de todos as regiões do Maranhão.

O Conselho Estadual de Cultura do Maranhão (Consec-MA) teve  participação ativa na organização e o Comitê Executivo da cumpriu a metodologia regimental e todos os marcos legais, o que garantiu um processo transparente e legítimo.

Para a secretária de Estado de Cultura e presidente do Consec-MA, Olga Simão, o sucesso da conferência deveu-se ao envolvimento dos municípios, dos delegados, dos gestores culturais que compareceram ao encontro. “Foi uma demonstração de amadurecimento democrático e quem sai ganhando é a cultura maranhense e os maranhenses”.

“A Secretaria de Estado da Cultura e o Conselho Estadual de Cultura assumem, a partir desta conferência, o compromisso de reeditar o Plano Estadual de Cultura e consolidar o Sistema Estadual de Cultura, instrumentos de gestão que garante o fortalecimento e desenvolvimento da política cultural do Maranhão”, afirmou Olga Simão.

“A governadora Roseana Sarney tem dado todo apoio necessário para a Cultura do nosso estado. O Governo já realizou investimentos importantes, como a estruturação do Fundo Estadual de Cultura e a aplicação constante da Lei de Incentivo à Cultura. A realização desta Conferência é mais uma forma de garantirmos a melhor elaboração das diretrizes de políticas públicas estaduais na área da Cultura”, disse o deputado Robero Costa;

A 3ª CEC contou, também, com a participação da representante do Ministério da Cultura, Telma Olivieri, que proferiu a palestra magna, tema da conferência: “Uma Política de Estado Para a Cultura: Desafios do Sistema Nacional de Cultura”, além de inúmeros prefeitos, secretários de cultura, artistas e produtores culturais. Destaque para a presença da promotora Sandra Pontes, da Comarca de Pedreiras que participou como delegada.

Foto> Geraldo Furtado

sem comentário »

Aposta em Edgar

6comentários

flavioeedgar

Pelo menos de momento, o técnico do Sampaio, Flávio Araújo, parece mesmo está disposto a não contar mais com o atacante Pimetinha. O treinador já mostrou sua irritação com o atleta após sua ida para o Departamento Médico do clube e tem, agora, uma nova aposta.

A principal ficha de Araújo parece ser o atacante Edgar. Projetando as próximas partidas do clube, o treinador do Sampaio chegou a dizer que a camisa onze do Tricolor, que era de Pimetinha, está livre.

– A camisa onze está livre, só depende do Edgar. Estamos dando toda a confiança ao jogador. Ele está confirmado no ataque para o jogo contra o Luverdense. Vamos esperar que ele volte a ser o filho do vento – disse ao Globoesporte.

Sobre a equipe titular para enfrentar o Luverdense neste domingo, o técnico Flávio Araújo já confirmou dez dos onze jogadores. A dúvida está no ataque, entre Casagrande e Júnior Chicão. A equipe terá: Rodrigo Ramos; Toti, Mimica, Paulo Sérgio e Deca; Jonas, Arlindo Maracanã, Bruninho e Cleitinho; Edgar e Casagrande (Júnior Chicão).

O Time maranhense já está em Lucas do Rio Verde-MT. A partida entre Sampaio e Luverdense deste domingo no Estádio Passos da Ema. O confronto está marcado para às 19h (horário de Brasília).

Foto: Biaman Prado

6 comentários »

Diversidade musical

0comentário

rockinrio

Já faz um bom tempo que de rock o Rock in Rio tem mesmo é a marca, mas isto é o que menos importa neste país rico em diversidade musical. Alguns anos se passaram até o axé de Ivete Sangalo ganhar o seu espaço dentro do Festival e hoje passou a ser uma das apresentações mais esperadas.

A noite de ontem, reservou mais uma surpresa. Numa clara demonstração de garantir a sobrevivência de um dos maiores festivais de música do planeta, o Rock in Rio tirou dos cantinhos da Cidade do Rock a música eletrônica e trouxe para o palco principal o representante do ritmo. David Gueta, DJ francês enlouqueceu crianças, adolescentes, jovens, adultos, enfim e mostrou que a música eletrônica já tem espaço no Brasil. O resultado não poderia ter sido melhor. Os frutos serão colhidos nas próximas edições.

Ah, e teve funk também. Se não bastasse um show com uma proxução grandiosa, a americana Beyoncé dançou “lelek”, cantou em meio à plateia e ainda teve Ivete como tiete, além de um figurino mais do que sensual e um repertório completo com os hits Hola e Single ladies. E teve ainda a irresistível “I will always love you”, imirtalizada na voz de Whitney Houston.

E para quem gosta mesmo só de rock. A noite teve Tributo a Cazuza com momentos emocionantes como o encontro de Maria Gadú e Paulo Miklos (Titãs).

Foi a noite da diversidade musical…

sem comentário »

Abrindo caminhos

1comentário

luisfernando

O secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, representou a governadora Roseana Sarney, na manhã desta sexta-feira (13), em Passagem Franca, no ato que marcou a inauguração de trecho de 28 Km da  MA-034, ligando o município ao povoado Peixe, na BR-135. O investimento do Governo do Estado foi da ordem de R$ 2 milhões.

Na ocasião, Luis Fernando Silva assinou ordens de serviço para a recuperação das rodovias MA-333, de acesso a Jatobá, trecho 9 Km ligando o município à BR-315; e  MA-270, trecho de 72 Km de  Colinas a Sucupira do Norte, passando por Mirador. “Essa estrada do povoado Peixe tem grande importância não só para Passagem Franca, mas para toda a região. Ficamos alegres em possibilitar mudanças na vida da população, com trabalho que garanta a melhoria na qualidade de vida dos maranhenses”, explicou o secretário Luis Fernando.

passagemfranca

Presentes, o prefeito José Antonio Rodrigues da Silva, o Gordinho; o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo; o deputado estadual Rogério Cafeteira; o secretário adjunto de Assuntos Políticos, Júnior Marreca. Prefeitos de cidades vizinhas também foram prestigiar o ato. Entre eles, o de Buriti Bravo, Cid Costa; de Nova York, Airton Matos; de Lagoa do Mato, Mauro Porto; de Paraibano, Aparecida Furtado; de Mirador, Joacir José dos Santos; de Jatobá, Francisca Consuêlo da Silva; de Colinas, Antonio Carlos Oliveira; secretários e vereadores de Passagem Franca e de cidades vizinhas, além de lideranças políticas e rurais da região.

O presidente da Assembléia Legislativo, Arnaldo Melo, também destacou o trabalho conjunto. “Esse é um governo que mostra resultado com trabalho e ações que garantem a melhoria de vida do povo do Maranhão porque é um governo que tem conhecimento, capacidade administrativa e gerencial, realizando pleitos dos prefeitos e da população”, assinalou.

1 comentário »