Molecagem

15comentários

marcoscaldasO deputado Marcos Caldas (PRP) denunciou na sessão desta segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa, a venda indiscriminada de ingressos para o primeiro jogo da final da série C do Brasileirão, entre Sampaio e Santa Cruz, realizado domingo (24) no Estádio Castelão. Segundo o relato do parlamentar, ao chegar ao estádio com sua família, todos com ingressos que davam acesso às cadeiras cobertas, foram obrigados a assistir ao jogo em pé. Todas as cadeiras estavam ocupadas e muita gente teve que assistir ao jogo em pé.

Caldas classificou o episódio de “molecagem” e disse que vai pedir ao Ministério Público e ao Procon que tomem providências e encontrem  os responsáveis por tamanha irresponsabilidade. Ele alertou as autoridades que tomem providências antes do caos.

“A irresponsabilidade é grande. Como é que se compra o ingresso para assistir a uma partida de futebol sentado em uma cadeira, mas a irresponsabilidade é grande porque não botam o número da cadeira, não tem número. Aí quem chegar primeiro senta, mas tem mais de dez mil pessoas em pé. Quem vendeu esses ingressos? Quem é o responsável? Cadê o Ministério Público? Cadê o Procon? De quem é a culpa? É da Federação? É da Secretaria de Esportes?”, questionou.

O deputado disse que episódios como este não podem mais acontecer, caso contrário as famílias não vão mais ao estádio. “Ir para um estádio assistir a um jogo e passar duas horas em pé, eu fico na minha casa. O jogo ia passar na televisão, mas não, fui até o Estádio com meus amigos assistir e todos ficaram em pé, nem conseguiu sentar”, declarou.

O parlamentar também chamou atenção para a renda do jogo. Com o estádio que tem capacidade para 43 mil pessoas sentadas totalmente lotado, a renda divulgada foi de pouco mais de 20 mil pagantes. “Que mágica é essa? Será que deram esses ingressos? Agora eu não acredito em hipótese alguma que deram mais de 12 mil ingressos só para as cadeiras.”

15 comentários para "Molecagem"


  1. Paulo

    Prezado Zeca, o responsável pela confecção, comercialização e logística dos ingressos é o Sampaio. O que presenciei no dia foi uma quantidade absurda de ingressos falsificados e as autoridades já estão sabendo disso. Coisa que foge o controle de qualquer um. Por isso, nessa nova reforma do Castelão, serão instaladas catracas eletrônicas e câmeras de segurança.

  2. LUCAS

    EU ASSISTIR O JOGO DO SAMPAIO NO SETOR 3 E OBSERVEI A QUANTIDADE DE CRIANÇAS ENTRE 02 A 5 ANOS SENTADOS OCUPANDO LUGARES DE QUEM PAGOU E ASSISTIRAM O JOGO EM PÉ,O MINISTERIO PUBLICO DEVERIAM PROIBIR CRIANÇA MENORES DE 05 ANOS NOS ESTADIO, NUMA CADEIRA AO LADO QUE EU ESTAVA SENTADO TINHA UM GAROTO DE NO MAXIMO 03 ANOS O GAROTO PERTUBOU ATÉ A HORA QUE DORMIU PASSOU O JOGO TODO DORMINDO,NA CADEIRA DA FRENTE TINHA UMA MENINA DE MAIS OU MENOS 8 ANOS, AIS TODA HORA ELA LEVANTAVA E FICAVA EM PÉ ATRAPALHANDO A MINHA VISÃO DO JOGO,QUADO ELA NÃO SAI PARA IR NA LANCHONETE.

    • Zeca Soares

      Proibir menores de 5 anos? E o torcedor de amanhã quem será? A legislação diz que as crianças devem ficar no colo dos pais. Mas proibir me parece um crime muito grande.

  3. Guilherme

    ficar ngm sentado** e todos em pé apoiando e cantando os 90 minutos

  4. Guilherme

    Molecagem é esse deputado comentar isso, aposto que não acompanhou todos os jogos do Sampaio pelo Brasileiro e agora que pagar de torcedor, tinha era que ficar ngm em pé e procurar apoiar o time

  5. Jorge Rodrigues

    Acho que o erro foi vender todos os ingressos de cadeira e depois destinar uma parte delas para a torcida do time do Santa Cruz, quando eles deveriam ir para o setor “6”.

  6. EDNALDO

    TEMOS QUE ACABAR COM CORTESIA, FUTEBOL É CARO, A FMF OU QUEM QUER QUE SEJA, TEM QUE COLOCAR IMEDIATAMENTE AS CATRACAS ELETRÔNICAS PADRÃO FIFA, DINHEIRO TEM OU VÃO APLICA-LO EM OUTRAS COISAS SEM SER O FUTEBOL ……..AGORA COM ESSA VERBA QUE VAI COMPLEMENTAR A REFORMA DO CASTELÃO DEVEREMOS COMPRAR TAMBÉM A APARELHAGEM DE MONITORAMENTO E DARMOS UM JEITO NA ILUMINAÇÃO INTERNA E EXTERNA DO CASTELÃO, VAMOS ESPERAR ATÉ ABRIL/14, PARA VER COMO VAI FICAR.

  7. jose carlos silva

    Enquanto Marcos Caldas estava ganhando ingressos ele não reclamou, foi só perder a boquinha do ¨gratuito ¨ e ter que comprar ele ja começou a olhar os problemas

    • Zeca Soares

      Será? Não acredito nisto.

  8. César do Vinhais

    Outra coisa esse deputado só vai em jogos de grande porte e ainda reclama, deputado por favor aprove leis para ajudar o futebol a ser mais organizado, como por exemplo, criar um lei que puna com rigor o dirigente de clube que coloca no borderô a metade do público que foi ao estádio, não fique só na tribuna reclamando e haja dessa forma.

    • Zeca Soares

      Não entendi. Você critica o deputado e depois quer que ele crie uma lei para punir dirigentes.

  9. César do Vinhais

    o Problema disso aí é a incompetência e a ganância de alguns que querem ficar ricos as custas do futebol, em relação ao MP e Procon estes dois órgãos existem aqui do MA ? Alguém tem que ter a humildade, filtrar esses erros e corrigi-los para 2014.

  10. Adielson Botelho

    MUito bem informado,Marcos Caldas, Só que não! você deve ser mais um aproveitador de quinta categoria. Qual a sua contribuição ao futebol? certamente nem ingresso deve ter comprado. Lá a maioria é de carteiradas como a sua. Por fim, o procon e Ministérios Público só se preocupam com alguma coisa quando querem…

    • Zeca Soares

      Vamos parar com essa coisa de não se falar o que está errado em nome de ajuda ao futebol. Uma coisa não tem nada a ver com outra. Na hora que acontecer uma grande tragédia por superlotação quero ver quem vai assumir. Além disto, quem pagou para sentar na cadeira deve ter direito ao seu lugar de acesso. Ninguém compra ingresso para ficar em pé.

  11. Ze Carlos

    Zeca, eu fui dos muito torcedores que estava no jogo do Sampaio em Fortaleza.
    .
    Como funciona no estádio padrão FIFA, simples, primeiro ponto: entrada só pra visitante, segundo, CATRACA ELETRÔNICA, funcionando, compra-se o ingresso no estilo maquina de débito, aquela mesma comum em postos de gasolina, tira-se a via, dirigi-se à CATRACA, lá tem uma leitora de código de barra, aquelas mesma de supermercados. Ai, cumpá! a catraca só roda se a leitora aceitar. Não tem essa de ingresso falso, colocar o vizinho de graça, vizinho, o cachorro, pai, mãe, irmão os cambal. Tem mais, a CATRACA não é como a do CASTELÃO daqui, baixa que se quiser passa por cima.
    .
    Aqui não precisa ter esse padrão FIFA, mas, querendo e fazendo a coisa certa, com certeza com CATRACA ELETRÔNICA o cachorro não entra de graça, nem o… nem o p, nem o e quem o porteiro quiser. Mas no Maranhão tudo é difícil.

deixe seu comentário