Foco na cidade

4comentários

edivaldoholandajunior O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) projeta 2014 como um ano de grandes avanços em São Luís. Próximo a completar um ano de administração, o prefeito adianta que fará mudanças e quer a sua equipe focada nos problemas da cidade.

Tive a oportunidade de conversar com o prefeito na semana passada e ele demonstra muita lucidez em relação aos problemas enfrentados pela sua administração neste primeiro ano. Sabe exatamente o que está e não está funcionando.

Edivaldo reconhece que não é mais a hora de derramar lágrimas e lamentar a situação que recebeu o município para administrar. É hora de trabalhar e encarar os problemas de frente. Sabe que a população já não aceita mais as mesmas explicações um ano depois.

Mais importante do que conhecer o diagnóstico da cidade, Edivaldo Holanda Júnior sabe que não pode mais perder tempo. Aponta avanços neste primeiro ano e admite que gostaria e deveria de ter feito muito mais.

O prefeito reafirmou que fará mudanças na equipe nos primeiros meses do próximo ano para ajustar o funcionamento da máquina. Quer a sua equipe focada e sempre em busca de soluções para os problemas de São Luís.

É isso… Que tenhamos um ano melhor em São Luís.

4 comentários »

Sedel é premiada

0comentário

sedelA Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel) foi homenageada no I Prêmio dos Campeões 2013, evento promovido pela Federação de Motociclismo do Maranhão (FMMA), na noite da última segunda-feira (23), no Rio Poty Hotel, em São Luís .

Autor da Lei de Incentivo ao Esporte, o secretário de Estado do Esporte e Lazer, Joaquim Haickel, foi agraciado com o Troféu Amigos do Esporte pelo seu trabalho à frente da Sedel, principal incentivadora do esporte maranhense. O secretário Executivo da Comissão de Análise e Projetos Esportivos Incentivados da Sedel, Clineu Coelho, representou Haickel na solenidade e disse estar satisfeito com o reconhecimento das federações e atletas em relação ao esforço da Sedel em fortalecer o Esporte no Estado.

“É muito bom recebermos um prêmio de reconhecimento pelo nosso trabalho. A Sedel se preocupa e se dedica para fortalecer o esporte maranhense. Tanto que a Lei de Incentivo ao Esporte, de autoria do secretário Joaquim Haickel, hoje é a principal forma de obtenção de recursos para que nossos atletas consigam se destacar e obter grandes resultados no Brasil e no mundo. Com ela, conseguimos beneficiar inúmeros esportes ao longo do ano”, declarou.

Vinte e quatro prêmios foram entregues aos atletas que competiram em 2013. Um dos destaques foi Raul Lima que, com apenas 20 anos de idade e quatro de competição, já coleciona mais de 130 troféus e muitos títulos. Este ano, o atleta foi campeão em todas as categorias nas competições promovidas pela FMMA: Enduro de Regularidade (Junior); Enduro Fim (E1) e Motocross (Nacional A e Força Livre). Raul foi, ainda, campeão 2013 nas motos (categoria Maraton) no maior Rally do mundo dentro de um mesmo país, o Rally dos Sertões.

Também recebeu o prêmio, o secretário Municipal de Esporte, Raimundo Penha.

sem comentário »

Guerra no futebol

14comentários

frotaeamericoNem mesmo o espírito natalino serviu para amenizar a guerrinha nos bastidores entre o presidente da Federação Maranhense de Futebol, Antônio Américo Lobato Gonçalves e o presidente do Sampaio e da AMA Clubes, Sérgio Frota.

A entrevista concedida ontem pelo presidente Sérgio Frota, na Rádio Mirante AM deixou claro que não existe “clima de paz” nenhum entre os dois dirigentes. E tudo porque no dia anterior, o diretor de competições, Antônio Henrique queis dar lições de “planejamento e moralidade”, também em entrevista à emissora. E quem diria, AH querendo ensinar alguma coisa a alguém. Já disse aqui que o seu retorno ao futebol, especialmente para organizar as competições foi o maior retrocesso que poderíamos ter.

Vocês até devem imaginar o que pode acontecer quando três dirigentes um mais arrogante do que o outro se coloca diante de um microfone. Sai cada uma… Tem sido assim nos bastidores onde rola uma verdadeira guerra. Pior para o futebol.

Antônio Henrique que se demitiu, mas permanece no cargo disse que sairia se não tivesse apoio dos clubes. Então que saia logo porque Sérgio Frota afirmou que Américo hoje só se reelege por conta da Ligas Amadoras e que não tem nenhum voto dos clubes.

Frota diz que a FMF é lugar para dirigente que defendam os clubes, mas não vejo ninguém aqui defender clubes, vejo apenas defesa do seu clube.

O fato é que, para quem alardeou que Américo e Frota estavam mais unidos do que nunca diria que isto está longe de ser uma realidade. A briga pelo comando do futebol maranhense só está começando e ainda vamos ver muita coisa de agora em diante.

14 comentários »

Bom exemplo

5comentários

antonioaraujoO secretário de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Antonio Araújo tem se mostrado um gestor muito preocupado em resolver os problemas de São Luís. Foi assim também quando esteve à frente da Secretaria de Urbanismo.

Hoje, em pleno feriado do Dia de Natal, Antonio Araújo esteve visitando algumas regiões na área urbana de São Luís para programar a Operação Tapa-buracos.

Mas não é o fato de trabalhar em pleno Dia de Natal que merece destaque, mas de Araújo se mostrar sempre atento e dar respostas imediatas e concretas às reclamações da população a qualquer momento.

Nada fica sem resposta e sem solução. É exatamente isto que o cidadão espera de um gestor público.

Que fique este bom exemplo de Antonio Araújo a outros gestores públicos.

5 comentários »

Ponto final

10comentários

roseanasarneyA governadora Roseana Sarney (PMDB) deverá reunir sua base na Assembleia Legislativa e seus aliados na bancada federal já nas primeiras semanas de janeiro. É quando ela pretende dar um ponto final na questão de sua candidatura ou não nas eleições de 2014. A tendência da governadora é ficar até o fim do mandato, mas há quem diga entre seus aliados que ela pode mudar de ideia até abril.

Outro ponto a ser definido por Roseana e seus aliados é quanto ao futuro do governo em caso de sua renúncia ou desincompatibilização. Se ela deixar o governo, quem assume o posto é o presidente da Assembleia, deputado Arnaldo Melo (PMDB), com a incumbência de convocar eleições suplementares em 30 dias. Ela quer definir com os aliados quem deve ser o candidato em uma eventual eleição-tampão, se o próprio Arnaldo Melo ou outro membro de seu grupo político – e em que circunstâncias.

Coluna Estado Maior

10 comentários »