Iluminação especial

1comentário

honorio 2043

A Prefeitura de São Luís está desenvolvendo ação especial de serviços para melhorar a iluminação pública na cidade durante o período das comemorações de fim de ano. Os trechos de praia que todos os anos concentram grande número de pessoas durante a festa de Réveillon estão sendo reforçados.

O trabalho de melhoria da iluminação da faixa das praias está sendo realizado pelas equipes da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp). No Olho d’Água, a iluminação está sendo intensificada com a substituição de luminárias antigas e danificadas por equipamento novo e mais moderno. A Avenida Litorânea, que compreende as Praias do Calhau e de São Marcos, também está recebendo suporte.

“A Secretaria está cumprindo a determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior de oferecer mais segurança através da iluminação, principalmente em áreas que tradicionalmente reúnem um grande número de pessoas. É uma maneira de contribuirmos com as comemorações de fim de ano”, explicou o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo Costa.

No último dia 9, a Prefeitura inaugurou a iluminação da decoração natalina de São Luís. O marco das comemorações foi a Praça Maria Aragão, na Praia Grande, com a árvore de 36 metros de altura que ganhou o brilho de mais de 153 mil microlâmpadas de LED. Outras árvores de Natal foram instaladas nas rotatórias da Forquilha, Caolho, São Francisco, Bacanga e no retorno do Aeroporto Marechal Cunha Machado.

As praças e áreas de grande movimentação da cidade também receberam iluminação especial com anjos, estrelas, sinos e demais símbolos sacros que anunciam o nascimento de Jesus Cristo. Os ornamentos ficarão instalados até o dia 6 de janeiro de 2014, data em que se comemora o tradicional Dia de Reis.

Foto: Honório Moreira

1 comentário »

Show da Virada

2comentários

latinoAlcione, Bicho Terra, Latino e a dupla César Menotti e Fabiano animarão o “Show da Virada”, tradicionalmente promovido pelo Governo do Estado na passagem de ano, a partir das 19h desta terça-feira (31), na Lagoa da Jansen. O evento seguirá o mesmo formato já consolidado nos shows realizados nos 400 Anos de São Luís, no Reveillon do ano passado e também no Carnaval – sendo este último na Praça Deodoro.

Para o conforto de maranhenses e visitantes, o espaço receberá estrutura que inclui dois palcos, paredões de led, área com acessibilidade para cadeirantes e idosos, arquibancada, banheiros químicos, além de segurança reforçada, plantão na área de saúde e um grande show pirotécnico à meia-noite.

“O governo está trabalhando para proporcionar uma grande festa aos maranhenses nesta virada para 2014, num espaço com atrações de renome, tecnologia de ponta e toda a estrutura e segurança necessárias. Esperamos que todos aproveitem a festa num clima de tranquilidade e alegria”, ressaltou, em recente entrevista, o secretário de Comunicação Social, Sérgio Macedo.

O espaço preparado para o Reveillon deste ano vai dispor de um conforto a mais. O piso da área de plateia será emborrachado, similar ao que foi instalado no São João também realizado na Lagoa. O objetivo é garantir mais comodidade a todos que forem curtir o Show da Virada na Lagoa.

E para não deixar ninguém parado, serão montados dois palcos, nos quais as atrações se revezarão. Além disso, haverá paredões de led que levarão as imagens de tudo que acontecer no palco, em alta definição.

2 comentários »

Frota é reeleito

5comentários

sergiofrotaNo futebol vale muito a máxima “em time que está ganhando não se mexe”…

Por isso, o presidente Sérgio Frota foi reeleito neste sábado (28) para comandar o Sampaio no biênio 2014/2015.

O vice-presidente também permanece Nilson Garcia. Batista Oliveira é diretor financeiro, Luís Fernando Cadilhe, diretor de patrimônio; Jorge Viveiros, diretor jurídico e André Luis Neves, diretor do departamento Médico.

O secretário de Esporte e Lazer, Joaquim Haickel agora faz parte do Conselho Deliberativo do Sampaio.

Sérgio Frota anunciou que estará nomeando nos próximos dias o diretor de futebol.

Foto: Afonso Diniz

5 comentários »

Primeiro ano

3comentários

edivaldoNa próxima quarta-feira, a administração do prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PTC), completa um ano. Para analisar esses 12 meses de gestão, O Estado ouviu membros e ex-membros da gestão municipal, além de vereadores oposicionistas e governistas. O painel revela que o governo municipal acumulou mais problemas do que acertos, principalmente nas áreas de saúde, trânsito e transporte e educação.

Inconstância na formação da equipe de governo; falta de diálogo com o governo estadual para instituir parcerias institucionais; corrupção; ineficiência de ações em áreas essenciais como saúde e educação; lentidão na tomada de decisões e promessas de campanha não cumpridas foram os principais problemas apontados pelos entrevistados.

O Estado ouviu o vice-prefeito Roberto Rocha (PSB), o secretário municipal de Governo, Rodrigo Marques, o ex-diretor do Hospital Djalma Marques Yglésio Moyses, além dos vereadores Fábio Câmara (PMDB), líder da oposição na Câmara, e Honorato Fernandes (PT), líder do governo Edivaldo Júnior.

fabiocamaraFábio Câmara relembrou que no primeiro ano de administração o prefeito Edivaldo Júnior trocou nove vezes de secretários, cujos motivos principais estão relacionados a atos de corrupção, como dispensas de licitação na Educação para serviço de coleta seletiva com valores superiores a R$ 16 milhões ou realização de obras sem passar pelo processo legal que somaram R$ 22 milhões.

“O slogan de campanha do prefeito Edivaldo Júnior foi ‘uma nova forma de fazer política’ e não foi o que vimos nesse primeiro ano de governo dele, marcado por corrupção”, afirmou Câmara.

O vice-prefeito Roberto Rocha apontou a falta de rapidez nas tomadas de decisões como o problema principal da administração de Edivaldo Júnior. Rocha faz análise relacionada principalmente às denúncias de corrupção e a necessidade de trocar seus auxiliares para que essas denúncias sejam verificadas. “Um erro cometido foi a lentidão na tomada de decisões”, disse.

Diálogo – O líder da gestão de Edivaldo na Câmara, Honorato Fernandes assinalou a falta de diálogo com a administração estadual como erro maior do primeiro ano da gestão petecista. Segundo ele, o diálogo estabelecido com movimentos sociais e sindicais deveria ter ocorrido também para a construção de parcerias institucionais, assim como outros prefeitos de partidos de oposição ao governo do estado já fizeram, como, por exemplo, Ribamar Alves (PSB), de Santa Inês, e Léo Costa (PDT), de Barreirinhas.

“Uma administração pautada no diálogo com a sociedade deveria, sim, ampliar isso e sentar à mesa com o governo estadual para estabelecimentos de parcerias institucionais”, declarou.

rodrigomarquesO secretário Rodrigo Marques justificou os erros dos primeiros 12 meses de gestão de Edivaldo Júnior com o fato de não haver infalibilidade, “nem de governo, nem de pessoas”. Mas, segundo ele, tais erros foram detectados e corrigidos.

Fábio Câmara contesta do titular da Secretaria de Governo e diz que muitos problemas ficaram sem solução, mesmo sendo detectados. Um exemplo usado pelo peemedebista foi o não cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com o Ministério Público Estadual, que prevê, entre vários pontos, a realização de licitação para concessão pública das linhas de ônibus.

O ex-diretor do Hospital Socorrão I Yglésio Moyses também avaliou negativamente o primeiro ano de governo de Edivaldo Júnior. Apesar de apontar melhoras, o médico disse que faltou para o prefeito colocar em prática seu discurso de mudança pregado na campanha.

Segundo ele, a forma de administrar do prefeito de São Luís é parecida com outras com relações familiares e de amizade, pesando mais que o perfil técnico que os gestores deveriam ter.

Líder considera boa a relação com a Câmara

honoratofernandesO líder de Edivaldo Júnior na Câmara, Honorato Fernandes, acredita que no primeiro ano da administração municipal a relação com a Câmara de Vereadores teve saldo positivo com a aprovação de todos os projetos de lei encaminhados pelo Executivo.

Segundo ele, não houve trocas como pagamento de emendas e distribuição de cargos para a aprovação das matérias da Prefeitura.

No entanto, a relação do prefeito de São Luís com os vereadores não é uma lua de mel como diz o petista. As aprovações de proposições da Prefeitura nunca ocorreram de forma tranqüila. O exemplo foi o Orçamento de 2014 com contestações da vereadora Rose Sales (PCdoB), da base da administração municipal.

Outros projetos como a mudança de zoneamento de comunidades da Zona Rural para construção de unidades residenciais precisaram ser retiradas de pauta para que Honorato Fernandes convencesse os vereadores a aprovar a proposição.

Outros exemplos do relacionamento frágil do prefeito com os parlamentares de São Luís foi a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou irregularidades no Programa “Bom Peixe” da administração do tucano Castelo e que foi coordenado por pedetistas agora aliados de Edivaldo Júnior. A CPI do Bom Peixe deixou a base do governo municipal estremecida.

A CPI do Transporte quase foi instalada com a assinatura de vereadores aliados do prefeito como Edmilson Jansen, que pertence ao mesmo partido de Edivaldo Júnior. Em uma jogada de adiamento de sessões, o líder governista conseguiu contornar o problema com a retirada da assinatura de quatro vereadores entre eles Rose Sales.

O Estado

3 comentários »

Polícia nos presídios

0comentário

policiaA Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informa que, desde o início da atuação dos militares, nesta sexta-feira (27), o clima está sendo de tranquilidade nos estabelecimentos prisionais da Região Metropolitana de São Luís.

A presença dos policiais também alterou alguns procedimentos da rotina interna das unidades. As vistorias nas celas estão sendo feitas com mais frequência e as medidas de segurança estão ainda mais rigorosas. Além disso, para reforçar a segurança noturna, a cavalaria da Polícia Militar fará rondas constantes nos presídios.

A ação está sendo coordenada pela Diretoria de Segurança dos Presídios do Maranhão, criada por determinação da governadora Roseana Sarney, para reforçar a segurança interna nos estabelecimentos penitenciários. O novo departamento, que está sob o comando de um oficial da Policia Militar, passa a integrar o organograma funcional do sistema carcerário, reforçando o trabalho já realizado pelas Diretorias Geral e Administrativa.

A Diretoria de Segurança também está intensificando o trabalho já desenvolvido pelo Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop) e por homens de empresa especializada que prestam serviço nas unidades.

sem comentário »