Luís Fernando autoriza estradas

2comentários

luisfernando1

O secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, assinou Ordem de Serviço para as obras de pavimentação da rodovia MA-123, ligando os municípios de Afonso Cunha e Coelho Neto. A solenidade contou com atos nos dois municípios, neste sábado (1º), e foi acompanhada pelos prefeitos José Leane Silva e Soliney Silva. O serviço contempla 42,31 quilômetros de extensão e os recursos são da ordem de R$ 24.351.324,92, financiados pelo Governo do Maranhão e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“A estrada que liga Afonso Cunha a Coelho Neto é a maior obra pública estadual executada nos dois municípios, que é a pavimentação da MA-123. São mais de R$ 24 milhões para pavimentar mais de 40 quilômetros, mudando a vida da região, influenciando positivamente na educação, na saúde, na produção, na comercialização dos produtos agropecuários, no estímulo ao comércio, enfim, gerando emprego e renda. É uma transformação econômica e social para os dois municípios e para toda a região”, afirmou Luis Fernando Silva.

O prefeito de Afonso Cunha, José Leane, relembrou que a estrada era um anseio antigo dos moradores e que agora já é realidade. “Para muitos esse pode ser só um ato, mas para nós é um sonho, e ver as máquinas na estrada já tem mudado a autoestima dos moradores. Só temos a agradecer ao Governo do Estado por sempre ser parceiro das cidades do Maranhão”, ressaltou o prefeito.

luisfernando

Já para o prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva, a obra resultará em mais desenvolvimento para a região. “Nós estamos muito felizes por receber esse grande presente, e Coelho Neto vai ganhar bastante por ser a cidade polo, vai trazer desenvolvimento, mais empregos para as cidades e toda a região. A obra já é realidade, já estamos com a usina de asfalto e já tem mais de 50 máquinas preparadas para esse trabalho”.

Nas duas cidades, o secretário Luis Fernando confirmou que o Governo do Estado vai pavimentar ruas e avenidas nas sedes municipais. “A sede de Afonso Cunha vai receber três quilômetros de asfalto e em Coelho Neto serão quatro quilômetros de ruas e avenidas, para os municípios ficarem mais bonitos, os moradores se sentirem valorizados e melhorar o deslocamento dentro das cidades”, ressaltou.

Também presentes à solenidade nos dois municípios o deputado federal Sétimo Waquim; e os estaduais, Magno Bacelar, Alexandre Almeida e Fábio Braga; o secretário de Estado da Juventude, Paulo Marinho Júnior; o superintendente do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) no Maranhão, Ney Jefferson; além de prefeitos, ex-prefeitos da região e moradores.

Fotos: Jorge Ribeiro

2 comentários »

Sampaio e Maranhão empatam

1comentário

sampaioemac

A rodada do fim de semana pelo Campeonato Maranhense foi excelente para Moto e Santa Quitéria que mesmo sem jogar garantiram a primeira colocação nos seus grupos neste primeiro turno.

No principal confronto da rodada, Sampaio e Maranhão fizeram um clássico o priemeiro clássico da temporada no Nhozinho Santos e ficaram no empate por 1 a 1.  O MAC abriu o placar ao 30 minutos do primeiro tempo com gol de Romário. O Sampaio pressionou e conseguiu o empate aos 28 minutos num gol do zagueiro Paulo Sérgio.

Com o empate, o Sampaio é o 2ª colocado no grupo B, com 4 pontos ganhos. O MAC é o terceiro, também com 4. O líder é o Santa Quitéria com 6 pontos.

No outro jogo deste grupo, o Balsas venceu o Bacabal, em pleno Correão, por 1 a 0. O resultado deixou o BEC em situação crítica. O time fez três jogos e sofreu três derrotas. O gol do Balsas foi marcado por Rafael.

Pelo grupo A, o Imperatriz venceu o Cordino, por 2 a 1, em Barra do Corda e chegou aos mesmos 6 pontos do Moto, mas perde no saldo de gols. Mazinho e Léo Paraíba marcaram para o Imperatriz. Michel fez o gol do Cordino. No outro jogo deste grupo, o Araioses venceu o São José por 2 a 0, com gols de Marlon e Luís Jorge e se reabilitou na competição.

Classificação

Grupo A
1º Moto – 6 pontos (saldo 6 gols)
2º Imperatriz – 6 pontos (saldo 1 gol)
3º Cordino- 3 pontos (saldo 0)
4º Araioses – 3 pontos (saldo -1)
5º São José – 0 ponto

Grupo B
1º Santa Quitéria – 6 pontos
2º Sampaio – 4 pontos (saldo 3 gols)
3º Maranhão – 4 pontos (saldo 1 gol)
4º Balsas – 3 pontos
5º Bacabal – 0 ponto

Próximos jogos

05/02 – Quarta-feira
16h – Araioses x Moto
16h – São José x Cordino
16h – Balsas x Sampaio
15h45 – Santa Quitéria x Bacabal

1 comentário »

Assembleia inicia trabalhos

0comentário

arnaldomelo

Os 42 deputados estaduais iniciarão os trabalhos legislativos de 2014, na tarde desta segunda-feira (3). A sessão solene será realizada a partir das 16h. Antes, acontecerá a tradicional cerimônia militar onde há revista às tropas e hasteamento de bandeiras. O período legislativo se estende até 17 de julho.

O presidente da Casa, Arnaldo Melo (PMDB), garante que mesmo se tratando de um ano eleitoral – em que serão realizadas as eleições para presidente da República, senadores e deputados federais e estaduais – a Assembleia Legislativa do Maranhão cumprirá normalmente sua agenda de trabalhos, com a tarefa de discutir temas de relevância para a vida do cidadão maranhense.

“Vamos iniciar mais uma etapa de nossos trabalhos aqui nesta Casa e, com certeza, o ano de 2014 será de novas ações, de novos gestos, de novos eventos que continuarão contribuindo para o engrandecimento do Poder Legislativo”, ressaltou Arnaldo Melo.

‘Ex-secretários’ retornam

Parlamentares que exerciam cargos no Executivo estadual deverão retornar à Assembleia Legislativa. É o caso do deputado estadual Victor Mendes (PV), que na última quarta-feira (29) deixou o cargo de secretário de Estado do Meio Ambiente. A entrega do cargo foi formalizada pelo parlamentar durante reunião com a governadora Roseana Sarney, no Palácio dos Leões.

Outro parlamentar que deverá retornar à Assembleia Legislativa é o atual secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad (PMDB), que anunciou nesta semana que deverá se desincompatibilizar do cargo.

Foto: JR Celedônio/Agência AL

sem comentário »

Assassinos vão a julgamento

1comentário

jonathaJhonathan de Sousa Silva e Marcos Bruno Silva de Oliveira serão levados a júri popular nos dias 3, 4 e 5 de fevereiro de 2014, no auditório do Tribunal do Júri de São Luís (térreo), no fórum da capital (Calhau). Eles estão entre os 11 acusados do assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá, morto a tiros em 23 de abril de 2012, por volta das 22h30, em um bar na Avenida Litorânea. Os réus são acusados pelos crimes de homicídio e formação de quadrilha.

Um forte esquema de segurança, com policiais civis e militares e agentes penitenciários federais, foi montado para o julgamento, presidido pelo juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Osmar Gomes dos Santos. Atuará na acusação o promotor de Justiça Rodolfo Soares dos Reis, auxiliado pelos promotores Haroldo Paiva de Brito e Benedito de Jesus Nascimento Neto. A defesa ficará com o advogado Pedro Jarbas da Silva.

Foram arroladas cinco testemunhas de acusação e oito de defesa. Jhonathan de Sousa Silva (executor) está preso no presídio federal de Campo Grande (MS), de onde virá para o julgamento na capital maranhense. Marcos Bruno Silva de Oliveira (piloto da moto que conduziu o executor) está preso em São Luís.

Dos doze denunciados pelo Ministério Público, onze foram pronunciados pelo juiz Osmar Gomes para ir a júri popular: Jhonathan de Sousa Silva, Marcos Bruno Silva de Oliveira, Shirliano Graciano de Oliveira (foragido), José Raimundo Sales Chaves Júnior (“Júnior Bolinha”), Elker Farias Veloso, Fábio Aurélio do Lago e Silva (“Bochecha”), Gláucio Alencar Pontes Carvalho e José de Alencar Miranda Carvalho, (pai de Gláucio), além dos policiais Fábio Aurélio Saraiva Silva (“Fábio Capita”), Alcides Nunes da Silva e Joel Durans Medeiros.

Oito dos onze pronunciados recorreram da pronúncia, mas o juiz Osmar Gomes manteve a decisão. Na decisão do recurso, Gomes seguiu as contrarrazões do Ministério Público estadual e remeteu o traslado dos recursos e do inquérito ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). O recurso está na 2ª Câmara Criminal, tendo como relatora a desembargadora Angela Maria Moraes Salazar.

Já o advogado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro, denunciado pelo Ministério Público de participação no assassinato do jornalista não será levado a júri popular. Em outubro de 2013, o juiz Osmar Gomes impronunciou o acusado, por não verificar indícios suficientes que comprovem a autoria ou participação do advogado no crime.

1 comentário »

Obras que não aparecem

3comentários

obra1

Dentro de 22 meses, mais de 31 mil famílias distribuídas em 30 bairros do eixo Itaqui-Bacanga passarão a contar com um novo sistema de esgotamento sanitário de qualidade, como parte do compromisso do prefeito Edivaldo Holanda Júnior de universalizar o acesso ao saneamento básico. A construção e ampliação do sistema de esgotamento sanitário da margem esquerda da Bacia integram o Programa de Recuperação Ambiental e melhoria da Qualidade de Vida da Bacia do Bacanga.

Com recursos de R$ 42 milhões oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com contrapartida da Prefeitura, as obras de construção do sistema de esgotamento sanitário seguem em ritmo acelerado e envolvem a construção de 211 km de redes de coleta de esgoto, com um total de 31.116 ligações condominiais. Também serão construídas 13 estações elevatórias (de bacia e transposição de bacia), que serão instaladas nos pontos mais baixos da região, mapeados topograficamente pelo projeto.

“Obras de esgotamento sanitário são feitas prioritariamente pelos governos estaduais. Mas o compromisso do prefeito Edivaldo Holanda Júnior com a cidade e a comunidade impulsionou esse trabalho técnico social integrado, que atenda aos anseios da população”, esclareceu o secretário de Projetos Especiais, Gustavo Marques. Esta semana ele conversou com os moradores e esclareceu sobre o andamento da obra. Após as ações de saneamento, a Prefeitura realizará o pavimento das ruas. Nos bairros do Paraíso e Sá Viana esse trabalho deve ser iniciado até março.

O engenheiro sanitário responsável pela execução da obra, Severino Ramos Filho, explica que as estações elevatórias funcionarão constantemente, mesmo com eventuais quedas de energia. “Cada estação elevatória terá de duas a três bombas funcionando o tempo inteiro para bombear a água e os resíduos do esgoto. Na iminência de uma queda de energia, elas continuarão funcionando porque cada estação terá um gerador de prontidão. A população terá impactos profundos e muitos ganhos positivos com essa que é uma das maiores obras da gestão Edivaldo Holanda Júnior”, destaca.

obra2
Na primeira etapa da construção do sistema de esgotamento, estão sendo instalados tubos de 100 e 150 mm, interligando todas as ruas e, na fase seguinte, todas as casas da região contemplada.  Os resíduos de esgoto domiciliar, que eram despejados nas ruas, a céu aberto, provocando doenças, mau cheiro e desconforto para os moradores, agora serão tratados, depois de serem transportados pelas estações elevatórias até a Estação de Tratamento do Bacanga. A obra será finalizada em até 22 meses e irá garantir maior qualidade de vida e valorização dos imóveis interligados à rede.

Para a execução das obras, 60 homens integram a equipe que poderá ser ampliada para 200 trabalhadores até a fase de conclusão, todos moradores do Itaqui-Bacanga e bairros adjacentes. “Além de tudo, estamos gerando emprego e renda para esses jovens e capacitando cada um deles. Todos os trabalhadores da equipe são da cidade e, em sua maioria, da própria região contemplada. É uma iniciativa inédita que mostra o comprometimento da gestão Edivaldo Holanda Júnior com São Luís”, explica o engenheiro Severino Ramos Filho.

A obra beneficiará os bairros Prainha, Bonfim, Vila Nova, Vila Roseana Sarney, Vila Ariri, São Raimundo, Gancharia, Anjo da Guarda, Alto da Vitória, Conjunto E.I.T., Vila Isabel, Vila Dom Luís, Vila Bacanga, Vila Cerâmica, Alto da Esperança, Residencial Ana Jansen e Sítio do Tamancão. E a montante da barragem do Bacanga: Sá Viana, Jambeiro, Riacho Doce, Piancó, Vila Embratel, Residencial Paraíso, Vila Zagueiro, América do Norte, Residencial Primavera, Residencial Resende, Vila São João da Boa Vista e São Benedito.

Fotos: Maurício Alexandre

3 comentários »