Sampaio é campeão!

33comentários

sampaio

Sampaio e Moto realizaram mais um superclássico no Castelão que já entrou para a história dos grandes confrontos entre as duas principais equipes do futebol maranhense. Antes da bola rolar, um minutos de silêncio para lebrar o campeão Juraci Vieira, o ex-diretor de futebol do Moto, Raul Menezes e do ex-presidente do Moto, Rocha Neto, o Rochinha.

Foi um clássico com todos os ingredientes dos grandes jogos. Com gols, belas jogadas e o mais importante disputado com lealdade entre os jogadores tanto no primeiro confronto como hoje.

E como havia dito aqui, mesmo sendo um clássico entre Sampaio e Moto havia um favorito. E o Sampaio fez valer esta condição conquistada pela vantagem da melhor campanha na competição e pela melhor estrutura que possui no momento.

O empate por 2 a 2, na segunda partida e 1 a 1, na primeira garantiu ao Sampaio o título do primeiro turno e a vaga na decisão do Estadual, mas a conquista mais importante foi a garantia da vaga na Copa do Brasil e Copa Nordeste em 2015.

motoesampaioO jogo

O primeiro tempo foi bastante equilibrado com as duas equipes chegando e perdendo boas oportunidades.

O Moto quase abre o placar com Henrique que chutou e Rodrigo Ramos ficou na torcida até a bola ir para fora. Depois Jeferson Abreu mandou uma bola no poste direito. O Sampaio respondeu com Paulo Sérgio que cabeçeou livre e quase marcou numa cobrança de escanteio. Depois foi a vez de Mimica quase marcar.

O Sampaio perderia outra boa chance com Cleitinho e depois com Jonas que arrancou da defesa e quase bate o goleiro Ruan num belo chute. Num contra-ataque Gilson cruza para Henrique que quase marca de cabeça, mas o primeiro tempo termina 0 a 0.

Segundo tempo

O Tricolor tinha a vantagem do empate, mas retornou para o segundo tempo disposto a definir logo o jogo. Aos 5 minutos, o Sampaio já havia criado três chances, mas foi o Moto que chegou mais perto de abrir o placar.

Aos  minutos, num lance polêmico, o árbitro Paulo Sérgio Moreira marca pênalti num tranco de Jonas em Henrique. O Sampaio reclama que a falta teria sido fora da área. O volante Piere vai para a cobrança, mas manda a bola longe.

O Moto perde o pênalti e o Sampaio ganha mais apetite no jogo. Aos 14 minutos, o lateral-direito Toti num belo chute de fora da área e faz 1 a 0. Embalado pela torcida, o Sampaio segue no ataque e o esreante Willian amplia para 2 a 0.

Quando tudo levava a crer que o Sampaio conseguiria uma goleada, o técnico Édson Porto coloca os garotos Ítalo e Vítor e inicia uma reação. Numa bela tabela, Felipe descobre Ítalo que diminui para o Moto, aos 26 minutos.

O gol anima o time e a torcida rubro-negra. O Moto segue no ataque até empatar o jogo numa bela tabelinha entre Felipe e Ítalo que descobre Vitor que bate sem chance para Rodrigo Ramos 2 a 2, aos 39 minutos.

Com o empate, o Sampaio tratou de tocar bola até o fim do jogo e comemorou a conquista em cima do maior rival.

mototorcida

Comemoração e reconhecimento

Uma cena incrível após o termino do jogo. Enquanto a torcida do Sampaio gritava “é campeão”, a torcida do Moto num gesto de apoio e reconhecimento pela reação do grupo que foi buscar o empate também comemorou nas arquibancadas do Castelão.

Para um time que há um mês nem iria participar do Campeonato Maranhense, a festa da torcida, mesmo após perder o título para o Sampaio foi o reconhecimento e a certeza que o trabalho de renovação no clube está no caminho certo.

Ingressos e reclamação

Torcedores reclamam que não conseguiram comprar ingresso e tiveram que voltar para casa. A informação foi divulgada pela imprensa no Castelão, mas a Federação maranhense de Futebol negou que isto tenha ocorrido.

Fui procurado por um torcedor do Sampaio que não conseguiu comprar ingresso do setor 1 que havia acabado. Teve que comprar ingresso mais caro do setor 4.

Fotos: Paulo de Tarso Jr/ Zeca Soares

33 comentários »

Parcerias pelo Maranhão

0comentário

luisfernandosilva

O secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, em continuidade às ações do Programa Viva Maranhão, percorreu, nesta última semana, oito municípios maranhenses. Em Timbiras, Codó, Santa Luzia, Tufilândia, Pindaré-Mirim, Pio XII, Monção e Igarapé do Meio ele anunciou e realizou obras de pavimentação.

O Programa Viva Maranhão garante o desenvolvimento do estado, por meio de pavimentação de vias urbanas nos 217 municípios, somando 1.100 quilômetros km de novas ruas e avenidas. Além disso, está ligando todas as sedes municipais a uma estrada asfaltada, que pode ser uma BR ou uma MA, totalizando 1.400 km.

“O Viva Maranhão está transformado a vida de milhares de maranhenses, pois o asfalto melhora o aspecto urbanístico e o embelezamento das cidades, levando a educação, saúde, segurança pública, para a população e proporcionando o escoamento da produção; assim, os moradores tem sua autoestima resgatada”, afirmou o secretário.

A agenda de trabalho foi iniciada na terça-feira (18), com o anúncio de três km de pavimentação em Timbiras. Já na quarta-feira (19), foi inaugurada, três meses após a assinatura da Ordem de Serviço, a pavimentação da estrada que dá acesso ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifma), no município de Codó. A estrada, de 2 km, liga o bairro Codó Novo à entrada do prédio da instituição. Os investimentos são da ordem de R$ 836.015,43.

Na quinta-feira (20), foi a vez dos municípios de Santa Luzia, Tufilândia e Pindaré-Mirim, receberem o anúncio de pavimentação. Ao todo, serão 14 km de novas ruas e avenidas com asfalto, distribuídos de acordo com as necessidades de cada cidade. Santa Luzia receberá 7 km, Tufilândia, 3 km e em Pindaré serão 4 km. A previsão é que as obras tenham início em abril.

No encerramento da agenda, na sexta-feira (21), o secretário de Infraestrutura, ao lado dos prefeitos Paulo Veloso (Pio XII), João Queiroz (Monção), e Raimundo Damasceno (Igarapé do Meio) confirmou que as cidades irão receber 4 km, 4 km e 3 km, respectivamente. A ação é realizada pelo Governo do Estado, em parceria com os municípios, que indicam os bairros que devem ser contemplados.

Luis Fernando afirmou que o objetivo do Governo do Estado é elevar a qualidade de vida de milhares de cidadãos. “O Governo está fazendo um trabalho que muda, para melhor, o Maranhão, com obras que a população quer e precisa e, principalmente, obras que a população pode acompanhar e fiscalizar”.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Por uma boa relação

0comentário

sfrotaSobre a repercussão de uma declaração que dei sobre as torcidas organizadas, lamento o fato de minhas palavras terem sido mal interpretadas ou colocadas de maneira distorcida por onde ela circulou.

Durante todo esse tempo como presidente do Sampaio Corrêa, sempre mantive uma relação muito boa com todas as torcidas organizadas, seja qual for. Colaboro com viagens, ingressos e no que mais estiver ao meu alcance. Seria tolice ignorar a importância das organizadas para o clube. A minha visão e o que realmente quis pontuar foi o seguinte: Há elementos mal intencionados que se infiltram nas torcidas para praticar atos de vandalismo. Isso não é nenhuma novidade pra ninguém, mas foi o que quis ressaltar.

Posso citar o caso do Corinthians, que foi prejudicado por conta da conduta inadequada de membros nocivos de sua Organizada, assim como o Cruzeiro e tantos outros que tivemos notícias nos últimos tempos. Na Inglaterra, inclusive, torcidas organizadas foram banidas dos estádios devido à truculência dos Hooligans. Infelizmente, essa é a realidade.

A torcida é a alma do time. Sei dessa importância. Jamais ignoraria, nem vou ignorar, a estima de um torcedor por um clube como o Sampaio Corrêa. Pretendo manter a mesma relação cordial que sempre tive com todas as Torcidas Organizadas, mas não posso admitir que vândalos travestidos de torcedores prejudiquem o clube e a própria torcida, que acaba sendo atingida diretamente pelo comportamento impróprio de alguns membros (ou infiltrados) mal intencionados.

Fica o registro da ratificação dessa boa relação que sempre tivemos. No entanto, volto a destacar: é importante identificar e excluir quem se aproveita das boas intenções de uma Torcida Organizada para agir em função de suas ideologias marginais. Que o Sampaio esteja acima de tudo.

Sergio Frota
Presidente do Sampaio Corrêa

sem comentário »

Derrota nos próprios erros

0comentário

kellyO Maranhão Basquete sofreu neste domingo a primeira derrota em casa na temporada da Liga de Basquete Feminino. Jogando diante de Americana, o Maranhão perdeu por 74 a 68  e agora vai decidir a terceira colocação contra São José.

Mas agora, o Maranhão Basquete não depende mais apenas de si. Tem que vencer o time paulista na última rodada e torcer por um tropeço do São José. Mesmo com a derrota, o Maranhão pode terminar na 4ª colocação, o problema é que se passar pelo playoff terá pela frente o Sport.

O Maranhão Basquete começou melhor e logo chegou a abrir vantagem de 7 pontos, mas Americana aos poucos foi entrando no jogo com uma jogada que ninguém no MB parecia perceber.

A bola ia sempre em direção a uma jogadora que se posicionava debaixo da cesta, assim Americana começou a tirar a vantagem até fechar o primeiro tempo em 38 a 36. Em pelo menos quinze ataques assim Americana mudou a história da partida.

No início do segundo tempo, quando todos esperavam uma reação, o Maranhão Basquete parou no jogo e Americana chegou a abrir dez pontos de vantagem e repetindo a mesma jogada dos dois primeiros quartos e que ajudou a virar o jogo.

A partir daí, Americana cadenciou o jogo e o Maranhão abusou nas jogadas infantis no ataque e na defesa. Até tentou diminuir o placar, mas já era tarde demais. Outra vez o time maranhense perde nos seus próprios erros.

O próximo adversário do Maranhão é São José, na quinta-feira, às 20h, no ginásio Castelinho.

Foto: Biaman Prado

sem comentário »

Investimento em Educação

3comentários

carteiras1

O início do ano letivo nas escolas da rede estadual de ensino será marcado por grandes investimentos na educação. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), visando à melhoria da qualidade do ensino, tem desenvolvido ações que contemplam o suporte pedagógico e de infraestrutura às escolas da rede.

Entre as ações que vêm sendo realizadas nesse sentido, em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e o Programa Nacional de Livro Didático (PNLD), está à renovação dos materiais didáticos utilizados pelos alunos. Este ano, as instituições de ensino da rede pública estadual estão recebendo livros didáticos para alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental.

Uma das escolas que concluiu o recebimento dos novos livros é o Centro Integrado do Rio Anil (Cintra), escola administrada pela Fundação Nice Lobão e vinculada à Seduc. Segundo o diretor geral da instituição, Arnaldo Costa, foram recebidos 2.669 conjuntos de livros, totalizando 29.359 títulos de todas as áreas definidas na proposta pedagógica da escola.

Durante o recebimento, a supervisora pedagógica Fátima Durans destacou que os títulos recebidos foram escolhidos com base nas diretrizes curriculares estaduais. “Todos os títulos escolhidos pela escola para utilização estão alinhados às Diretrizes Curriculares definidas pela Seduc em 2014, representando excelente ferramenta de apoio ao aprendizado durante sua utilização, que será de três anos”.

carteiras

Investimentos

A conclusão do Plano de Ações Articuladas (PAR), pela Seduc, junto ao governo federal (FNDE/MEC) em 2013, garantiu investimentos em diversos setores da educação na rede estadual maranhense. Com os recursos liberados, foi possível a aquisição de 136 ônibus escolares, 4.452 aparelhos de ar-condicionado e 91.543 carteiras escolares, além da garantia de formações continuadas em diversas áreas, perfazendo um investimento total de R$ 62,3 milhões.

Na última semana, o Centro de Ensino Governador Edison Lobão (Cegel), que está em fase final de conclusão da reforma, recebeu mais de 1.440 conjuntos de carteiras que serão utilizadas na escola.

Segundo o secretário de Educação, Pedro Fernandes, os investimentos são alinhados às mudanças propostas pelo projeto de cooperação técnica com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e Ministério da Educação (MEC). “A parceria com o Pnud permitiu o estabelecimento, pela Seduc, de padrões mínimos estruturais para as escolas e padronização do nível de ensino. As diretrizes curriculares e os investimentos representam a efetivação desse planejamento para a educação no estado”, afirmou.

Fotos: Divulgação

3 comentários »

Memória do campeão

3comentários

juracyetica

Por toda a minha vida, Pai…
Por Juraci Filho

Já se passaram 2 anos sem o campeão Juracy Vieira, pouco tempo, perto da imensidão de uma vida inteira que eu Juraci Vieira da Silva Filho e família, teremos que passar sem você Pai, aqui na Terra. Só nos restam às lembranças, aquelas que vêm e que vão trasladando o amor, o desejo perene de vê-lo, tocá-lo e beijá-lo, mas é que nem maré, quando vem traz a memória esfuziante da nossa convivência como: filho, amigo, companheiro, confidente, pai de 2 netos (Rafaella e Leonardo), sobretudo um fã incondicional do homem e profissional exemplar, Juracy Vieira.

Ao que me lembro, a história entre eu e papai, começou logo cedo, aos 5 anos de idade; quando pela primeira vez, ele me levou ao estádio Nhozinho Santos para ver um jogo do Maranhão Atlético Clube, era 1982, me recordo que o M.A.C ganhou o jogo, e logo passei a simpatizar pelo clube, ora, era o time do meu ídolo também, mas confesso: não foi preciso me pressionar para que eu logo viesse a torcer pelo clube das 4 cores.

Entretanto, recordo-me que ficava o tempo todo olhando para cabine, a época da Difusora, o meu querido, Juracy Vieira narrando com a mão esquerda, tirando e botando o fone do lado esquerdo do ouvido, achava impressionante, ver aquela dedicação, vibração e criatividade reluzente, que ele demonstrava com tamanha facilidade pra falar e argumentar, meu pai era aquele homem que podia se dizer: “nasceu com o dom da palavra”, pois falava fácil, fácil e ainda tinha rima rica, é verdade!

Começava ali, uma “página da vida” porque o filho deixava de ser apenas uma reprodução humana, para ceder espaço a uma espécie de fã ardoroso,capaz de pegar os gravadores da equipe de esporte e imaginar partidas de futebol fictícias para narrar,ou seja,também imitar o meu pai,que a esta altura,virou minha inspiração,quantas vezes o meu velho,Juracy Vieira, não estava tomando sua cerveja gelada no bar do Zé Luanda, no São Francisco, e ia me buscar na rua 03 casa 656 no mesmo bairro,para que eu tímido, menino de 8,9,10 anos narrasse ali um jogo fictício para Zé Santos,Anacleto Araújo, José Carlos Teixeira, Ribamar Furtado, Carlos Henrique e o também saudoso Adolfo Vieira (tio) pudessem se deleitar com as minhas travessuras,e por quê não dizer sonho mesmo?

Até que em 1991, aos 14 anos, meu mestre me deu a primeira oportunidade na equipe 680 e na TV Difusora, também, aí não preciso dizer mais nada, foram 20 anos juntos formando a inusitada dupla pai e filho. Um certo dia, ouvir o irmão Zeca Soares dizer o seguinte: “Eu fazia faculdade e às vezes não dava para ir ao estádio de futebol,ver o jogo, mas ligava o rádio e ouvia o Juracy Vieira, narrando pois sabia justamente onde estava,o jogador com a bola” foi uma das falas mais bonitas, que já ouvi alguém dizer sobre o trabalho de um profissional, o Zeca tinha razão.

Confesso que, quando meu pai nos deixou, cheguei a pensar em não mais narrar futebol, passei 2 meses,sem ir a um estádio de futebol, no entanto, um belo dia: acordo ou ainda estava dormindo, e de repente, ouvi aquele vozeirão dizendo: “deixa de ser bobo rapaz,continua tua vida,quem entra nessa profissão, nem depois de morto para, eu não te preparei para ser mole, não cara!”

Depois dessa passagem, eu retomei o trabalho e as narrações esportivas, até mesmo para homenagear o velho, amado pai/mestre Juracy Vieira, não dava para desobedecê-lo. Este ano, menos de 1 mês para completar 2 anos do seu falecimento,recebi um email, que me chamou muita atenção,para ser sincero, até  me causou arrepios!Aguardava a confirmação da rádio Nacional e FIFA para a Copa do mundo, me lembro muito bem que pediram-me nome completo, documentos pessoais e principalmente o nome que era conhecido aqui no Maranhão, o chamado “nome artístico”, eu naturalmente informei ao coordenador da Rádio Nacional Rio, Philipe Deschamps, quando agora recebo a confirmação de credenciamento da FIFA, direto de Zurique, Suíça. Sabem que nome está no credenciamento? Eu me emociono, calma…  “Juraci Vieira”.

De onde estiver pai, sei que está feliz, e pode ter a certeza que com o seu nome vou relembrar um pouco da sua vida profissional na história das copas.

Eu te amo pai, por toda a minha vida!!!

De um filho apaixonado, Juraci Filho.

Neste domingo, haverá uma missa às 17h, na igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Cohab. Haverá também um minuto de silêncio no super-clássico, Sampaio x Moto, em homenagem póstuma ao campeão Juracy Vieira.

Todos estão convidados, obrigadoooo!

Foto: Acervo Talvane Lukatto

3 comentários »

Show do Monobloco

0comentário

monobloco

A programação de shows do “Carnaval do Maranhão – É só alegria no coração” será aberta pelo Monobloco, neste domingo (23), às 19h, na Praça Deodoro (Centro). A banda retorna à folia da cidade depois do sucesso alcançado no ano passado. A noite também destaca o suingue de Pepê Júnior e a irreverência do Bicho Terra. O roteiro é organizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma) e Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), com apoio da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) e do São Luís Convention & Visitors Bureau.

O Monobloco traz para o pré-carnaval de São Luís o baile que roda o Brasil e se tornou conhecido por arrastar milhares de foliões no encerramento do carnaval carioca na Avenida Rio Branco. No palco, eles mostram a versão Monobloco Show da apresentação de rua.

São 17 integrantes, que se apresentam o ano inteiro em todo o país e no exterior, com uma média de 10 shows por mês. E em seu “Arrastão da Alegria”, título do mais recente CD, o grupo segue resgatando clássicos, sambas garimpados, pérolas da MPB, marchinhas e canções do imaginário pop, ao mesmo tempo em que reúne composições inéditas, novos estilos e batidas.

Criada em 2000, por C.A. Ferrari, Celso Alvim, Mário Moura, Pedro Luís e Sidon Silva – integrantes da banda Pedro Luís e A Parede – a partir de uma oficina de percussão, a banda traz no repertório músicas como “Arrastão da Alegria” (Rogê/Fred Camacho/Marcelinho Moreira), “Samba de Arerê” (Xande/Arlindo Cruz/Mauro Jr.), “Garota Nacional” (Chico Amaral/Samuel Rosa), “Tu Quer?” (Lenine), “Homem com H” (Antônio Barros), “Me Deixa” (Marcelo Yuka/Falcão/Xandão/Marcelo Lobato/Lauro Farias), “Pra São Jorge” (Paulo César Ribeiro) e “Chove Chuva” (Jorge Ben Jor).

No palco, haverá shows também nas quatro noites de folia oficial. A festa ficará por conta de Daniela Mercury (sábado, dia 1º), Diogo Nogueira (dia 2), Israel Novaes (dia 3) e Paralamas do Sucesso (dia 4), sempre a partir das 19h.

Para as apresentações, uma superestrutura foi montada na Praça Deodoro. Um palco com 30m de largura por 12 de profundidade, com modernos equipamentos de luz e som, foi instalado para receber as atrações, que farão a festança dos foliões. Painéis de led gigantes vão garantir a visão privilegiada de qualquer ponto da área.

Além disso, a Praça Deodoro ganhará segurança reforçada por um Centro Policial instalado no espaço, com presença de homens da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Na área da saúde, para o caso de necessidade, haverá posto médico com equipes de plantão e ambulâncias. Dezenas de banheiros serão instalados na área.

Fotos: Antônio Martins

sem comentário »

Encontro no PEN

0comentário

reuniaopen

O Partido Ecológico Nacional (PEN) sob o comando do deputado Jota Pinto reuniu a militância e candidatos a deputados estaduais e federais, nesta sexta- feira (21), na sua sede no Monte Castelo e promoveu ampla discussão sobre a conjuntura nacional e estadual.

O PEN terá como candidatos a deputado federal, o deputado estadual André Fufuca, o ex-prefeito de Itapecuru e ex-presidente da Famem, Júnior Marreca, além do advogado e professor Oduvaldo Cruz.

Embora o partido participe da sua primeira eleição é o que mais cresce no Brasil, contando com dois deputados estaduais no Maranhão e dois suplentes Sérgio Vieira e Priscila Sá.

sem comentário »