Mutirão de hérnia

0comentário

mutiraohernia

Cirurgiões gerais de outros estados e maranhenses participaram, esta semana, da parte prática da Jornada Nordestina de Hérnia – promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). O encontro teve início no Conselho Regional de Medicina (CRM), onde foram discutidas as novas técnicas de procedimentos, e encerrado no Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral) com a realização dos procedimentos cirúrgicos em 12 pessoas.

Coordenador da Jornada e diretor do Hospital Geral, Luiz Alfredo Netto Guterres disse que o evento serviu para debater as novas técnicas cirúrgicas voltadas para a hérnia e as que são possíveis de serem aplicadas ao Sistema Único de Saúde (SUS). “Este é um encontro que reúne renomados cirurgiões para que possamos trocas experiências e melhorar ainda mais os atendimentos aos nossos pacientes”, justificou.

O cirurgião geral Flavio Malcher, do Hospital Universitário do Rio de Janeiro, disse que encontros como estes foram realizados em estados como Paraíba, Rio de Janeiro e Pernambuco e servem para mostrar as novas tecnologias. “Estamos trazendo novas telas para serem usadas nas cirurgias de hérnia abertas e por videolaparoscopia”. Cirurgiões do Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás e o médico Valentin Vega, que veio da Colômbia, participaram dos procedimentos cirúrgicos.

A Jornada de Hérnia foi realizada pela SES, em parceria com a Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal (SBH). Mesas redondas, palestras, conferencia, discussões e debates sobre temas como análises de casos complexos, papel das sociedades médicas, experiências realizadas no Maranhão e em outros estados, tratamentos de hérnias, definição e classificação, entre outras abordagens, fizeram parte da programação.

Foto: Francisco de Paula

Sem comentário para "Mutirão de hérnia"


deixe seu comentário