Saúde preventiva

1comentário

edivaldoehelena

A população atendeu ao chamado da Prefeitura de São Luís e compareceu nos postos de vacinação para o Dia D contra o Sarampo neste sábado (8). No Centro de Saúde da Liberdade, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior acompanhou a vacinação ao lado da secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, e agradeceu a todos que disponibilizaram tempo para ajudar na imunização e compareceram para vacinar as crianças.

“Essa é uma boa maneira de comemorar este dia muito especial, que é o Dia da Mulher. Vamos todos nos unir para vacinar nossas crianças. Esta campanha que começou pouco antes do carnaval, chega agora a seu Dia D, contemplando toda a região metropolitana. Temos que nos mobilizar, com a ajuda da imprensa para avançarmos e conseguirmos vacinar 100% das crianças na faixa etária”, afirmou o prefeito.

Edivaldo Holanda Júnior também enalteceu o trabalho da secretária Helena Duailibe, que tem buscado parcerias para o setor e obtido avanços significativos na saúde ludovicense. A secretária afirmou que as parcerias têm sido fundamentais para a obtenção dos resultados positivos. Ela declarou que o objetivo agora é que toda a população se mobilize, transmitindo a informação para vizinhos e amigos, para que levem as crianças para vacinar.

“Saúde não se faz sozinho. Quando o prefeito nos convidou para assumir, sabíamos do desafio. Estamos fazendo um grande esforço para as que as ações tanto preventivas quanto curativas funcionem. Hoje, é dia de mais uma ação preventiva. E temos contado com parceiros como o governo estadual, governo federal, a imprensa e, principalmente, a sociedade. Vamos cumprir nossa meta de até o dia 14 vacinar 100% da população maior de seis meses e menor de 14 anos”, pontuou.

Exemplo das parcerias institucionais, o secretário adjunto de Saúde do Estado, Alberto Carneiro, esteve presente no Dia D, acompanhando a vacinação ao lado do prefeito e da secretária de Saúde. Devem ser vacinadas as crianças com mais de seis meses e com menos de cinco anos que nunca foram vacinadas contra o Sarampo. Somente no Centro de Saúde da Liberdade, a meta é imunizar 3 mil crianças. Em toda a São Luís, são 73 mil. A criança deve tomar a segunda dose 30 dias após a primeira.

Acompanharam a ação do Dia D contra o sarampo os vereadores Chico Carvalho (PSL), Heron Simões (PSL), Edmilson Jansen (PTC), Josué Pinheiro (PSDC), Pavão Filho (PDT), Pedro Lucas Fernandes (PTB), Paulo César (PCdoB) e Rose Sales (PCdoB). Vários secretários municipais também estiveram presentes acompanhando a campanha.

Foto: Fabrício Cunha

1 comentário »

Fascismo de ‘oposicionistas’

3comentários

igorlagoPor Igor Lago

or respeito à opinião pública e a aqueles que são pela renovação verdadeira da política, pela transparência e pela ética em todas as circunstâncias da vida, faço as seguintes considerações sobre matéria encomendada dos auxiliares do fascismo de quinta categoria no Maranhão:

1. Jamais dei entrevista exclusiva ao jornal “O Estado do Maranhão”. Mas aqueles que lidam com a informação poderiam se lembrar que o ainda juiz federal Flávio Dino, em 2004, já teve o “prestigiado” espaço de página inteira quando tentou viabilizar a sua candidatura a prefeito de São Luis com o apoio dos Sarneys e do Lula, o que veio a acontecer nas eleições para prefeito de São Luis em 2008;

2. Quem atinge a imagem de qualquer partido político é quem, ao ocupar cargos administrativos ou mandatos eletivos, os usa em benefício próprio, em vez de servir à sociedade. Quando presidente do PDT do Maranhão ajudei a reorganizá-lo sob o legado de papai, apesar de todas as sabotagens dos que se encontram apadrinhados pelos donos nacionais do partido. Ao contrário, lutei até o fim por sua refundação, uma vez que se desfigurou e virou espaço da politicalha, do fisiologismo,  balcão de negócios e partícipe de escândalos que não param de vir à tona para decepção dos verdadeiros trabalhistas;

3. Em todos os textos que escrevo está clara a minha posição política alternativa às duas forças que se digladiam no estado, o sarneísmo e os seus dissidentes reinaldo-dinistas. Ambos, duas caras da mesma moeda, pensam e fazem a “realpolitik”, a luta pelo poder e nada mais. Além dessa posição, procuro manter-me distante daqueles que usam a política como “escala social” e carregam processos nas justiças estadual e federal por atos de corrupção e/ou de improbidade administrativa;

4. Quanto à minha vida profissional, sou médico concursado funcionário público federal licenciado por motivo de doutorado, e médico concursado funcionário público estadual no interior do estado de São Paulo onde resido. Trabalho, ainda, na cidade de Imperatriz, desde julho de 2006, como médico de uma empresa da qual sou sócio minoritário (proprietário de 10% de suas cotas) que presta serviço de alta complexidade na área de cardiologia e recebo meus honorários médicos, como os demais colegas. Nunca fui administrador nem diretor clínico da empresa que presta seus serviços de forma legítima, assim como nunca tive sinecuras ou cargos públicos em prefeitura de São Luis, governo do Maranhão ou orgãos e autarquias federais. (Ah! Jamais fui dono de hospital em lugar nenhum, seja em Fortaleza, Ribeirão Preto ou Imperatriz, como espalham por aí);

5. Este serviço, por ser o único de Imperatriz e região, além de ter contratos com convênios e seguros de saúde, tem, desde 2006, contrato com a secretaria de saúde do estado, para realização de exames diagnósticos e terapêuticos pelo SUS, o que vem sendo feito nos governos José Reinaldo, Jackson Lago e Roseana Sarney e com os secretários de saúde Dra. Helena Duailibe, Dr. Edmundo Gomes e o atual Sr. Ricardo Murad, o que pode ser confirmado no Diário Oficial do Estado do Maranhão.

O “modus operandi” do fascismo sempre foi o de atingir, por todos os meios, os adversários e discordantes. Mussolini e Hitler foram antônimos da tolerância política. Stalin e o atual chefete gordinho da Coréia do Norte idem. E estamos assistindo no Brasil situações semelhantes como, por exemplo, o uso da mídia virtual para publicar matérias pseudojornalísticas com o único objetivo de atingir as pessoas sem sequer fazer uma investigação da informação, ouvir as partes envolvidas, saber profundamente dos fatos.

Expor o pensamento político com argumentação política, e não pessoal,   é o que todos devemos fazer. Infelizmente, em sua grande maioria, as instituições brasileiras e maranhenses, assim como os seus atores estão vulgarizados. No Maranhão, os atuais baluartes de uma determinada oposição criaram uma rede virtual para caluniar e inibir a todos que não compartem de suas ideias e práticas políticas. Sob o véu de um antisarneísmo (logo eles!) usam o vale tudo contra todos os que discordam e se opõem aos seus pontos de vista. Fico a imaginar do que seriam capazes se chegarem ao governo do estado. Oxalá que tenhamos alternativa!

Mas, acredito que o povo é maior. E, mentira, como diz o ditado popular, tem pernas curtas.

* Igor Lago é médico e filho do ex-governador Jackson Lago

3 comentários »

Fiscalização de táxis

0comentário

Coetran_3

A Prefeitura de São Luís inicia, no dia 15, a fiscalização dos táxis que circulam na cidade. Caso o condutor ainda não tenha renovado a permissão anual de sua licença, terá de pagar multa de R$ 85,13 e será penalizado em quatro pontos na carteira, conforme estabelece o Código de Trânsito Brasileiro.

Para renovar a permissão, o taxista deverá ir à Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), de segunda a quinta-feira (das 13h às 19h) e às sextas-feiras (das 8h às 13h), onde será feita uma vistoria do seu veículo. Serão verificados 23 itens como limpeza, placas, vidros, pneus, instalação elétrica, freios, extintor de incêndio entre outros.

O taxista deverá apresentar requerimento assinado pelo permissionário ou procurador legalmente constituído, através de procuração pública; certificado de registro de licenciamento do veículo (CRLV) na categoria aluguel, dentro do prazo de validade; comprovante de aferição do taxímetro, com até 12 meses de emissão; documento de identidade e CPF; carteira nacional de habilitação (CNH) não expirada; comprovante do recolhimento de contribuição sindical; comprovante de endereço atualizado; atestado negativo de antecedentes criminais; foto 3×4 recente; e nada-consta de multas do veículo.

Em casos de irregularidades, os táxis não recebem o Selo 2014 e é dado ao motorista um prazo para a adequação do veículo às normas. O Selo é uma garantia que a Secretaria de Trânsito e Transportes dá ao usuário de que aquele veículo está em condições de prestar o serviço e somente será emitido se for comprovado que o táxi atende às exigências necessárias para o serviço de transporte de passageiros.

sem comentário »

Inscrições dos JEMs

0comentário

futebol

Os municípios interessados em colocar suas escolas nos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) tem até a próxima sexta-feira para confirmarem suas presenças. Para isto é preciso é preciso fazer a entrega de toda documentação na sede da Secretaria de Desporto e Lazer (Sedel), que fica no Outeiro da Cruz.

O endereço virtual para mais informações é o www.esporteelazer.ma.gov.br.

Em 2014, os Jogos Escolares serão divididos em três fases: Metropolitana/Municipal, Regional e a decisiva Estadual. Ano passado foram quatro fases.

A fase Estadual, nas modalidades coletivas, será disputada por 16 escolas, sendo oito da região metropolitana e as demais dos outros municípios.

Apenas o futsal terá vinte equipes na fase final, sendo 12 da região metropolitana.

Foto: Biaman Prado/Sedel

sem comentário »

Educação terá mais R$ 43 milhões

0comentário

pedrofernandesPara implementar diversas ações que resultem na melhoria dos indicadores e na oferta de ensino de qualidade, de acordo com o Plano de Ações Articuladas (PAR), focando nas áreas de educação especial, quilombola, indígena, alfabetização e educação do campo, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) deverá receber quase R$ 4,3 milhões até o final do ano.

Os recursos serão liberados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), de acordo com o termo de compromisso firmado pelo secretário de Educação, Pedro Fernandes Ribeiro, com o Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi).

De acordo com Pedro Fernandes, com os termos de compromissos da Secadi validados pela Seduc, os recursos foram empenhados, aguardando a execução dos processos licitatórios.

Do total geral de R$ 4.252.265,52 a serem liberados pelo FNDE, R$ 40.724,00 serão destinados na aplicação para elaborar ou atualizar o Plano Estadual de Educação e R$ 481.214,00 na formação continuada em metodologia de ensino para 500 professores da Educação de Jovens e Adultos (EJA); R$ 71.699 na formação continuada na área de deficiência intelectual e dos transtornos globais do desenvolvimento para professores da rede estadual de ensino.

Mais de R$ 1,5 mi serão destinados à formação de professores indígenas nos territórios educacionais pactuados para formação inicial em nível de magistério ensino médio; R$ 94.805,30 na elaboração da instituição e regulamentação da profissionalização e reconhecimento no magistério indígena, com criação de categoria e ano de carreira especifico, dos povos indígenas; R$ 240.525,56 para capacitar 16 gestores de escolas indígenas; e mais R$ 64.626 para aprovar e implantar o novo plano de carreira, cargos e salários para educação indígena.

Também foi firmado o termo de compromisso para formar para ensino do Sistema Braille os professores de salas de recursos multifuncionais em escolas publicas com matriculas de estudantes cegos em classe do ensino regular com o investimento de R$ 161.259,04.

Para apoiar os centros públicos de distribuição de material na produção de livros digitais acessíveis e complementos em Braille para estudantes com deficiência visual matriculados nos anos finais do ensino fundamental das escolas públicas de educação básica serão destinados R$ 169.737,28.

Mais R$ 170.255,80 do total de recursos serão destinados a apoiar os centros públicos de distribuição de material didático acessível na produção de livros digitais acessíveis em Braille para estudantes com deficiência visual matriculados no ensino médio das escolas públicas de educação básica.

Os recursos empenhados de acordo com os termos de compromissos da Secadi validados pela Seduc também serão aplicados em ações como a formação de equipes envolvidas com a educação em prisões estaduais (R$ 61.035,40: para ofertar formação continuada para professores que atuam na educação básica da rede estadual (R$ 580.717,00) e para realizar formação para gestores e supervisores escolares em educação inclusiva (R$ 37.126,44).

Para implementar ações que resultem na melhoria da oferta de ensino de qualidade, a Seduc deverá investir R$213.438,00 para oferecer formação continuada em Língua Brasileira de Sinais (Libras) para os professores de salas de recursos multifuncionais em escolas públicas com matrículas de estudantes com surdez em classe comum do ensino regular; para ofertar formação continuada para professores da educação básica que atuam em escolas quilombolas e em atendimento educacional especializado em educação do campo (R$ 255.138,00); e para realização de reuniões com a comissão gestora do Pacto Etnoeducacional Timbira e Povo Indígena Tupi (R$101.624,00).

sem comentário »

Circuito Maranhense

0comentário

beach

A bola vai rolar a partir deste sábado para mais uma etapa do Circuito Maranhense de Beach Soccer – temporada 2013/2014, competição promovida pela Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS). Desta vez, o torneio será disputado na cidade de Olinda Nova e contará com a participação de dezoito equipes. O campeão desta etapa será conhecido somente na próxima quinta-feira (13), data da final.

Vale destacar que a equipe vencedora desta etapa estará automaticamente classificada para a fase final da competição, que ocorrerá em São Luís. A FMBS ainda definiu as datas da fase final do Circuito Maranhense.

Na última etapa do Circuito Maranhense, realizada na cidade de Peri Mirim, o título ficou com a equipe do Portinho, que derrotou o Papa Tudo na decisão. A vitória por 6 a 5 garantiu o Portinho na etapa final da competição.

Foto: Paulo de Tarso Jr./Divulgação

sem comentário »

Construção do Anel da Soja

2comentários

Luis Fernando em Balsas

A maior obra pública do sul do estado e rodoviária do Maranhão, o Anel da Soja, foi iniciada nesta sexta-feira (7), com a assinatura da ordem de serviço pelo secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, no município de Balsas. É um conjunto de quatro rodovias estaduais que serão interligadas com serviços de pavimentação e restauração, totalizando 684 km.

O Anel da Soja tem importância estratégica para o desenvolvimento do agronegócio no Maranhão e vai beneficiar, aproximadamente, 150 mil habitantes das principais sedes municipais da região, como Balsas, Riachão, Carolina, Tasso Fragoso e Alto Parnaíba, que serão impactadas pelo empreendimento.

Nesta primeira etapa está contemplada a pavimentação da rodovia MA-140, no trecho de 67 km, que liga Balsas até o entroncamento da MA-007 (Povoado Ouro). E ainda as obras na MA-007, que contemplam o trecho entroncamento da MA-140 até o Km 50, totalizando 50 km. Os 117 km de estrada asfaltada contam com investimentos da ordem de R$ 130.226.019,61.

Acompanhado do prefeito Luís Rocha Filho (Rochinha), Luis Fernando ressaltou a importância da Região Sul para o desenvolvimento econômico do Maranhão. “O Anel da Soja é um estímulo à produção de grãos e a cadeia produtiva da soja será ampliada. Vamos fazer a renda chegar ao agricultor familiar e estimular a implantação de empreendimentos agroindustriais, gerando empregos e oportunidade trabalho, além de renda para a população dessa região”.

Luis Fernando lembrou que, ao todo, o Anel da Soja tem sete trechos e serão mais de 600 km de estrada asfaltada. “São 451 quilômetros de estradas novas e 233 km de restauração, ligando Tasso Fragoso a Alto Parnaíba. O investimento é superior a R$ 765 milhões, na maior obra rodoviária de todo o estado”.

Investimentos
O Anel da Soja trata-se de um conjunto de quatro rodovias estaduais (MA-006; MA-007; MA-132 e MA-140) a serem interligadas com obras de pavimentação e restauração, localizadas na região próxima ao estado de Tocantins e a maior produtora de soja no Maranhão.

O Anel da Soja terá obras na MA-140, trecho do Entroncamento da MA-007 até a divisa do Maranhão/ Tocantins (Porto Cordeiro), com 52 km.  E na MA-007, ligando o Km 50 até o Povoado Batavo, com 83,7 km de extensão. Já a MA-132 terá obras no trecho da BR-230, em Riachão, até o entroncamento da MA-140, no Povoado Coqueiro. Os recursos dessas etapas são financiados pelo Governo do Maranhão e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES).

A 2ª fase do Anel da Soja inclui obras de restauração na MA-006, nos trechos Balsas até Tasso Fragoso, com 143 km, e de Tasso Fragoso até Alto Parnaíba, com 90 km de extensão. Nestas etapas, os recursos são do Tesouro Estadual.  Já a 3ª e última etapa será de obras de implantação, na MA-141, promovendo a interligação da MA-006 (Pisa no Freio) até a MA-007 (Povoado Batavo).

2 comentários »