De título a rebaixamento

3comentários

uiliancorreaO repórter Afonso Diniz fez um belo levantamento sobre o que pode ser o futuro do Sampaio, no Campeonato Brasileiro Série B. Não é uma previsão, mas um estudo sobre o aproveitamento dos clubes na competição nas últimas oito edições.

Atualmente, o Sampaio Corrêa ocupa a sexta colocação do Brasileiro da Série B. Em dez jogos, o Tricolor somou 16 pontos, chegando a 53.3% de aproveitamento, que nesse momento poderia ser suficiente até mesmo para o acesso à Série A.

Não entendeu? Quem explica isso é a matemática. Fazendo uma projeção da campanha do Sampaio nas dez primeiras rodadas e repetindo o desempenho do time tricolor nas próximas 28, o Sampaio chegaria a 60,8 pontos. Pontuação, por exemplo, do quarto colocado da Série B 2013, o Figueirense, que fez 60, e conseguiu acesso no ano passado.

No entanto, durante as oito edições anteriores, em que a Série B  foi disputada em pontos corridos, este número tem demonstrado considerável variação. O time que conseguiu acesso com maior pontuação foi o Vitória, em 2012, fez 71. Fazendo uma comparação com o acesso do Figueirense, ano passado, exatos onze pontos superiores.

A reportagem do Globoesporte fez uma média das últimas oito edições do Brasileiro da Série B e chegamos a “zona de corte” para o acesso. Segundo o número, entre todas as competições nestes moldes, para subir a equipe deverá somar 62,8. Pontuação dentro da projeção de campanha do Sampaio levando em conta as dez primeiras rodadas.

Tomando como base a mesma formula de projeção e levando em conta a pontuação dos campeões do modelo de pontos corridos, o número cresce consideravelmente para ser campeão. A média é de 76,2 pontos. O time que foi campeão com menor pontuação foi o Coritiba com 69, em 2007. O campeão com mais pontos foi o Corinthians, quando em 2008, alcançou 85.

Já a média da competição em relação ao último time fora da zona de rebaixamento parece bem modesta para as projeções atuais do Sampaio.  De acordo com a “zona de corte”, um time não cai desde que faça 40 pontos. Dentro das oito edições da Série B, o time que se livrou com mais pontos fez 50, o Ceará, em 2007. A menor pontuação foi a do Guaratinguetá, que se livrou com 43, em 2012.

Confira quadro de pontuação (2006-2013)*

– 2006: Atlético MG (71); América RN (61) e CRB (44)

– 2007: Coritiba (69); Vitória (59) e Ceará (50)

– 2008: Corinthians (85); Barueri (63) e Fortaleza (45)

– 2009: Vasco (76); Atlético/GO (65) e América-RN (46)

– 2010: Coritiba (71); América/MG (63) e Vila Nova (46)

– 2011: Portuguesa (81); Sport (61) e ASA (48)

– 2012: Goiás (78); Vitória (71) e Guaratinguetá (43)

– 2013: Palmeiras (79); Figueirense (60); Atlético GO (44)

* Pontuações dos campeões, dos 4º colocados e 16º colocados (1º acima da zona do rebaixamento) nos anos anteriores das edições da Série B em pontos corridos, com vinte times.

3 comentários para "De título a rebaixamento"


  1. José Carlos Pereira Martins

    A matemática vai ser dentro de campo. Não adianta fazer projeções tendenciosaas, poi estamos no caminho certo.

  2. raimundo nonato lima moraes

    Eu sou um dos defensores do acesso neste campeonato,embora quando coloquei este ponto de vista após o empate com o Avaí recebi uma réplica indiretamente,aonde era colocado a necessidade do time passar umas três temporadas na série B para poder formar jogadores locais e ter uma melhor estrutura,sendo uma opinião que respeitamos,mas vale lembrar que equipes atualmente na série A como o Sport,equipe mais bem equipada que o Sampaio volta e meia cai para a B.Ontem li no noticiário local uma entrevista aonde Flávio Araújo dizia que não tinha dúvida do acesso do Sampaio,acho essa conclusão precipitada e para que isso aconteça temos que jogar muito mais do que estamos apresentando.É isso, primeiro despachar a degola e depois vamos ver o que vai dar.

    • Raimundo Coelho

      Ta respondido…

deixe seu comentário