Dramático e histórico

0comentário

juliocesar-alexissanchez-ap

Todos nós sabíamos que seria difícil, mas jamais imaginávamos que seria tão dramático, mas o Brasil passou pelo Chile e está nas quartas de final da Copa do Mundo.

Depois de um empate por 1 a 1, no tempo normal e na prorrogação, o Brasil venceu o Chile, nos pênaltis por 3 a 2 e vai enfrentar a Colômbia que venceu o Uruguai por 2 a 0, na próxima sexta-feira, às 17h, na arena Castelão, em Fortaleza.

A Seleção Brasileira fez a sua pior partida na Copa. Largou na frente num gol de David Luiz, no primeiro tempo e sofreu o empate numa vacilada da defesa que Sanches aproveitou para o Chile.

No segundo tempo, o meia Huck fez um gol legítimo que o árbitro inglês anulou de forma errada. Foi só. O Brasil estava irreconhecível em campo.

A partida foi para a prorrogação, o Brasil tentou pressionar, mas o time continuava mal. No último minuto da prorrogação, o Chileno Pinilla ainda mandou uma bola no travessão de Júlio César calando o Mineirão.

A decisão foi para os pênaltis. O Brasil fez 1 a 0 com David Luiz. Júlio César de forma sensacional defendeu as duas primeiras cobranças do Chile. Willian e Huk perderam para o Brasil. Neymar fez a última cobrança e o chileno Jara mandou a bola no poste do goleiro brasileiro.

Foi dramático, mas o Brasil segue na Copa.

Foto: AP

Sem comentário para "Dramático e histórico"


deixe seu comentário