Greve dos professores

7comentários

reuniaoeducacao

Pelo visto, o que parece não ter fim mesmo são as negociações entre professores e a Prefeitura de São Luís para o tão desejado fim da greve da categoria. Mas, o que de fato pode estar acontecendo?

Em primeiro lugar, o que temos percebido é que as negociações entre a categoria de professores e a Prefeitura nunca foram interrompidas. Na última quarta-feira, dia 9, aconteceu o quarto encontro com os sindicalistas e representantes da secretaria municipal de educação. Que a greve é considerada ilegal todos já sabem. Inclusive, nessa mesma quarta-feira, a promotora da educação, Luciane Belo, manifestou a necessidade de que as aulas retornem no dia 21 de julho, quando deve iniciar o 2º semestre letivo.

Um adendo importantíssimo deve ser feito aqui: desde o início das negociações a postura mais serena é a da promotora Luciane. Ela conseguiu, como ninguém, apaziguar todos os ânimos nos momentos mais exaltados.

Em segundo lugar o que pais, mães e toda a sociedade quer,  é ter a certeza de que após as férias, os seus filhos voltem a ter aulas. Segundo fontes que estavam no local, uma das frases que sem dúvida marcou a reunião foi quando a promotora relembrou que todos estavam defendendo interesses legítimos. Ela, enquanto representante da sociedade, defendeu o direito de crianças e jovens que não podem ficar sem estudar e das mães que precisam sair para trabalhar e não têm lugar melhor para deixar seus filhos senão com os mestres que ali estavam.

Um outro ponto merece ser destacado: a atual gestão municipal está tendo que encarar enormes desafios e erros dos antigos gestores. Erros de enquadramento funcional, aposentadoria, regularização dos servidores, progressões vertical e horizontal… o que não faltam são arestas para serem aparadas, ajustes que devem ser feitos. Um por vez. Todos para ontem.

O que todos queremos é que, o quanto antes, as pendências sejam resolvidas e que os professores gozem de todos os seus direitos e  cumpram com maestria e amor o seu  dever-missão: garantir que todas as crianças e adolescentes tenham aulas de qualidade.

7 comentários para "Greve dos professores"


  1. Valéria Amorim

    Percebo que a categoria esta apenas criando problema ou seja dificultando as coisas, já decretada ilegal e os mesmo persistem nisso, convenhamos que a educação melhorou bastante, percebo o bom senso do prefeito em garantir uma educação de qualidade, porém a nossa cidade passa por dificuldades e não tem como atender todas as vontades desses professores não existe só eles. Vejo apenas como pessoas descomprometidas com a sua profissão e prejudicando inumeras crianças!

  2. Nubia Costa

    Agora essa greve parece seguir para o consenso e finalização. Rogo para que todos façam sua parte e o impasse seja solucionado o quanto antes, para que no fim das férias escolares as crianças não fiquem sem aula.

  3. salete

    aí o calendário atrasa, as crianças ficam sem ala e os professores nao voltam…

  4. Fábio Vidal

    Essa greve não já foi declarada ilegal? e o que é que esses professores ainda fazem parados? Eles estão defendendo os direitos dele e quem é que defende o das crianças de ter educação? Sinceramente essa greve passou dos limites, a prefeitura já tentou de tudo para acabar e os professores ainda insitem nisso.

  5. Ana Célia

    Os únicos culpados por essa situação são os professores, pois mesmo com constantes reajustes em seus salários nunca estão satifeitos e nunca estarão. Só espero q quando as crianças retornarem para suas aulas esses tais já tenham voltado a trabalhar, o q a maioria ñ faz, pois vivem justificando suas faltas.

  6. Cintia Malu F

    Só acho que o trabalho da prefeitura deve ser valorizado. Só acho!

  7. Raimundo Coelho

    Hoje,com 9476 apostas premiadas em r$ 5,00 .o moto Club de são Luís foi sorteado na lotomania,diga-se de passagem com,1023 apostas a mais que seu rival.motenses confiram suas apostas.

deixe seu comentário