Mão pesada

5comentários

arbitragem

O árbitro Pernambuco Gilberto Castro Júnior não fez questão de poupar o Sampaio na súmula do jogo com o Vasco, ontem, contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro Série B.

Gilberto Castro Júnior relatou o incidente em que torcedores jogaram “laranja” contra o trio de arbitragem na descida para o vestiário após o primeiro tempo.

Todo mundo sabe que o Sampaio já foi castigado em 2012 na Série D e em 2013, na Série C com a perda do mando de campo, exatamente por conta do mal comportamento de alguns torcedores.

Também foi relatada a utilização de objeto eletrônico (rádio) para comunicação entre o técnico Lisca e o banco de reservas, uma vez que o treinador estava cumprindo suspenção imposta pelo STJD.

O técnico Lisca também foi citado por invasão do campo ao final do jogo para tomar satisfação com o trio de arbitragem. “Isto é uma vergonha, uma vergonha. É a segunda vez que você faz isso comigo”.

E finalmente, o árbitro relata a expulsão do atacante Edgar, após o segundo gol do Vasco que havia sido substituído e estava no banco de reservas.

O Sampaio vai ter dificuldade para se defender de tudo isso.

Foto: Paulo de Tarso Jr. / Imirante

5 comentários para "Mão pesada"


  1. Jon

    Eis um verdadeiro apitador de apito, simplesmente….

  2. Rubem Cesar Soares

    A verdade é que o Sampaio vai ter que jogar em outra cidade, provavelmente em Teresina, isso significa um grande prejuízo financeiro e técnico para o clube.Mais uma vez aparece um idiota para prejudicar as equipes locais, já aconteceu com o Moto e com o Sampaio.
    Civilidade não é favor, é obrigação !!!

  3. Luis Henrique Santos

    Esse comentário deve ser de alguém do RJ, eu não acredito que seja de alguém do MA:
    Entretanto, o que se viu ontem foi um estádio praticamente dividido. Como se o Vasco estivesse jogando um clássico no Maracanã. É inegável que o Gigante da Colina tem a segunda maior torcida do Brasil, porque onde jogou fora de casa foi recorde de público. Em conversa com o presidente do clube Roberto Dinamite, no início do ano, ele me disse que existe um estudo no qual o segundo estado no país que mais têm vascaínos é o Maranhão.
    Apesar do árbitro da partida, o pernambucano Gilberto Rodrigues Castro Júnior ter feito uma péssima arbitragem e deixado de marcar pênaltis para ambos os lados, o jogo foi muito bom. Com jogadas belíssimas e quatro gols. A única deficiência do time tricolor foi ter ficado nervosa com a arbitragem, que acabou com expulsão de Edgar, depois ser substituído, e a invasão do técnico Lisca, porque depois que a equipe colocou a bola no chão e decidiu jogar o empate veio fácil.
    Diante do espetáculo dentro e fora do gramado, para mim a partida em Sampaio 2 x 2 Vasco foi a partida do ano.

    Cara, te muda para o Rio de Janeiro.
    Quando falo para vc que a imprensa maranhense é tola e tendenciosa vc fica com raiva.
    Valorizem o nosso Estado abestados.

    • NILTON SANTOS

      Há pessoa, infelizmente, que afirmam coisas sem nexo. Dizer que no jogo de terça-feira a torcida estava dividida é, simplesmente, ridículo, pois o que vi foi um estádio cheios de bolivianos; no mínimo, 70% das pessoas que ali estavam eram torcedoras da Bolívia Querida. O fato de haver mais de 40.000 pessoas no estádio, em um jogo em que um pseudo-grande time estava presente, não significa dizer que os expectadores estavam lá para admirar esse pseudo-grande time. Se assim fosse, quando o Sampaio jogou com VILHENA; MIXTO; BARAÚNAS e CRAC (série D); com SANTA CRUZ (2 vezes); FORTALEZA; VILA NOVA e MACAÉ (série C); com PARANÁ; CEARÁ e VASCO (este ano na série B); metade do estádio (com mais 30.000 pessoas) eram torcedores dos adversários ??????????? Vamos ser francos. Na terça-feira, contra o VICE DA GAMA, a torcida do sampaio foi maioria esmagadora, a despeito – isso é bom que se diga – de fazer pouco barulho (torce calada, assistindo ao jogo).

  4. Luis Henrique Santos

    Companheiros da imprensa maranhense:
    Como vocês, a maior parte de vocês são tão inertes. Lá em PE, RJ, SP ou qualquer outro lugar mais esclarecido que no MA (meu Estado), o pessoal dá ênfase para o time local. Muitas da vezes até mesmo o tipo da casa sendo beneficiado, mais aí tem muita gente incompetente e despreparada para está trabalhando na imprensa esportiva. Valorizem o que é da terra. O Sampaio foi totalmente prejudicado nesta partida e eu não vejo ninguém se manifestar contra o mesmo. Se a imprensa é imparcial, que exerça o seu papel neste momento e diga: O Sampaio Correa foi prejudicado e o árbitro foi tendencioso.
    Vão morar no RJ ou SP para vocês saberem dar valor ao que é da terra.
    Tanto Moto ou Sampaio Correa precisam de apoio e não de pessoas da própria terra que estão nadando “contra a maré”.
    Mostrem o que o arbitro fez durante a partida, porque se vocês não sabem até Joel Santana disse que o Vasco foi prejudicado. Lembrem-se do primeiro jogo em Teresina foi até aos 50 minutos segundo tempo e sem necessidade.
    Aprendam com os pernambucanos que amam os clubes do seus estado, os únicos do nordeste a fazerem isto.

deixe seu comentário