Dia de reflexão

0comentário

EduardoBraide

O deputado Eduardo Braide (PMN) usou a tribuna da Assembleia, na sessão de ontem (3), para lembrar o transcurso do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, comemorado ontem. “Esse dia serve, na verdade, para uma reflexão sobre a vida das pessoas com deficiência”, enfatizou.

Segundo o deputado, no Maranhão, existe mais de um milhão e meio de pessoas que são portadoras de algum tipo de deficiência, dos quais em torno de 300 mil estão na capital, São Luís; acrescentando que, embora já tenha melhorado muito, essas pessoas ainda enfrentam problemas em relação à falta de acessibilidade e de mobilidade urbana.

Eduardo Braide, na oportunidade, informou que existem duas leis de sua autoria, ambas em vigor, que asseguram direitos a essas pessoas como, por exemplo, a que trata do acesso aos caixas eletrônicos e a que dá o direito de preferência na matrícula nas escolas mais próximas do seu local de trabalho ou de residência. “Mas precisa ser cobrada a sua aplicação”, observou.

O deputado lembrou que, ontem (3), completou dez anos do prazo que foi estabelecido por lei para que todo o transporte público coletivo fosse adaptado às pessoas com deficiência – razão pela qual apresentou um requerimento a ser encaminhado ao Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), cobrando informações sobre o percentual da frota de transporte público que está adaptado ao uso das pessoas com deficiência.

“Dez anos tiveram para que houvesse essa adaptação e, mais que isso, trata-se do respeito e da dignidade que a pessoa com deficiência merece. É preciso um transporte público que dê à pessoa com deficiência,  o direito de sozinho ir e vir, conforme assegura a nossa Constituição Federal”, argumentou Eduardo Braide.

Sem comentário para "Dia de reflexão"


deixe seu comentário