Blocão dos excluídos

1comentário

Carnaval

A Secretaria de Estado da Cultura (Secma) convocou os artistas excluídos da programação do Governo do Maranhão deste ano para uma reunião, que acontecerá às 16h de hoje no auditório do Centro de Cultura Popular (na Rua do Giz). De acordo com a direção da Secma, o objetivo do encontro é estabelecer, além de políticas públicas voltadas para a cultura, uma série de eventos, nos próximos meses, com a participação dos que estarão ausentes da folia momesca este ano.

A pasta não informou, até o início da noite de ontem, a quantidade de artistas que confirmaram presença na reunião. Esta será a primeira tentativa de reunião entre Secma e os artistas ausentes da programação. A pasta também confirmou que, desde a semana passada, e-mails foram encaminhados para os artistas, informando-os da exclusão da festa.

Em entrevista a O Estado na sexta-feira (30), a secretária titular da Secma, Ester Marques, confirmou – sem citar nomes – que grande parte dos mais de 100 artistas que integravam a programação do Carnaval do Maranhão foi retirada da festa este ano por motivos financeiros. “Tivemos que fazer o que foi possível, com base na realidade do Maranhão. Mesmo assim, a população poderá ficar tranquila que a festa ocorrerá e valorizará o que há de melhor na cultura local”, disse a titular da pasta.

Na lista dos artistas que ficaram fora do Carnaval estão: Adão Camilo, Ópera Produção, Alberto Trabulsi, Angela Gullar, Coqueiro da Ilha, Célia Leite, Celso Reis, Grupo Quê de Arte, Aquarela Brasileira, Quirino do Cavaco, Nivaldo Santos Produções, Kosta Netto, Chico Nô, Carlos Berg, Chico Saldanha, Celso Reis, Aranha Keneddy, Cesar nascimento, Tutuca Viana, Flávia Bitencourt, Djalma Chaves, Eugênia Miranda, Luis Carlos Dias, Zé Lopes, Edilson Gusmão, Fernando de Carvalho, Manuel Baião de Dois, Sambaceuma, Gil Estrela, jacimarry, Smith Junior, Edinho Sales, Makarrão, Guilherme Junior, Nosly, Sarah di Fátima, Walber Pessoa, Betto Pereira, Gerude, Companhia Barrica (Bicho Terra), Wellington Reis, Erasmo Dibel e Fábio Sodré.

O Estado

1 comentário para "Blocão dos excluídos"


  1. VAL FONSECA

    O mais impressionante e patético é que nessa relação dos excluídos a maioria é do circuito Madre Deus e que fizeram parte de carnavais dos governos passados.Dizer que foi contenção de custos é querer subestimar a inteligência de quem participou e participa da cultura maranhense.Onde se sabe esses grupos sempre fizeram parte.SO ESQUECERAM DE PERGUNTAR AOS FOLIÕES.Eu chamo isso de retaliação.

deixe seu comentário