Vitória fácil

0comentário

MaranhaoBasquete

O Maranhão Basquete venceu o Brasília com facilidade, no Ginásio Castelinho, em São Luís por 76 a 48, nesta sexta-feira (6) e subiu para a terceira colocação com 20 pontos, após 12 jogos com 8 vitórias e 4 derrotas, na Liga de Basquete Feminino (LBF).

Os destaques da partida pelo Maranhão Basquete foram Graziane de Morais (com 18 pontos e 4 rebotes), a norte-americana Matee Ajavon (17 pontos, 9 rebote e 7 assistências) e  e a cubana Gelis Gonzales (15 pontos e 5 assistências). A ala Iziane ficou fora do jogo cumprindo suspensão.

O Maranhão Basquete só volta a jogar no dia 23 de fevereiro contra Presidente Venceslau, em São Paulo.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Turismo em pauta

1comentário

SAMSUNG CAMERA PICTURES

O deputado federal André Fufuca (PEN) esteve reunido, juntamente com o senador Roberto Rocha (PSB), com o ministro do Turismo do Governo Federal, Vinícius Lage.

No encontro, bastante produtivo, os parlamentares maranhenses e o ministro discutiram sobre a ampliação e aplicação de recursos no Maranhão para o desenvolvimento turístico do Estado.

Os recursos serviriam para a melhoria de infraestrutura e revitalização do Centro Histórico de São Luís, revitalização da Estação de Trem no município de Rosário e da Beira Mar. Criação de um Shopping Popular para a capital, que abrigue os vendedores de rua, ampliando o projeto para os outros grandes centros econômicos do Estado.

Além disso, André Fufuca solicitou ainda a ampliação da Rota das Emoções, estrada que liga as cidades de Paulino Neves a Barreirinhas. Estrada essa de grande importância para o turismo e desenvolvimento na região dos Lençóis Maranhenses.

“Foi um encontro interessante e percebemos muito boa vontade do ministro. O Maranhão tem um potencial natural incrível, mas precisa de verbas para ampliarmos e podermos atrair turistas para o nosso Estado. Eu e o senador Roberto Rocha saímos otimista que poderemos viabilizar recursos para o turismo do Maranhão”, finalizou Fufuca.

Blog de  Jorge Aragão

1 comentário »

Metropolização em destaque

0comentário

FlavioDino

Técnicos do Governo do Estado, Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e de oito cidades estarão reunidos nesta segunda-feira (9), a partir das 9h, na Secretaria de Estado das Cidades, discutindo a revisão da Lei Complementar Estadual que instituiu a região metropolitana de São Luís.

O encontro, no qual também serão tratados assuntos relacionados aos resíduos sólidos,  foi solicitado pelo governador Flavio Dino e pelo prefeito de São José de Ribamar e presidente da entidade municipalista, Gil Cutrim.

Além de Ribamar, participarão da mesa de discussão técnicos das prefeituras de São Luís, Paço do Lumiar, Raposa, Alcântara, Santa Rita, Bacabeira e Rosário.

O trabalho tem como objetivo elaborar estudos que viabilizem a revisão da Lei Complementar Estadual inserindo na mesma, por exemplo, a criação do Conselho Estadual da Região Metropolitana, com sua estrutura de governança definida; Fundo da Metrópole e ainda ações concretas e bem definidas para serem executadas, de maneira conjunta, por municípios e estado.

O assunto implantação, de fato, da região metropolitana de São Luís – com a execução de políticas públicas comuns e parceiras entre os municípios e o próprio estado – foi retomado na última segunda-feira durante encontro, realizado no Palácio dos Leões, entre prefeitos dos municípios e o governador. A reunião foi provocada pelo presidente da Famem.

sem comentário »

Polêmico e importante

0comentário

Hildo_Rocha

O deputado Federal Hildo Rocha usou a tribuna da Câmara Federal para defender Projeto de Lei de sua autoria que, se aprovado, irá alterar dispositivos de uma Lei que vigora desde 1940. O Projeto, segundo ressaltou o parlamentar, tem como objetivo resguardar a honra das pessoas contra crimes praticados nas redes sociais.

Hildo Rocha argumenta que quando o Código Penal foi elaborado, as tecnologias da informação não se encontravam no estágio de desenvolvimento e avanço que hoje vivenciamos. “Os meios disponíveis atualmente, (facebook, blogs, WhatsApp) permitem que as notícias e opiniões se espalhem com uma velocidade fenomenal e com alcance gigantesco, potencializando, em altíssimo grau, os efeitos das informações veiculadas. Isso ganha importância maior ainda quando se trata de informações ofensivas à honra de alguém”, justificou Hildo Rocha.

O parlamentar disse que, as facilidades do anonimato, aliada a outros fatores, contribui para que os crimes contra a honra, praticados por meio das redes sociais, tenham efeito devastador na vida na vida das vítimas, causando enormes prejuízos na vida profissional, no âmbito familiar, no relacionamento com as comunidades além de abalos emocionais irreparáveis.

“Por essa razão, estou propondo a adequação do Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940 à realidade atual visando propiciar maior proteção aos cidadãos contra delitos praticados por meio da internet”, explicou Hildo Rocha. A proposta estabelece o endurecimento das penalidades previstas no Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940.

“As redes sociais são mecanismos valiosíssimos, indispensáveis para a sociedade. Mas, infelizmente existem pessoas que estão desvirtuando, fazendo mal uso dessa maravilha tecnológica que veio para facilitar a vida das pessoas não para difamar, denegrir e destruir reputações”, enfatizou Hildo Rocha.

Clique aqui e veja o pronunciamento

sem comentário »

Caso Marggion

0comentário

MojoeElias

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) negou recurso e manteve decisão do juízo da 2ª Vara de São José de Ribamar, que submete a julgamento perante o Júri Popular o ex-vereador Edson Arouche Júnior, o “Júnior do Mojó”, e o corretor de imóveis, Elias Orlando Nunes Filho.

Acusados de mandar matar o empresário Marggion Lenyer Ferreira Andrade, no dia 14 de outubro de 2011, num terreno no Araçagy, município de São José de Ribamar, Júnior do Mojó e Elias Orlando ingressaram com recurso no TJMA alegando, ausência de indícios e provas sobre sua participação no crime de homicídio, entre outros argumentos.

O relator do processo, desembargador José Bernardo Rodrigues, não acolheu os argumentos dos acusados e verificou a presença de fortes indícios que apontam a participação dos acusados no crime, cabendo ao Júri Popular, enquanto juízo natural, a análise aprofundada do caso.

“Deve a tese defensiva ser examinada, de forma detalhada e pormenorizada, pelo Tribunal do Júri, juízo constitucional competente para o julgamento dos crimes dolosos contra a vida”, ressaltou.

O magistrado citou diversos trechos de depoimentos dos executores do crime e familiares da vítima, dando conta de que o mesmo já denunciara ameaças de morte de estelionatários que pretendiam esbulhar terreno de sua propriedade, sendo seguido por veículos de propriedade de Elias Orlando.

O caso – Os familiares do empresário Marggion Lenyer Ferreira Andrade comunicaram seu desaparecimento na noite de 14 de outubro de 2011. O corpo de Marggion Andrade foi encontrado no dia seguinte, com uma perfuração de bala na nuca, em uma cova rasa de um terreno de sua propriedade.

O caseiro Roubert dos Santos e um adolescente confessaram a participação no crime, que teria sido cometido a mando de Elias Filho. Marggion Andrade teria dito ao caseiro que Elias Nunes Filho e Júnior Mojó queriam tomar o terreno de sua propriedade e viviam ameaçando-o de morte.

O caseiro comentou com seu cunhado, o ex-presidiário Alex Nascimento de Sousa, sobre a proposta de R$ 5 mil que lhe teria sido oferecida para matar o empresário. Marggion Andrade foi morto por um tiro na nuca disparado por Alex, que confessou ter cometido o crime em troca de R$ 15 mil, e citou os nomes de Elias Nunes Filho e Júnior Mojó

sem comentário »

Futebol na telinha

15comentários

unnamedCom os caixas vazios e sem qualquer previsão de entrada de receita a não ser as arrecadações dos jogos pelo Campeonato Maranhense, os nove clubes que disputam a primeira divisão terão que conviver com mais um problema a partir de agora: os novos horários das partidas devido à transmissão pela TV.

Já neste domingo, o jogo entre Sampaio e Balsas, no Castelão será disputado num horário nada convencional para o torcedor às 18h30. Além disso, ele só irá ao estádio se quiser, pois poderá assistir tudo em casa.

Vale lembrar que São Luís é uma cidade que tem um sistema de transporte coletivo que não é lá essas coisas à noite, principalmente no fim de semana. Na quarta-feira, por exemplo o torcedor que foi ao Castelão acompanhar Sampaio e Sport pela Copa do Nordeste teve dificuldade para retornar para casa.

A transmissão dos jogos pela TV pode sim ser um bom negócio para os clubes, mas o problema é que aqui, diferentemente de outras praças não se fala em dinheiro para as equipes. Tem sido assim nos últimos anos quando o Campeonato Maranhense foi transmitido ao vivo, inclusive para São Luís e os clubes não receberam um tostão sequer.

Mas porque será que os clubes aceitam? Porque os dirigentes não reclamam de nada?

Na minha opinião, os jogos deveriam ser realizados no horário habitual e sem televisionamento para a praça onde a partida está sendo realizada. Da forma como estão fazendo o nosso Estadual poderá ter fracasso de público.

Os clubes que geralmente são passivos deveriam discutir melhor essa questão com a Federação Maranhense de Futebol (FMF) e esta deveria buscar patrocínios para as suas competições sem qualquer prejuízo aos clubes.

15 comentários »

Mobilidade urbana

8comentários

EdivaldoHolandaJr

As ações prioritárias para a melhoria da mobilidade urbana foram discutidas na noite desta quarta-feira (4) pelo prefeito Edivaldo e o presidente da Empresa Maranhense de Transportes Urbanos, José Arthur Cabral Marques. Durante reunião realizada no Palácio de La Ravardiére, a Prefeitura de São Luís apresentou projetos que serão executados em parceria com o Governo. A recuperação asfáltica de ruas e avenidas de São Luís é uma das ações de curto prazo a serem realizadas por meio dessa parceria.

A fim de melhorar o fluxo de veículos na capital, também serão realizadas obras de intervenções nas avenidas Guajajaras e dos Holandeses. O prefeito Edivaldo destacou a importância desse trabalho conjunto. “Nesse momento, estamos discutindo as ações prioritárias para podermos dar uma resposta à população e ela possa sentir os resultados dessa parceria”, afirmou.

Alguns dos projetos já estão em processo de licenciamento ambiental e de contratação. As obras estruturantes devem ter início a partir do segundo semestre deste ano. Obras menores de pequenas alterações ou requalificação de vias devem acontecer ainda neste primeiro semestre.

Para Arthur Cabral, presidente da Empresa Maranhense de Transportes Urbanos, órgão criado recentemente pelo governador Flavio Dino, o trabalho é fruto de um compromisso do poder público com a população. “As obras que serão realizadas em São Luís são frutos da vontade política do governador e do prefeito Edivaldo de estreitar esse relacionamento e desenvolver ações conjuntas para a cidade. Na próxima semana, daremos início ao grupo de trabalho da região metropolitana. Em breve, os resultados vão aparecer para a cidade”, destacou o presidente.

Para os projetos estruturantes, os recursos já estão assegurados no governo federal, conforme informou Artur Cabral. “O que está sendo discutido é como cada parte pode se ajudar para que os projetos sejam para a cidade de São Luís, não um projeto do governo ou da prefeitura”, explicou.

A reunião contou ainda com a presença dos secretários municipais Canindé Barros, (Trânsito e Transporte), Lula Fylho (de governo) e Batista Matos (Comunicação).

8 comentários »

Moto arranca empate

24comentários

Motoepiaui

O Moto arrancou o empate por 0 a 0, contra o Piauí, no Estádio Albertão, na estreia rubro-negra na Copa do Nordeste. As duas equipes fizeram uma partida equilibrada com destaque para os goleiros que fizeram boas defesas.

O técnico Eugênio Souza lamentou as chances perdidas apesar do resultado. “Tivemos pouco tempo de preparação e isso faz com que a equipe fique presa e receiosa. Nós temos que caprichar mais nas finalizações e nós tivemos algumas chances e poderíamos ter ganho a partida”, disse o técnico Eugênio Souza.

O goleiro Raniere fez a sua estreia no Moto e foi o destaque da partida com grandes defesas. Ele foi o mais aplaudido pelos torcedores do Moto que foram a Teresina. “Eu já estava muito tempo sem jogar e a estreia foi boa, mas a equipe toda jogou bem e poderíamos ter definido a partida no primeiro tempo. Mas o resultado foi importante até porque a nossa equipe está ainda no início da preparação, mas isso não é desculpa e temos de agora em diante conquistar os resultados que esperamos”, disse o goleiro Raniere.

No outro jogo pelo grupo C, o Náutico empatou com o Salgueiro-PE por 2 a 2, em Recife.

O Moto volta a jogar no sábado de Carnaval (12), contra o Náutico-PE, às 16h20, no Castelão. O Piauí pega o Salgueiro fora de casa, na terça (10), às 19h.

Foto: Emanuele Madeira/GloboEsporte.com

24 comentários »