Tucanos no jogo

0comentário

tucanosOs recentes movimentos do PSDB maranhense, nas duas últimas semanas, mostram cada vez mais que o partido pretende mesmo disputar as eleições de 2016 em São Luís. E se não for com o deputado Neto Evangelista – ora no governo Flávio Dino (PcdoB), sob a condição de não se envolver na sucessão de Edivaldo Júnior (PTC), os tucanos buscarão outras opções.

O vice-governador Carlos Brandão fez convite oficial ao ex-prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (ainda no PDT), que foi entendido no fim de semana passado como uma forma de entrar no jogo na capital maranhense.

Movimento mais intenso, no entanto, foi feito pelo ex-deputado federal Pinto Itamaraty, que tem mobilizado não só os companheiros de partido, mas lideranças de outras legendas para conversar com os tucanos.

A mudança de postura do PSDB – que quase entrou no ostracismo ao final das eleições de 2014 – foi determinada pelo senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do partido. Neves entende que 2018 será sua grande chance de chegar à presidência da República, e sabe que fortalecendo a legenda nas capitais ampliará suas chances.

O partido não necessariamente disputará a eleição com candidato próprio, mas poderá, inclusive, compor com outras legendas.

E os tucanos têm conversado mais intensamente com o PPS e o PP, que também têm interesse nas eleições de 2016. Só parece mesmo improvável ao PSDB – que foi derrotado nas eleições de 2012 – é uma composição com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

Ao contrário disso, os tucanos querem mesmo é ter a chance de mostrar ao eleitor o erro de ter mudado de rumo nas eleições de quatro anos atrás.

Coluna Estado Maior/ O Estado

Sem comentário para "Tucanos no jogo"


deixe seu comentário