Saúde em Santa Inês

2comentários

SousaNeto

2 comentários »

Depois do flagrante

2comentários

No dia 12 de março mostramos aqui um flagrante da invasão de torcedores por uma janela que dá acesso aos banheiros do setor 1, no Estádio Castelão.

Flagrante

Hoje, a Secretaria de Esporte e Lazer (Sedel) concluiu a colocação de graves para impedir que torcedores continuem entrando no estádio sem pagar.

gradescastelao

Um problema a menos no Castelão.

É isso ai. Assim que se trabalha…

2 comentários »

Denúncia de Andrea

8comentários

AndreaMurad

Direta ou indiretamente, o governo Flávio Dino apresenta alguns ‘fichas sujas’ na sua administração conforme denúncia da deputada Andrea Murad (PMDB). De posse dos processos na tribuna, a parlamentar citou alguns envolvendo José Augusto Telles, Luiz Júnior, Aderson Lago Filho e Aderson Lago Neto, indiciados por desvios de recursos públicos, formação de quadrilha, entre outras infrações cometidas frente à administração pública. Estes mesmos nomes estão presentes, de alguma forma, no governo de Flávio Dino.

Entre os casos mais graves, a deputada expôs o de Luiz Marques Barbosa Júnior que hoje é chefe da rede estadual de saúde do Maranhão. Luiz Júnior foi secretário municipal de saúde em Coroatá e durante a sua gestão, teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado. No PL-TCE nº 874/2013 consta que Luiz Júnior foi condenado a devolver mais de R$ 7 milhões e ainda a pagar multa de R$ 700 mil por causa das irregularidades constatadas em sua gestão na saúde municipal de Coroatá. Sem estar nomeado, a deputada Andrea Murad cobrou informações sobre a atividade que Luiz Júnior já vinha desempenhando na Secretaria de Estado de Saúde. O requerimento foi protocolado diretamente no órgão dia 10 de março.

Para a deputada, além de Flávio Dino nomear um condenado do TCE, o governador assumiu em sua publicação no D.O. que Luiz Júnior já vinha atuando como gestor na rede estadual sem estar nomeado no governo para tal função. A publicação demonstra a nomeação do aliado ocorrida em 16 de março, mas retroativa ao dia 1º de janeiro. Uma denúncia gravíssima do ponto de vista da administração pública. Na tribuna, a parlamentar ainda denunciou outros casos de corrupção envolvendo o secretariado de Flávio Dino.

“É esse o governo de Flávio Dino? É muito contraditório tudo isso. Vai contra tudo aquilo que eles pregam. Tudo aquilo que o governador pregou durante sua campanha e seus discursos. Criou uma Secretaria de Transparência e estou aqui com um processo do Rodrigo Lago, secretário de Transparência, onde o pai dele é acusado de desviar o dinheiro de um convênio em Caxias e, inacreditavelmente, uma parte desse dinheiro foi cair na conta da pessoa física do próprio secretário que Flávio Dino colocou na transparência. Eu não acredito que as pessoas não achem que isso é sério, eu não acredito”, denunciou Andrea Murad.

Na própria CAEMA, onde o atual presidente, Davi Telles, anunciou que abriria uma auditoria, a parlamentar apresentou o processo contra José Augusto Telles ex-presidente da CAEMA e pai do atual presidente. A parlamentar considerou uma afronta ao povo e disse que a auditoria deveria iniciar com a gestão do pai de Davi Telles.

“É incoerente, o governo é completamente incoerente, e aí nós precisamos avaliar e perceber que a prática está muito diferente do discurso e acho que em todas as áreas do governo. O pai de Davi Telles, conforme processo, teria desviado dinheiro da CAEMA e o governador coloca justamente o filho do mesmo para presidir a companhia. Com qual intuito? Seria para encobrir o crime do pai? A auditoria devia começar dentro de casa, pelo pai dele. ”

Andrea Murad também criticou a postura do Secretário da Transparência, Rodrigo Lago, ao declarar ter o dever de fiscalizar todos os atos de gestão da administração. A parlamentar questionou que o secretário deveria começar pelos atos dos seus nomeados e começar pelo Luiz Júnior, condenado pelo TCE.

“Me chocam porque eu não acredito que nesse Estado o governador não tenha ninguém mais capacitado para colocar do que um cidadão que precisa devolver aos cofres públicos mais de R$ 7 milhões. É esse o governo da mudança de vocês? É esse que é o governo que vai mudar o Maranhão? É esse que é o governo que vai transformar realmente a vida das pessoas? Vai mudar mesmo. Mudar para pior”, disse a deputada.

8 comentários »

Casa cheia

2comentários

MaranhaoBasquete

O Maranhão Basquete está nas quartas de final da Liga de Basquete Feminino (LBF) – temporada 2014/15 e precisa de todo o apoio do torcedor maranhense para virar a série melhor de três contra o Sport Recife. Após ser derrotado fora de casa pelo time pernambucano, o MB precisa vencer o segundo duelo da série, neste sábado (28), às 18h, no Ginásio Castelinho, em São Luís. E, para isso, o torcedor maranhense precisa se tornar o sexto jogador do time.

E, pensando no apoio incondicional da maior torcida do basquete brasileiro nas últimas temporadas, quando teve média de mais de 5 mil torcedores por jogo, a diretoria do Maranhão Basquete decidiu retornar com troca de 1kg de alimento não perecível pelo ingresso. Por isso, quem quiser prestigiar e empurrar as meninas do MB contra o Sport precisará levar apenas o alimento às bilheterias do ginásio para ter direito ao ingresso.

A expectativa com isso, é que o torcedor se faça presente neste importante e decisivo duelo para o Maranhão Basquete. Somente a vitória interessa ao time da casa para forçar a realização do terceiro jogo da série, previsto para ocorrer na segunda-feira (30), às 20h, novamente no Ginásio Castelinho, em São Luís.

Os ingressos para a partida entre Maranhão Basquete e Sport Recife estarão disponíveis a partir desta quarta-feira (25) nas bilheterias do Ginásio Castelinho. Todo o alimento arrecadado será entregue a entidades carentes da capital.

“A torcida é essencial para nós. É nosso estímulo extra. É nosso apoio e quem faz o espetáculo do jogo realmente ser um show à parte. A torcida é o ânimo nas horas difíceis. Gostamos de receber a alegria e o carinho deles. É o nosso sexto jogador em quadra”, afirmou Iziane.

Vale lembrar que no primeiro duelo das quartas de final entre Maranhão Basquete e Sport Recife, o time maranhense acabou sendo derrotado por 95 a 81. No entanto, o retrospecto do MB na temporada contra a equipe pernambucana ainda é positiva: em dois duelos na fase de classificação, foram duas vitórias do Maranhão Basquete.

Foto: Biaman Prado

2 comentários »

Fim dos lixões

1comentário

CCJ

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Assembleia Legislativa aprovou, na manhã desta terça-feira (24), o Projeto de Resolução Legislativa Nº 008/2015, de autoria do deputado Rafael Leitoa (PDT), que cria a Frente Parlamentar pelo Fim dos Lixões no Estado do Maranhão.

O parecer da matéria, que teve como relator o deputado Eduardo Braide (PMN), deverá ser publicado no Diário da Assembleia, para que o projeto possa ser submetido à apreciação do Plenário.

De acordo com o Projeto de Resolução Legislativa Nº 008/2015, a Frente Parlamentar pelo Fim dos Lixões no Maranhão terá caráter suprapartidário, tendo como objetivo mobilizar parlamentares da Assembleia Legislativa, sociedade civil organizada e entidades de pertinência temática, comprometidos em promover o desenvolvimento sustentável em seus aspectos humanos, econômicos, social e ambiental.

A ideia, segundo o deputado Rafael Leitoa, é contribuir para uma boa gestão urbana e uma qualidade de vida dos cidadãos em padrões elevados, com a implantação de aterros sanitários controlados, construção de Centros de Tratamentos de Resíduos Sólidos (CTRs), combate permanente ao trabalho infantil e de controle e preservação do meio ambiente.

O deputado Rafael Leitoa explicou que as reuniões da Frente Parlamentar serão públicas e, com elas, poderão ser produzidos relatórios das atividades da própria Frente, com sumários das conclusões das reuniões, simpósios, Encontros, Audiências Públicas e Seminários, que serão disponibilizados pela Assembleia Legislativa.

Segundo Rafael Leitoa, no governo passado, por ocasião do processo de elaboração do Plano de Gerenciamento dos Resíduos Sólidos do Maranhão, não foram realizadas audiências públicas nos municípios de Timon e Caxias. “Estas duas cidades são os maiores geradores de lixo nesta região do Estado, e sua população sequer foi consultada”, afirmou o deputado.

Ele defende o fortalecimento dos municípios como forma de garantir a efetiva implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10) em todas as regiões do Maranhão.  De acordo com o deputado Rafael Leitoa, existe uma grande preocupação por parte das prefeituras quanto à própria capacidade de atender às metas definidas para gestão desses resíduos.

“Nossa preocupação é exatamente encontrar uma forma de ajudar, principalmente as prefeituras, que em sua grande maioria são pobres, a buscar recursos e a desenvolver a infraestrutura necessária para tornar possível atender as metas definidas para o setor”, afirmou Rafael Leitoa, ao final da reunião da CCJ desta terça-feira.

1 comentário »

Mortes em Bacabal

1comentário

RobertoCosta

Ao que tudo indica, a falta de atendimento médico na maternidade de Bacabal resultou na morte de dois bebês prematuros neste início de semana, fato que chocou a cidade.

A peregrinação começou em Bacabal quando uma jovem de 23 anos, grávida de seis meses de gêmeos começou a sentir fortes dores. Na maternidade do município, ela foi medicada com Buscopan e liberada, mas em seguida voltou a sentir dores; de volta ao hospital, ela e o esposo foram orientados a ir atrás de atendimento médico no Hospital Geral de Alto Alegre.

Já no outro município, o casal foi despachado para a cidade de Coroatá, mas como a mãe entrou em trabalho de parto, o casal teve que parar em Peritoró, onde os bebês nasceram, mas não resistiram.

Durante o discurso, na Assembleia, nesta segunda-feira (23), Costa cobrou explicações do prefeito e da Secretaria Municipal de Saúde sobre o fato. Indignado, o deputado disse que é inadmissível que isso aconteça, uma vez que o casal deveria ter recebido toda a assistência necessária em Bacabal.

Na última quinta-feira, atendendo a um Requerimento do parlamentar, a Comissão de Obras e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa esteve em Bacabal, onde ao lado do Secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, vistoriaram a obra do Hospital Regional. De forma recorrente, Roberto Costa tem cobrado agilidade na entrega desse hospital, previsto para ter 45 leitos.

1 comentário »

Quarto goleiro

10comentários

MiltonRafael

O técnico Oliveira Canindé fará mais uma mudança no gol do Sampaio. Enfim, após dois meses de contratação, o goleiro Milton Rafael vai estrear. Com problemas de regularização, o goleiro emprestado pelo Botafogo e que disputou a Série C, no ano passado pelo Macaé só ganhou condição de jogo na semana passada.

Milton Rafael será o quarto goleiro utilizado pelo Sampaio na temporada. Ele deve estrear nesta quarta, contra o Expressinho, às 19h45, no Estádio Castelão pelo Campeonato Maranhense.

O primeiro goleiro escalado nesta temporada foi Jean que atuou na Super Copa Maranhão. O segundo foi Dida que perdeu a condiçãoo de titular para Ruan após falhar em alguns jogos.

Ruan também tem sido alvo de crítica nos últimos jogos. Contra o Cordino, Ruan falhou no segundo gol quando o atacante do time de Barra do Corda desviou de cabeça de dentro da pequena área. E que já havia falhado no jogo com o Sport.

Foi o suficiente para mais críticas… E motivo de sobra para o torcedor lembrar do ex-goleiro Rodigo Ramos, atualmente no Nacional.

O treinador explica o motivo da nova mudança e espera que o novo goleiro corresponda…

“A gente tem observado a situação dos goleiros. Cada um passou por um período de titularidade e agora é a vez de testarmos o Milton. A gente sempre espera que um deles corresponda. Correspondendo, ele vai se garantir por si só”, disse a Rádio Mirante AM.

Sem dúvida uma declaração dura do treinador….

Foto: Divulgação/ Sampaio

10 comentários »

Pedido indeferido

3comentários

EdilazioJunior

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa indeferiu ontem (23) pedido de informações protocolado pelo primeiro secretário da Casa, deputado Edilázio Júnior (PV), a respeito da cessão do servidor do Ministério Público do Trabalho (MPT) Luís Carlos Oliveira à Comissão Central de Licitação (CCL) do Governo do Estado.

Na sexta-feira da semana passada, a oposição protocolou representação na Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), com pedido de providências contra o Executivo, por ilegalidades na composição da CCL.

A primeira ilegalidade apontada pelos parlamentares diz respeito ao não cumprimento de dispositivo que exige pelo menos dois servidores da Administração Direta ou Indireta para a composição da CCL. De um total de sete membros, apenas um, oriundo da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), é da administração estadual.

A segunda ilegalidade diz respeito ao fato de o servidor do MPT Luís Carlos Oliveira, sequer ter sido cedido pelo órgão de origem para atuar na CCL. Ele, no entanto, já participou de licitações, como mostram dados publicados no Diário Oficial do Estado.

O requerimento de Edilázio se deu justamente para que fosse esclarecida a situação da CCL. Com o indeferimento, no entanto, a base governista tenta impedir no mínimo um desgaste.

Flávio Dino prega transparência de sua administração. E apesar de não ter sido ele o responsável pelo veto ao pedido de informações, foi a sua base no legislativo quem o fez.

Se não tem o que temer, que preste os esclarecimentos.

Ou não tem de ser assim?

Blog de Ronaldo Rocha

3 comentários »