Falta diálogo

2comentários

HonoratoO vereador Honorato Fernandes (PT) disse ter sido pego de surpresa com o anúncio do aumento de 16% nas tarifas de transporte coletivo feito nesta quinta-feira (27) pela Prefeitura de São Luís. Segundo Honorato, a Câmara sequer foi  consultada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) sobre o assunto.

O aumento anunciado pelo secretário Canindé Barros foi o segundo implantado pela atual gestão. O primeiro em junho do ano passado de 23% foi concedido após a greve dos Rodoviários. Com o novo aumento, o índice acumulado nos últimos nove meses é de 39%.

“Fomos surpreendidos com esse aumento de tarifas divulgado no fim da tarde pela Prefeitura de São Luís. Foi uma surpresa para toda Câmara Municipal até porque tinha um projeto de autoria do vereador Nato aprovado e que havia sido sancionado pela própria Câmara que prevê a discussão de qualquer aumento de tarifa pública, em especial do transporte público pela Câmara por meio de audiência para ouvir a população. Infelizmente isso não foi levado em consideração. Houve o veto do prefeito à época desse projeto, mas a Câmara entendeu que era um projeto legítimo e derrubou o veto, decidindo em seguida promulgar a Lei proposta pelo vereador Nato”, disse.

Honorato Fernandes lembrou que além do reajuste, a própria entrega de novos ônibus pelos empresários precisa ser melhor esclarecida até porque existe uma licitação em andamento. O vereador disse ter achado estranho o anúncio do aumento dos rodoviários um dia antes do anúncio do reajuste de 16% nas tarifas.

“Não questionamos se deve ou não ter o aumento. O que estamos questionando é a forma como tem ocorrido os fatos de forma repetida, por exemplo nós tivemos agora mesmo a entrega de ônibus novos para a frota que era uma coisa necessária e boa para a população, mas ao mesmo tempo a gente sabe que existe uma licitação em andamento. Acredito que o nosso prefeito possa estar sendo mal orientado. Além disso, existe algo estranho porque houve uma negociação com os rodoviários e que culminou com um reajuste de 8% para a categoria sem nem mesmo ter ocorrido uma assembleia, mas sim um acordo”, garante.

O parlamentar disse estar faltando clareza e transparência por parte da Prefeitura de São Luís e lamentou a falta de diálogo com a população.

“Mais uma vez a gente deixa de ouvir a principal parte que é a população de São Luís até para explicar o motivo pelo qual foi dado esse percentual de aumento para que ela tome conhecimento. Está faltando o diálogo com a população para que a população possa ter a clareza e transparência necessárias por parte do poder público. Esse é o papel da Câmara e dos vereadores, mas é necessário que a Prefeitura esclareça tudo que está acontecendo. Vamos apurar todos os fatos a partir de segunda-feira e se for preciso iremos questionar na instância que for necessária”, finalizou.

2 comentários para "Falta diálogo"


  1. salomão mota

    Valeu Honorato,o povo não pode aceitar mesmo. Já tinha desconfiado,pois aqueles ônibus novos,esmola grande. Que todo parlamentar haja assim, parabéns

  2. Falta diálogo – Imperatriz – MA

    […] Escrito por “Zeca Soares”: […]

deixe seu comentário