Grande vantagem

28comentários

sampaio

O Sampaio deu grande passo rumo à decisão do Campeonato Maranhense. Em desvantagem na semifinal contra o Moto por ter apenas a quarta campanha na fase de classificação, o Sampaio venceu o rival por 3 a 1, de virada e tem tudo para chegar a mais uma final.

A partida teve o início retardado devido ao forte temporal que caiu em São Luís e alagou o gramado do Estádio Castelão. A arbitragem esperou o tempo necessário para a água baixar e quando a bola rolou o Moto abriu o placar num belo gol de Naoh.

A resposta do Sampaio veio com Pimentinha. Ele aproveitou o rebote de Raniere num chute de Raí e coclou a bola sem chance de defesa do goleiro do Moto. O segundo do Sampaio saiu em outra jogada de Pimentinha que lançou para Robert 2 a 1.

No fim do primeiro tempo o Sampaio perdeu Curuca que foi expulso. O Moto veio com tudo em busca do empate, mas foi o Sampaio que fez mais um. Num contra-ataque pelo meio, Edgar recebeu, bateu a zaga, limpou do goleiro e só não entrou com bola e tudo porque não quis 3 a 1.

Com o resultado, o Sampaio pode até perder na quarta-feira, 20h30, no Castelão por um gol de diferença que mesmo assim será finalista. O Moto terá que vencer por dois gols de diferença.

Na outra semifinal, o Imperatriz goleou o São José por 4 a 1. Com o resultado, o Imperatriz pode até perder na quarta-feira, 20h30 por dois gols de diferença. O São José tem que vencer por três gols de diferença.

Bem, acho que a fatura está liquidada e a final será entre Imperatriz e Sampaio.

Foto: Biné Morais/O Estado

28 comentários »

Guerra moral

5comentários

AdrianoSarneyInstalou-se no Maranhão uma perigosa guerra moral que pode resultar na maior ilusão eleitoral da história do estado. O governador, que é político e jurista, utiliza-se de técnicas retóricas que confiscam para ele a moralidade, negando aos adversários políticos até mesmo a qualidade de ser humano. Faz com que seus inimigos pareçam perversos para que, quando atacado, se coloque em posição de vítima, injustiçado, mártir; fugindo assim da sua responsabilidade de administrar a máquina pública.

Depois de 100 dias de governo, Flavio Dino ainda fala em oligarquia, coronelismo, patrimonialismo e se coloca como o salvador, aquele que monopoliza a ética e os bons princípios. A moral se tornou uma arma para conquistar o poder e levar vantagens, enquanto distrai a atenção dos erros e falhas, que são muitas, desse início de gestão. São questões que confrontam diretamente com as crenças professadas pelo governador e seu grupo político.

Chamamos a atenção para algumas delas:

– Ilegalidades comprovadas na formação da Comissão Central de Licitação com desrespeito a Lei Federal de Licitação e ao Código Estadual;

– Inoperância no sistema penitenciário e de segurança que ocasionou no resgate de 4 criminosos e um total de 23 fugas apenas este ano em unidades prisionais do estado;

– 333 mortes violentas apenas em São Luis e 29 assaltos a bancos no interior do Maranhão;

– Nomeações de aliados que não são considerados ficha limpa para cargos comissionados na administração pública, desrespeitando Lei Estadual;

– Ausência de um plano ou ação para combater os impactos da crise econômica que vive o Maranhão, apenas em janeiro e fevereiro, segundo o Caged, mais de 6.300 postos de trabalho com carteira assinada foram fechados no Estado;

– Falhas no atendimento das UPAs, segundo relatório da Secretaria de Planejamento (Seplan), o Governo investiu menos do que a obrigação constitucional de alocar 12% da receita em Saúde;

– Graves equívocos que o Governo insiste em não regularizar, como a contratação sem licitação e supostamente direcionada no Detran;

– Contratação de parentes de aliados e lideranças políticas entre órgãos do Poder Estadual;

– Contratação, sem licitação, de empresa ligada a família do irmão do Governador;

– Pagamento de jetons que chegam a cerca de R$ 6.000,00 por reunião dos chamados Conselhões;

–  Indeferimento de requerimentos da oposição que buscam informações sobre contratos suspeitos, que ocorreram sem licitação, envolvendo de um lado o Governo e do outro lado escritórios de advocacia de aliados políticos e ex-sócios de gestores da alta cúpula da administração estadual.

Para que o engodo continue, é necessário manter o inimigo forte e poderoso no imaginário do povo para alimentar o discurso do bem contra o mal e impor a culpa. Temos como exemplo o caso da contratação sem licitação da empresa da família do irmão do Governador onde, ao invés de explicar, Flavio Dino tergiversa em sua conta no Twitter: “Meu irmão tem uma carreira limpa e honrada, derivada de concurso público e de promoções por mérito. Difícil Sarney entender o que é isso.” Além de não cumprir a sua obrigação de explicar os fatos, o Governador culpou o ex-Presidente Sarney, que nada tem a ver com os privilégios que Flavio Dino concedeu à família de seu irmão. É a lógica de responder de qualquer maneira, ainda que de forma distorcida, desde que tenha respostas para os fatos que não tem argumentos.

Outro exemplo das contradições e da retórica vazia do governador ocorreu no programa Roda Viva, em rede nacional, antes de assumir o cargo, quando afirmou: “A partir do dia primeiro de janeiro o Estado comanda o sistema prisional.” Na vida real, sobre o recente episódio do resgate de presos, em sua conta no Twitter, o Governador ataca a gestão anterior e não explica os motivos de não ter assumido o comando do sistema: “Do jeito que a oligarquia fala, até parece que Pedrinhas era uma maravilha, organizada e pacifica. Só que todos lembram.”

A Saúde, antes organizada e funcionando, vê hoje seus prestadores de serviço e seus ex-gestores sendo acusados de malfeitos. Acontece que antes a saúde funcionava no Estado e hoje está no caminho do mais absoluto caos, como já observado nas UPAs que eram referencia em qualidade.

Muitas distorções também na criação de uma Superintendência de Combate a Corrupção. Esta nova área do Governo vai combater a corrupção na atual administração ou vai apenas servir para perseguir inimigos políticos? Um bom começo seria dar uma resposta a sociedade sobre o recente escândalo no Detran.

Uma guerra moral não é sustentável, sua sobrevivência depende do contraste entre as crenças professadas e os atos executados, do que é dito e do que é feito. É possível observar uma mudança nas expectativas da população quando observa-se que, depois de um breve período de popularidade de começo de governo, o instituto de pesquisas Exata, ligado ao Governador, detectou um declínio de 5 pontos nos poucos meses de fevereiro a abril.

A estratégia de desqualificação dos adversários quase sempre trai aquele que a implementa. É sempre oportuno lembrar o que disse Abraham Lincoln: “Você pode enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas você não pode enganar todas as pessoas o tempo todo.”

Nós, que hoje exercemos uma oposição responsável a esse Governo, queremos o desenvolvimento do Maranhão acima do ideário político-partidário que querem nos impor. Respeitamos a alternância de poder e a democracia. Contudo, o Maranhão espera uma conduta séria e responsável daqueles que comandam o Estado.

Adriano Sarney, economista e administrador, Deputado Estadual (PV).

5 comentários »

Dia do Exército

1comentário

DiadoExercito

1 comentário »

Todos por São Luís

3comentários

VilaNovaRepublicaEquipes da Prefeitura de Sâo Luís trabalham na Vila Nova República, na zona rural, para garantir total e adequada infraestrutura, bem como conforto e bem-estar a todos que vão participar do “Todos por São Luís” – evento que será realizado pela administração municipal durante na próxima terça-feira (21). O trabalho está sendo executado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp).

A segunda edição do Todos por São Luís conta com vasta e diversificada programação, que inclui atendimentos em clínica médica e odontológica, testes de glicemia, serviços de embelezamento, palestras educativas e atividades recreativas, culturais e esportivas para crianças e adolescentes.

As frentes de trabalho com ações prévias nas áreas de limpeza pública, melhoria de ruas e manutenção da rede de iluminação pública concentram os trabalhos na Avenida Principal, e nas ruas da Pedreira, Ademar de Barros, São Miguel e Tancredo Neves, nas travessas São José e Bom Jesus, na U.E.B. Luzenir Mata Roma, no Jardim de Infância e no posto de saúde da Nova República.

“Um dos objetivos do Todos por São Luís é aproximar a rede de serviços públicos municipais da população. É isso que estamos fazendo com a intensificação dos serviços de melhorias urbanas, com requalificação de algumas ruas, ações de limpeza pública e manutenção da iluminação. Essas ações não encerram aqui, terão continuidade após o evento”, garante o secretário de Obras, Antônio Araújo.

A Vila Nova República é um dos 17 bairros contemplados pelo convênio firmado com o governo do Estado, assinado na última quinta-feira (16), e que o bairro terá aproximadamente 7 quilômetros de vias recapeadas nos próximos meses.

3 comentários »

Sucesso em Portugal

1comentário

PeAntonioVieiraO documentário “A Pedra e a Palavra”, do realizador Joaquim Haickel que é sucesso em Portugal retrata a vida e a obra do Padre António Vieira através de entrevistas com especialistas em vários países onde o jesuíta atuou no decorrer da sua longa vida como missionário, político, pioneiro e profeta do Quinto Império.

O documentário foi premiado na Competição Avanca, recebendo o prémio Estreia Mundial nos Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia – AVANCA 2014 e fez parte da Selecão Oficial de Documentários do CINETROFA – Festival de Internacional de Cinema e Literatura da Trofa, 2014.

 Obra Completa

‘A obra Completa do Padre António Vieira’ foi lançada em dezembro de 2014 pelo Círculo de Leitores, com a direção de José Eduardo Franco e Pedro Calafate e teve como mecenas principal a Santa Casa de Misericórdia de Lisboa.

Em 30 volumes e 15 mil páginas, a coleção traz a recolha, análise, interpretação e autenticação de milhares de documentos provenientes de arquivos e bibliotecas portuguesas e estrangeiras, realizada por uma equipa multidisciplinar de paleógrafos, latinistas, linguistas, filósofos, historiadores, teólogos, juristas, cientistas literários, entre outros especialistas.

1 comentário »

Dia de decisão

3comentários

SampaioeMotoO primeiro dos dois duelos entre Sampaio e Moto pelas semifinais do Campeonato Maranhense será disputado hoje (19), às 17h, no Estádio Castelão. Para muitos essa é uma decisão antecipada da competição.

Na outra semifinal, o Imperatriz praticamente garantiu vaga na decisão ao golear em casa o São José por 4 a 1, ontem  à noite.

Com a melhor campanha na primeira fase, o Moto tem a vantagem e joga a semifinal com a vantagem de dois resultados iguais, mas ninguém no rubro-negro quer falar sobre vantagem contra o seu maior rival.

O time do Moto vem numa crescente e no Estadual não leva gols a quatro partidas, além de ter garantido de forma heróica no meio de semana a classificação na Copa do Brasil fora de casa contra o Boa Esporte.

O Sampaio com uma equipe mais qualificada e que vem sendo preparada para o Campeonato Brasileiro Série B, mesmo com a vantagem conquistada pelo Moto, ainda assim na minha opinião tem tudo para tirar a vantagem do adversário e ficar com a vaga.

O torcedor do Sampaio poderá esperar uma atitude diferente do time. O técnico Oliveira Canindé tem dito que o time está devendo no Estadual, pois a quarta colocação foi pouco para um time que tem o elenco como o Sampaio.

Tudo isso são ingredientes de uma grande decisão que você vai acompanhar pela Rádio Mirante AM.

Foto: Flora Dolores

3 comentários »