Intervenção na Segurança

4comentários

AdrianoSarneyO deputado Adriano Sarney fez ontem (26) um debate intenso com os deputados governistas onde defendeu a sua posição a respeito do requerimento de pedido de intervenção federal no Maranhão na área de segurança.

“Deixo bem claro, que, sim, estou solicitando uma intervenção federal na segurança do Maranhão, essa solicitação é a atitude certa para a segurança do nosso Estado. Não existe outra solução imediata, a curto prazo, a não ser a intervenção federal, não temos tempo para treinar 2, 3, 4 mil policiais e colocá-los na rua em curto prazo. Precisamos de uma intervenção urgente da Força Nacional, do Exército, precisamos tomar uma atitude enérgica e a única atitude que podemos fazer, a curto prazo, é uma intervenção federal”, defendeu o deputado oposicionista.

“Esta é minha solicitação e eu quero deixar isso bem claro, que não errei no momento em que eu fiz o meu requerimento, a minha solicitação é justamente essa, e é isso que eu quero para o Maranhão.Acredito que uma intervenção na segurança é a forma correta da gente minimizar o problema da insegurança em que vivemos em nosso Estado”, reafirmou o deputado.

Segundo  o parlamentar verde, os deputados governistas gostam de distorcer sempre o discurso da oposição. “Estou falando de uma intervenção na Segurança Pública do Estado. Por quê? O governador do Estado, o secretário de Segurança disse em público que a força policial não é o bastante. O que isso quer dizer? Quer dizer que precisamos de mais homens. Como vamos conseguir mais homens de imediato? Ajuda federal.”, enfatizou o deputado.

Adriano foi didático ao falar para os colegas governistas da convocação dos 1500 excedentes do concurso que ainda vão fazer o TAF, se especializar e depois, ir para rua, provavelmente apenas no ano que vem. “Quando Flávio Dino vai ao seu twitter e fala que está chamando 1.500 policiais, não! Ele está chamando 1.500 excedentes que vão virar policiais, mas ainda não são policiais!”, ressaltou o deputado Adriano, que reafirmou coerência e posição politica no parlamento estadual.

“Quando eu vejo violência, criminalidade, eu subo a esta tribuna para defender o povo do Maranhão, independente de cor partidária.”, finalizou.

4 comentários para "Intervenção na Segurança"


  1. Raimundo Nonato Lima Moraes

    É por isso que o povo do nosso estado geme há dezenas de anos.Sinceramente não sei como era a oposição ao governo anterior pelos parlamentares,pois não era mostrada no blog,víamos os comentários dos próprios leitores,mas o novo governo está quase indo a nocaute muito cedo.Acho que já esqueceram mais recentemente o que foi vivido ano passado e não estou falando da violência no presídio e sim fora dele.O maranhão vive uma briga particular de interesses e o povo é que sofre.

  2. PAULO ARTHUR

    Precisamos urgente da Força Nacional. O Maranhão vive momentos de insegurança inclusive com a chacina de policiais e mortes de inocentes.
    Acho que o deputado tá correto. Esse governo de falácias só usa midia e não faz nada! Seria uma derrota assumir a fragilidade e pedir arrego ao governo federal. Bando de prepotentes e arrogantes que só vão mudar essa atitude quando for alguém proximo deles assassinado.

  3. Cesar do Vinhais

    Outra coisa se o contingente de policiais não é suficiente é por causa da tia desse deputado que deixou ficar dessa forma, isso é muita falta de coerência e ser oposição de forma irresponsável !

  4. Cesar do Vinhais

    Deputado pare de fazer graça,Vossa Excelência tinha que lutar para os seus colegas deputados federais, para que ele mudassem as Leis de execuções penais,assim os bandidos passando a pegar, por exemplo 80 anos de cadeia por crimes como o de latrocínio e cuja pena só ser revista depois de 25 anos, durante esse período ele ficaria sem direito a progressão !

deixe seu comentário