Eleições em pauta

0comentário

LuisFernandoeelizianeA presidente do Diretório Estado do PPS-MA, deputada federal Eliziane Gama visitou o ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando (PSDB) para debater sobre as eleições municipais de 2016. O encontro também contou com a presença do presidente do Diretório Municipal do PSDB, Pinto da Itamaraty e do secretário geral do PPS-MA, Paulo Matos.

“Fiquei muito feliz e entusiasmada com o encontro com o Luís Fernando. Ele é um grande homem, e sua convicção pela candidatura do município de São José de Ribamar, nos coloca no mesmo caminho numa trajetória conjunto do PSDB e PPS na Ilha de São Luís”, destacou Gama.

Eliziane aproveitou para propor apoio de parceria em São Luís e São José de Ribamar. O ex-prefeito se colocou a disposição da parlamentar para contribuir com programa de governo do PPS.

“Fiquei muito feliz em lhe receber e me coloco a disposição inclusive para ajudá-la no seu programa de governo”, disse Luis Fernando à Eliziane no encontro.

sem comentário »

Defesa dos autistas

3comentários

BARBARASOEIROA Mesa diretora da Câmara de São Luís aprovou requerimento da vereadora Bárbara Soeiro (PMN) ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) solicitando providências junto a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), no sentido de viabilizar a construção de um centro de saúde com especialidade em pessoas portadoras de autismo.

Segundo a vereadora, por se tratar de um transtorno do desenvolvimento infantil que tem sinais e sintomas importantes que podem ser identificados precocemente, oferecendo maior possibilidade de tratamento, desde que seja realizado um diagnóstico eficiente, aumentando as chances do paciente e potencializando a capacidade de enfrentamento das limitações no convívio social.

“A minha inquietação justifica-se por se tratar de uma doença de difícil diagnóstico e por não existir um teste específico para detectar tal anomalia, o que torna-se imprescindível que o Poder Público inclua na sua rede de unidades de saúde, um hospital desta natureza, com o objetivo de atender aos portadores desse transtorno, auxiliando tanto no desenvolvimento de habilidades sociais como terapêuticas e pedagógicas, associada a assistência social, promovendo ainda atendimento às famílias, que, muita das vezes não sabem como lidar com esta problemática”, explicou.

A proposta da vereadora Bárbara Soeiro foi bastante elogiada pelos colegas e nem poderia ser diferente, afinal essa é uma questão que deve merecer total atenção do poder público.

3 comentários »

Proposta interessante

1comentário

WellingtondoCursoNa manhã desta terça-feira (9), o deputado Wellington do Curso (PPS) defendeu em plenário o Projeto de Lei nº 111/2015, de sua autoria, que dispõe sobre a obrigatoriedade de identificação de passageiros de táxi no Maranhão.

De acordo com o parlamentar, o projeto visa garantir os direitos dos taxistas que, segundo ele, estão cada vez mais expostos à insegurança no Estado com o aumento de assaltos e demais atitudes violentas, principalmente na capital e, em função disso, evitam trabalhar no período noturno e transportar passageiros para bairros com alto índice de criminalidade.

“Os taxistas estão cada vez mais expostos à falta de segurança, principalmente na capital, o que lhes causa danos materiais e até à própria vida. Nada mais justo e oportuno criarmos o hábito da identificação dos usuários de táxis, por serem esses veículos públicos e indispensáveis à comunidade. Dessa forma, estaremos inibindo ações que atentam, inclusive, contra a vida desses motoristas profissionais, atividade hoje considerada de alto risco”, pontuou.

O Projeto de Lei torna obrigatório ao motorista do veículo a identificação do usuário de táxi durante seu embarque, feita através de documento oficial com foto. Obriga o motorista, também, a informar o destino, a mudança de percurso (quando houver) e a identificação do usuário à Central de rádio táxi. Assim, quando o táxi for solicitado via central, já deverá ser fornecido ao atendente o número de identificação de um documento com foto, que posteriormente será apresentado ao motorista durante o embarque do passageiro.

1 comentário »

Transferência de policiais

1comentário

SousaNetoO deputado estadual Sousa Neto (PTN) voltou a questionar, na sessão desta terça-feira (9), a vinda de policiais lotados no interior do Maranhão para realizarem o policiamento em São Luís.

Segundo ele, os assaltos a banco, que têm ocorrido com frequência no interior do Estado, são uma das consequências do deslocamento de policiais do interior para a capital. “Já foram 47 assaltos a bancos só este ano, mais do que o ano de 2014. Os bandidos de forma integrada sabem que não tem policiamento, sabem que o efetivo da Polícia Militar está vindo para São Luís, deixando a população mais uma vez à mercê da bandidagem”, alertou o deputado.

Sousa Neto relembrou que, após ter denunciado esse deslocamento de policiais, os deputados Roberto Costa (PMDB) e Alexandre Almeida (PTN) foram à tribuna pedir ao governador que revisse a decisão para que as regiões de Bacabal e Timon, representadas respectivamente por eles, não fossem prejudicadas por essas baixas.

“Quero dizer ao deputado Marco Aurélio e todos os representantes da região Tocantina nesta Casa que, enquanto ontem vereadores foram  a tribuna da Câmara Municipal de Imperatriz clamar por mais segurança –  pois a região registra um dos seus piores índices de criminalidade – 10 policiais foram retirados de lá e enviados pra cá. Dez policiais militares que fariam toda a diferença em uma região que já tem um déficit de policiamento”, completou o parlamentar.

Ele defendeu que todos os deputados trabalhem unidos em uma só frente “à frente em defesa da segurança pública do Maranhão”.

Foto: Kristiano Simas/ Agência Assembleia

1 comentário »

Pensando certinho

2comentários

leocondetecnicoVitória contra o Ceará, time a apenas um ponto do G-4 e tudo certo no Sampaio, correto? Errado! Para o técnico do tricolor, Léo Condé, a equipe “ainda está muito longe” daquilo que por ele foi planejado. Em entrevista à Rádio Mirante AM, nesta terça-feira, o treinador elogia a evolução da forma com que o time vem jogando, porém, não esconde que o trabalho para ser percorrido é bastante longo.

“Ainda está muito longe daquilo que eu quero. A equipe ainda oscila dentro do jogo. Temos que buscar jogar com mais consistência durante os 90 minutos. Ainda precisamos evoluir”, disse.

Assim como pediu calma, quando a equipe vinha de três jogos sem vencer, Condé também pede calma após a boa vitória fora de casa sobre o Ceará. O treinador até destaca o poder do resultado dentro do futebol, mas exalta o pensamento interno de evolução da equipe.

“No futebol, o resultado conta muito, mas é externo. Internamente a gente vai percebendo a evolução da equipe. Eu senti uma confiança grande entre os próprios jogadores, que gostaram da maneira com que a equipe passou a jogar. O resultado é importante, mas a busca é por isso. Eu estou me apegando muito na busca pelo equilíbrio. Temos que buscar fazer jogos mais consistentes. Isso envolve uma série de fatores. Não é da noite para o dia”, explicou.

Leia mais

2 comentários »

Flagrante no Maranhão

0comentário

flagranteembarcacao

A falta de segurança no transporte de passageiros em barcos é comum no litoral do Maranhão, o maior em extensão da região Nordeste, com 640 km. Os barcos são o único meio de transporte disponível para a população que mora em ilhas isoladas no norte do Estado. É o que acontece na Reserva Extrativista Marinha de Cururupu, a 465 km de distância de São Luís: o local é um arquipélago com 15 ilhas, localizado no norte do Maranhão. O problema é que, na maioria das vezes, o transporte é feito sem condições adequadas de segurança.

Não é difícil flagrar, por exemplo, barcos de pesca fazendo o transporte de pessoas e mercadoria, superlotados e sem equipamentos de segurança, como os coletes de salvatagem – termo técnico do equipamento. Os passageiros, muitas das vezes, se amontoam em compartimentos de carga e até no teto, dividindo o pouco espaço com animais e tonéis de combustível.

A dura travessia é rotina para algumas famílias: a saída ou chegada em casa, nessas condições, é feita, pelo menos, uma vez por mês. E, por vezes, os passageiros passam por sustos. “Quando balança muito o barco no vento dá susto, muito susto”, diz a comerciante Maria de Fátima Carvalho. “Quando o mar está agitado, fica ruim”, completa a dona de casa Nalva Oliveira.

“Todos os acidentes observados de naufrágio de embarcações miúdas os óbitos têm acontecido por falta do uso de coletes salva-vidas”, diz o capitão dos Portos do Maranhão, Marcos Tadashi.

Leia mais

sem comentário »

Falhas na Segurança

4comentários

AndreaMuradEm discurso nesta segunda-feira (8), a deputada Andrea Murad (PMDB) detalhou as principais falhas do atual governo sobre a segurança pública do Maranhão. Ela iniciou seu pronunciamento falando sobre o caso de Vitória do Mearim onde Irialdo Batalha foi morto por um zelador municipal que estava a serviço da Polícia Militar. A parlamentar também criticou sobre a presença da Força Nacional para fins administrativos e não ostensivo como a população precisa, iniciativa do governador Flávio Dino que, para deputada, tem foco na perseguição aos adversários e não proteger a população maranhense.

“Foi Flávio Dino quem escolheu um secretário infantil, militante político frustrado e despreparado para comandar o sistema de segurança estadual; foi ele quem colocou na reserva, na marra, coronéis da PM com experiência de combate ao crime nas ruas; foi ele quem desestimulou os integrantes das polícias com o aumento irrisório nos vencimentos dos policiais civis e militares; foi ele quem direcionou todo o esforço da SSP para perseguir seus opositores ao invés de cuidar do combate à criminalidade; foi ele quem prometeu dobrar o efetivo de policiais militares e mentiu ao anunciar que 2500 novos policiais militares estariam trabalhando nas ruas imediatamente; foi ele quem desestruturou a administração da Secretaria, paralisando as obras, quartéis e delegacias, além de não cuidar do custeio para o trabalho eficiente da polícia nas ruas; foi ele quem teve a idéia de desguarnecer o policiamento do interior para reforçar o da capital, de forma irresponsável; foi ele quem mandou sua bancada na Assembleia Legislativa rejeitar o pedido para a Força de Segurança Nacional vir auxiliar o policiamento nas ruas”, elencou Andrea Murad.

A deputada disse que a vinda de membros da Força Nacional para trabalhar na polícia judiciária demonstra a visão deturpada do que é ser um governador que prefere a Força Nacional em atividades de interesse interno do governo, desviada de sua função, em vez de estar nas ruas protegendo a população da violência. Para a parlamentar, o governo está criminosamente omisso na questão da segurança pública, sem estimular os policiais, promovendo aumento irrisório para a categoria e sem garantir infraestrutura de trabalho.

“Com todo respeito ao policial e delegado Jefferson Portela, mas não está conseguindo ser Secretário de Segurança Pública. Quanto a Flávio Dino, ele precisa tomar atitudes rápidas, enérgicas e precisa assumir o seu papel de governador, chamar a segurança pública para si, se é que ele vai conseguir ter competência para isso, porque, até hoje, me perdoem mas eu ainda não vi o governador ser competente em nada nesse governo.  Estamos vendo o Estado sendo rendido. E se o Estado está sendo rendido, Flávio Dino precisa mudar a sua estratégia, rever a sua política de segurança, enxergar que existe um erro muito grande dentro da segurança do Maranhão e procurar resolver o mais rápido possível”, disse a parlamentar.

4 comentários »

Retirada de policiais

0comentário

RobertoCostaO deputado Roberto Costa (PMDB) em pronunciamento feito na sessão desta segunda-feira (8) afirmou que a transferência de 17 homens da Polícia Militar, do 15º Batalhão de Bacabal, para prestar segurança na cidade de São Luís, tem levado insegurança para os bacabalenses. Por isso, ele pediu ao secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela e ao comandante da Polícia Militar, coronel Marco Antônio Alves da Silva, que revejam a política de transferência de efetivo das regionais para a cidade de São Luís.

“O que nós queremos, na verdade, é o retorno deles e o reforço do sistema de segurança em Bacabal, para que possa trazer de volta a tranquilidade aos lares de todos bacabalenses. Nós não podemos admitir o enfraquecimento da estrutura do policiamento de Bacabal em função desse deslocamento que prejudica toda uma região”, enfatizou Roberto Costa.

Roberto Costa frisou que a segurança é um problema nacional e que o Maranhão vem sendo afetado de uma forma muito forte, o que tem causado intranquilidade à população, principalmente de São Luís. Mas, no seu entendimento, não se vai resolver o problema da capital tirando homens que já têm suas responsabilidades em outras regiões.

“Essa situação tem acontecido em várias regiões do Estado, onde vários homens de outros batalhões têm saído para vir reforçar o sistema de segurança da capital. Entendo que aqui tem que ser reforçado, mas nós temos que entender, por exemplo, que na cidade de Bacabal, a população tem passado por uma situação de muita intranquilidade, com assaltos praticados por várias quadrilhas que se dirigem a região de Médio Mearim e correm para lá”, afirmou Roberto Costa.

Ao finalizar, Roberto Costa voltou a enfatizar que é necessário reforçar o policiamento em São Luís, “mas a população de Bacabal também merece o apoio e o respeito do Governo”.

sem comentário »