Representação na Justiça

3comentários

AndreaMuradA deputada Andrea Murad (PMDB) subiu na tribuna nesta quinta-feira (11) para falar das duas representações que deu entrada no Procuradoria Geral de Justiça e no Tribunal de Contas do Estado do MA. Segundo a deputada, o processo de dispensa do contrato, que visa fornecer serviços de xerox através da empresa COPIAR para a Secretaria de Planejamento do Estado, apresenta vícios e graves irregularidades que merecem atenção da justiça e medidas do TCE. A parlamentar, que tem desempenhado um papel importante na fiscalização dos atos do governo, apresentou novos elementos que configuram ilegalidade e o erário não pode ser prejudicado em favorecimento de empresa ligada a família do governador Flávio Dino.

“A Copiar foi contratada pela SEPLAN através de dispensa de licitação sem necessidade. O governo assumiu em janeiro, teve tempo de fazer o pregão, mas não fez. Poderia também optar para prorrogar o contrato com a CSF, que era a empresa que prestava o serviço, mas também não fez mesmo tendo o valor mais vantajoso para a SEPLAN. Mas no processo de dispensa, existiu uma simulação na planilha de custos das propostas para beneficiar a COPIAR”, explicou Andrea Murad.

Andrea Murad explicou que o secretário adjunto da SEPLAN, Nélio Alves Guilhon, foi quem simulou essa planilha de custos favorecendo a COPIAR no processo licitatório. Além disso ela denunciou que o adjunto é um servidor federal que faz parte do quadro de funcionários da UFMA com dedicação exclusiva e que jamais deveria estar secretário adjunto de planejamento do estado. Outra grave irregularidade destacada pela parlamentar é que a empresa tem ligações com familiares do governador Flávio Dino.

“A sócia da Copiar é Glenda Frota de Albuquerque Cordeiro, irmã de Sandra, casada com Nicolau Dino, irmão de Flávio Dino. Aí quando o governador chega e diz: não, emprego eu não dou a ninguém da minha família no meu governo. Realmente, ele não está dando emprego não, ele está dando um baita de um emprego, porque isso aqui é um baita de um salário para alguém da família dele. Então é uma hipocrisia sem tamanho. E o mais grave: O Nélio simulou a planilha de custo, isso foi simulação. Por que não prorrogou com a CSF que seria mais vantajoso? Por que não deu o aditivo no prazo? Porque não quis, porque quis beneficiar a Copiar, empresa da família do parente do governador”, disse a parlamentar.

3 comentários para "Representação na Justiça"


  1. motense

    Vai trabalhar Andrea….apresenta algum projeto seu ai!!e as viagens pago na sua campanha pelo estado como ficam?

  2. Cesar do Vinhais

    ZECA SOARES CONHEÇO PESSOAS QUE NÃO ACESSAM MAIS TEU BLOG,POR CAUSA DESSES DOIS DEPUTADOS AÍ ANDRÉA MUDAR E ADRIANO SARNEY, ESSE DOIS SÃO FURIOSOS, FAZEM UMA OPOSIÇÃO PARA MEIA DÚZIA,NÃO RESPEITAM A MAIORIA DO POVO QUE VOTOU NO FLÁVIO DINO,AQUI NO TEU BLOG TODOS OS DIAS ESSES DOIS DEPUTADOS ESTÃO AQUI PROCURANDO PROBLEMA,PARECE QUE ELES QUEREM DESGASTAR O GOVERNO DE QUALQUER JEITO, ELES NÃO APRESENTAM UM PROJETO PARA MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA DO POVO, PARECE QUE O MARANHÃO SÓ PERTENCE A ELES. O MARANHÃO É SUBDESENVOLVIDO POR CAUSA DE POLÍTICOS INCOMPETENTES IGUAIS A ESSES AÍ .

    • Zeca Soares

      Nem Jesus Cristo agradou a todos. Não tenho essa pretensão.

deixe seu comentário