Desmentido por Alckmin

5comentários

dilmaegovernadores

Inábil e ainda neófito no jogo político nacional, o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) foi desautorizado por por pelo menos um colega ao tentar gerar um clima de comoção pró-Dilma, após reunião com a presidente, ontem.

Ao ser questionado por repórteres, Dino saiu-se com esta:

“Houve uma defesa clara e inequívoca da estabilidade institucional, da ordem democrática do Estado de direito e contra qualquer tipo de interrupção das regras constitucionais vigentes, portanto, a manutenção do mandato legítimo da presidenta Dilma Rousseff, que foi eleita para cumprir até o fim”.

Mas, segundo o governador de São Paulo, Geraldo Alckimin (PSDB), o tema sequer foi tratado na reunião com Dilma.

“Isso não foi dito pela presidente Dilma nem está em discussão. Em relação a isso, nós defendemos o quê? Investigação, investigação e investigação. Cumprir a Constituição. Isso não esteve na pauta”, garantiu Alckimin.

E tudo indica ser Alckimin o dono da razão neste caso.

Basta ver que a declaração de Dino, dada após a reunião, é praticamente a mesma externada em seu perfil no Twitter, e replicada no site do PCdoB, ontem às 8h47 – mais de oito horas antes da reunião.

O que Flávio Dino fez, portanto, foi expressar um desejo pessoal à imprensa, tentando aparecer em sua primeira incursão na política nacional.

O que põe em xeque sua ainda incipiente credibilidade nacional…

Foto: Divulgação/Ichiro Guerra

Blog de Marco D’ Eça

5 comentários para "Desmentido por Alckmin"


  1. Welbi Maia Brito

    O governador Geraldo Alckmin sempre esteve à disposição para discutir ações para ajudar o país neste momento de crise. Isso não significa dar apoio político ao governo e à Dilma. A preocupação dele é com o país e com a população. Se a presidentA e o PT esperam usar os governadores da oposição para melhorar sua imagem ou obter apoio político, podem desistir.

  2. Pedrinho

    FLÁVIO DINO NÃO CHEIRA E NEM FEDE NA POLÍTICA NACIONAL, BEM DIFERENTE DE JOSÉ SARNEY.

  3. Sérgio

    EU MORRO DE RIR DESSE GOVERNADOR DO MARANHÃO QUE ORA É DILMA, ORA É AÉCIO.

    • Zeca Soares

      Você tem razão Sérgio, o candidato Aécio Neves esteve aqui em São Luís com Flávio Dino na campanha, muito bem lembrado.

  4. Rodrigo

    FLÁVIO DINO AGORA AÉCIO NEVES JÁ SABE QUE NÃO PODE CONTAR COM VOCÊ NO MARANHÃO FIQUE MESMO COM A DILMA E OS ESCÂNDALOS DO PT E DA LAVA JATO.

deixe seu comentário