Primeiro encontro

3comentários

FabioeCastelo

O vereador Fábio Câmara (PMDB) fez uma visita de cortesia neste sábado, dia 1º de agosto, ao deputado federal João Castelo (PSDB).

O encontro a sós, sem registro de imagens e sem presença de repórteres- que foi o primeiro diálogo entre os dois líderes políticos após o segundo turno das eleições de 2012 – foi alcançado por este blog ainda na noite de sábado.

Vice-presidente municipal do PMDB, Fábio Câmara buscou amenizar a visita ao tucano, ao explicar tratar-se de uma visita de cortesia.

“Não se trata de discussão sobre questão eleitoral. Eu apoiei o ex prefeito João Castelo no segundo turno das eleições de 2012. Faz bastante tempo que não nos encontrávamos. Aproveitei que estava com uma folga na agenda e resolvi visitá-lo“, desviou o vereador em rápida entrevista, ao deixar a residência do deputado federal na Ponta D’Areia.

Castelo também negou que o encontro tenha sido sobre sucessão municipal e aproveitou para elogiar a atuação de Fábio na Câmara, destacando ainda a importância do peemedebista para o futuro do povo de São Luís.

“A nossa conversa não foi sobre eleição. O que fizemos é o que mais a cidade mais precisa fazer neste momento, que é dialogar, conversar. Fábio é um parlamentar com grande atuação na Câmara e que tem importância para o povo de São Luís. Fiquei feliz com a visita de cortesia que ele me fez”, declarou o tucano.

Foi a primeira iniciativa de Câmara como vice-presidente do PMDB…

Blog do Marco D’Eça

3 comentários »

Foco na permanência

9comentários

Sampaiodouglas

Estamos chegando à metade do Campeonato Brasileiro Série B e a campanha do Sampaio até aqui é considerada muito boa.

A equipe já esteve no G4 e continua bem próximo dele, mas um fator nos últimos jogos a mim parece começar a atrapalhar o Sampaio que é entrar novamente no grupo dos quatro primeiros.

No início essa coisa de G4 estava apenas com o torcedor, agora tomou conta da imprensa (inclusive de mim), da diretoria, comissão técnica e até de jogadores. Não se fala em outra coisa.

Da minha parte acho que já está na hora de voltar a olhar para o próprio umbigo. Primeiro o Sampaio precisa somar pontos nos jogos e consolidar a sua presença na Série B afastando qualquer possibilidade de rebaixamento.

Temos que pensar primeiro na permanência na Série B. Essa fixação em Série A e G4 definitivamente vem atrapalhando o Tricolor, pois sabemos que o time do Sampaio tem muitas limitações e atravessa problemas financeiros graves pois está com salários atrasados há três meses.

Vamos deixar as coisas acontecerem normalmente, mas é claro que comissão técnica e jogadores precisam continuar trabalhando no sentido de alcançar o G4, mas como uma consequência do trabalho e não como uma meta obrigatória.

9 comentários »

Melhorias no trânsito

0comentário

carloscunha

As obras de melhorias para o trânsito estão em andamento em pontos estratégicos da capital. Na Avenida Carlos Cunha, a obra está em fase de conclusão e já apresenta benefícios para quem trafega pelo local. Já na Avenida dos Franceses está sendo iniciada a segunda etapa da intervenção.

As modificações realizadas pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), integram o Plano Estratégico de Melhorias para o Trânsito, lançado na gestão Edivaldo. Com as obras, estão sendo beneficiados condutores, pedestres e usuários de transporte coletivo.

“Estamos trabalhando com foco na melhoria da mobilidade urbana em São Luís. As intervenções que temos promovido em toda a cidade vão gerar mais fluidez no trânsito e facilitar o dia a dia da nossa população”, disse o prefeito Edivaldo.

Na Avenida Carlos Cunha, a intervenção está sendo realizada desde a entrada da Odorico Mendes até o elevado. Na região, houve a retirada do canteiro central da avenida, permitindo, assim, a criação de duas novas faixas. Dessa forma, a avenida possui agora cinco faixas, sendo uma exclusiva para quem vai entrar para a Avenida Odorico Mendes e quatro para quem segue em direção ao Calhau.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, ressaltou que as melhorias alcançarão tanto os pedestres quanto os motoristas que transitam pela região. “Estamos realizando intervenções estratégicas no trânsito da cidade. A Avenida Carlos Cunha é exemplo de uma dessas modificações geométricas, que têm a proposta de reduzir os engarrafamentos na capital”, destacou.

A previsão é de que, nesta segunda-feira (3), a obra esteja concluída com a sinalização vertical e horizontal, que será implantada neste final de semana. Até a finalização da obra, a SMTT mantém duas viaturas 24h no local para melhor orientar os condutores acerca das mudanças na região.

sem comentário »

Ao trabalho

0comentário

AdrianoSarney

Amanhã iniciaremos na Assembleia Legislativa do Maranhão o segundo período da primeira sessão desta legislatura. Durante o primeiro período, cumpri meu mandato com determinação. Foram 5 meses e meio de dedicação exclusiva como representante do povo do Maranhão e tempo de intenso aprendizado das práticas legislativas, funcionamento da Assembleia, seu Regimento Interno e a dinâmica dos requerimentos, comissões temáticas e gabinetes.

Discuti as minhas principais ideias e estudos sobre o Maranhão. Busquei unir forças entre setores da sociedade civil organizada, poder público, empresas, instituições, cooperativas, entidades de classe, universidades, imprensa, ONGs e a opinião pública em geral, em torno de objetivos comuns: a transformação dos nossos potenciais econômicos em resultados sólidos e sustentáveis, redução das desigualdades regionais e da dependência da máquina pública e fortalecimento da cidadania, da geração de emprego e renda.

A minha postura se pauta, portanto, em atitudes e visão do futuro, principalmente nas Comissões de Assuntos Econômicos e Meio Ambiente da Assembleia, mas também em sintonia com entidades de classe como a Confederação Nacional da Industria (CNI) em Brasília, a Federação das Industrias do Maranhão (Fiema), a Associação dos Jovens Empresários (AJE).

Também busquei entendimentos, por exemplo, a cerca da crise das demissões na Alumar, das altas tarifas de energia elétrica junto a Cemar e a Aneel, da situação crítica dos aeroportos do Maranhão, da crise siderúrgica em Açailândia, do conflito entre os donos dos bares e restaurantes da Litorânea junto a Prefeitura, o SPU e o Ministério Público, de soluções para a despoluição dos rios e das praias da Grande Ilha e do gerenciamento das Bacias Hidrográficas do Maranhão com ONGs, governo e universidades.

Demos entrada em importantes projetos de lei, como o que estabelece as diretrizes e bases para o Programa Estadual de Conscientização, Conservação e Uso Racional da Agua e o PL que dispõe sobre o Programa Estadual de Conscientização, Conservação e Economia de Energia Elétrica.

Ao observar a necessidade de conhecer e organizar as normas estaduais dei entrada em requerimento que cria uma comissão especial de deputados para levantamento, análise e consolação de todas as leis do estado do Maranhão. Extinguir leis sem efeitos e unificar as normas de teor semelhante estão entre os objetivos do grupo de trabalho que incluirá, além de técnicos da Assembleia, estudantes universitários e professores.

A questão da segurança pública me chamou a atenção, primeiro, é claro, pela leitura da realidade das ruas e também pela necessidade de atender as reclamações dos meus eleitores e amigos. Tenho indicações relacionadas a ampliação e instalação de novas câmeras do Centro e Controle de Videomonitoramento da Região Metropolitana de São Luís.

Ao analisar a base do problema da segurança pública no Maranhão, o baixo efetivo, dei inicio a minha luta pela vinda da Força Nacional. Levantei uma das discussões mais polêmicas no plenário. Peço apenas que o governador solicite reforço federal até que ele consiga efetivar mais policiais nas ruas. Dei entrada também em projeto de lei que estabelece as diretrizes para a formulação de uma política estadual de segurança pública, visando orientar o governo a criar parcerias com os municípios e a iniciativa privada para fortalecer o sistema de segurança.

Fui um contundente opositor ao governo estadual. Entre os primeiros assuntos que colocamos em discussão está a questão dos Conselhões, denunciamos os valores recebidos em jetons pelo alto escalão do Governo. Formulamos também questões importantes acerca de ilegalidades na composição de membros da Comissão Central de Licitação e de contratos direcionados no Detran, Secretaria de Planejamento e Caema, motivando a administração estadual a consertar os erros. Atuamos também em questões atípicas como, por exemplo, os casos que tivemos de sair em defesa da Igreja Católica e do Povo Indígena após o próprio governador tentar desqualificá-los. Ao final o governador se retratou com a Igreja e se viu compelido a atender as reivindicações da comunidade indígena.

Tenho muito mais trabalho pela frente. Pretendo deixar a minha marca com muito trabalho e seriedade. Desempenhar minhas funções dentro dos princípios morais, com honestidade intelectual, estudando os problemas, buscando soluções e colocando os conhecimentos que consegui adquirir ao longo da vida a serviço do povo.
Ao trabalho!

* Artigo de Adriano Sarney – Economista, administrador e deputado estadual (PV) publicado em O Estado

sem comentário »

Chamamento de Ricardo

7comentários

RICARDOMURAD

7 comentários »