Festa no Piauí

12comentários

River

Definidos na noite desta segunda-feira os acessos nas Séries “C”e “D”do Campeonato Brasileiro.

Festa no Piauí com o acesso do Ríver, após mais um feito do técnico Flávio Araújo – o rei do acesso. Após a goleada no Albertão, por 3 a 0, o Ríver empatou com o Lajeadense, no RS por 1 a 1 e garantiu o acesso.

Não foi mais um simples acesso de Flávio Araújo, mas o renascimento do futebol do Piauí que a exemplo do futebol maranhense desde agora vai começar a pensar em chegar à Série B.

Ontem, o Remo já havia garantido o acesso ao lado do Ipiranga-RS e Botafogo-SP. As semifinais serão? Botafogo-SP x Remo-PA e Ríver-PI x Ipiranga-RS.

Na Série C, Vila Nova-GO, Londrina-PR e Brasil-RS já haviam conquistado o acesso. Hoje, o Tupi bateu novamente o ASA-AL, em Arapiraca, por 2 a 1 e também estará na Série B, em 2016.

As semifinais serão Brasil-RS x Vila Nova-GO e Tupi-MG x Londrina-PR.

Foto: Renan Morais

12 comentários »

Homenagem ao Sindsep

0comentário

Sindsep

A Câmara Municipal de São Luís, realizou, na manhã desta segunda-feira (19), por solicitação do vereador Honorato Fernandes (PT), Sessão Solene em homenagem aos 25 anos de fundação do Sindicato dos Servidores Federais do Maranhão (Sindsep/MA).

Ocupando a mesa da solenidade, estiveram: o vereador Francisco Carvalho (PSL), que presidiu os trabalhos da sessão; Washington Luiz, Conselheiro do TCE e ex-diretor do Sindsep/MA; Ângela Souza, Presidenta do Sindsep; Valter César, secretário Geral do Sindsep/MA; Raimundo Pereira diretor administrativo do Sindsep/MA, respectivamente; Adriana Oliveira, presidente da CUT-MA, além dos vereadores Marlon Garcia (PT do B), 1º Secretário da Casa e Honorato Fernandes, 2º Secretário e autor da proposição.

A solenidade foi aberta pelo vereador Honorato Fernandes, que fez a leitura de uma passagem bíblica e agradeceu a todos presentes. Em seguida, o vereador utilizou a tribuna da Casa para pontuar momentos da história, nos quais a luta dos servidores públicos federais ficou marcada, bem como o resgate dos direitos da classe trabalhadora durante o governo do PT e agradeceu a oportunidade de ter crescido acompanhando o dia-a-dia do sindicato.

“É com muita alegria que subo a essa tribuna para registrar um momento que eu considero histórico na vida dos trabalhadores e trabalhadoras do estado do Maranhão, em especial dos que trabalham no serviço público federal. Sou filho de uma servidora pública federal que foi filiada ao Sindsep/MA e, quando menino, por muitas vezes acompanhei o setor jurídico para verificar pendências, porque este é um dos enfrentamentos e ajuda que o sindicato sempre deu aos seus filiados”.

Sindsep1
“Quero destacar ainda a época do governo de Collor e de Fernando Henrique Cardoso, dois momentos da história onde os servidores públicos federais tiveram uma posição importantíssima, lutando contra a privatização e redução de direitos dos servidores federais, responsáveis pelo bom funcionamento da máquina pública. Mas, eis que depois chegou ao governo Lula do PT, partido do qual tenho muito orgulho de fazer parte. Governo, a partir do qual os servidores públicos federais tiveram grandes conquistas, e que sempre dialogou com o sindicato. Quero também agradecer pela oportunidade de convívio com todos do Sindesep/ MA e colocar novamente o meu mandato a disposição para contribuir na luta de defesa dos direitos dos servidores públicos federais”, afirmou o vereador.

Após a fala do vereador Honorato, o presidente da sessão, vereador Francisco Carvalho fez a entrega da placa em homenagem aos 25 anos de Fundação do Sindsep/MA à presidente do sindicato, Ângela Souza, que, posteriormente, utilizou a tribuna da Câmara para agradecer ao vereador Honorato Fernandes pela homenagem prestada, estendendo os agradecimentos aos ex-diretores e a todos os funcionários do Sindesp/MA.

“Gostaria, primeiramente, de agradecer a Deus e aos companheiros ex-diretores do Sindsep/MA, que colocaram os primeiros tijolos para que nós estivéssemos aqui. Agradecer também aos funcionários do sindicato, que realizam conosco a luta sindical, aos vereadores presentes, em especial o vereador Honorato Fernandes, através do qual nós pudemos chegar a esta casa”, destacou a diretora do Sindsep/MA.

sem comentário »

Crise de Comunicação

2comentários

AndreGossain

O Superintendente de Investigações Criminais, delegado Andre Gossain divulgou nota que evidencia no mínimo uma crise na comunicação do Governo do Maranhão.

Pela manhã, toda a imprensa foi convocada pela Secom para uma coletiva com André Gossain que alega sequer ter sido comunicado.

Na nota, Gossain diz que “jamais convocou qualquer coletiva para falar sobre o caso e que houve surpresa quando na data de hoje as 15h varios jornalistas aqui compareceram dizendo que foram convocados para uma coletiva. Nem a DEIC/MA sabia do fato e que depois se soube que fora órgãos da assessoria de imprensa que marcaram tal coletiva e nao comunicaram a DEIC/MA”.

Além disso, Gossain reafirma que jamais emitiu qualquer nota afirmando que houve “equívoco” da Polícia Militar.

Por telefone, o secretário de Segurança Pública, Jeferson Portela disse que não autorizou qualquer divulgação de nota em nome da SSP com esse teor e negou ter havido “equívoco” da PM. Ele afirmou que o e-mail com a informação errada foi enviado pela assessoria da SSP, sem o seu conhecimento.

Bom, lamentável. Quando essas coisas acontecem é melhor parar para arrumar a casa.

Veja a nota na íntegra de Gossain

A DEIC/MA publicamente sobre a festa ocorrida na data de 18/10/2015 na Av. Santos Dumont Declara o que segue:

1- jamais emitiu qualquer nota para imprensa dizendo que a ação da PM/MA foi “equivocada”

2- jamais convocou qualquer coletiva para falar sobre o caso

3- houve surpresa quando na data de hoje as 15:00 hrs varios jornalistas aqui compareceram dizendo que foram convocados para uma coletiva. Nem a DEIC/MA sabia do fato.

4- depois se soube que fora órgãos da assessoria de imprensa que marcaram tal coletiva e nao comunicaram a DEIC/MA

5- a ação da PM foi legal. Respaldada pela legislação. Pouco importando que nao havia indicios de organizacao criminosa, pois ocorreu no local crime de exposicao de menores a bebidas alcoolicas

6- o caso teve o tratamento juridico previsto e respaldado por lei e foi encaminhado a delegacia competente, DPCA

7- A DEIC/MA repudia o uso de seu nome sem sua autorização. E solicita que os responsaveis por essa celeuma desfacam tal mal entendido

8- Alem de considerar legal a ação da PM, a DEIC/MA declara seu respeito e amizade com os coirmaos da PM/MA e se coloca a disposição para qualquer explicação.

Sao Luis-MA, 19/10/2015

Andre Gossain
Delegado – DEIC/MA

Veja a nota enviada pela Ascom da SSP

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), informa que a condução de supostos integrantes de uma facção criminosa, sendo a maioria menores de idades, realizada, na noite do último domingo (18), na Avenida Santos Dumont, no bairro do São Cristóvão, para a sede do órgão, foi um equívoco.

Segundo a Seic, no momento da prisão, estava sendo realizado um evento com entrada paga para arrecadação de fundos e todos os participantes utilizavam pulseiras de identificação. Na festa, foram encontradas alguns papelotes de droga e frascos de loló, no entanto a quantidade não caracteriza tráfico de entorpecentes.

A Superintendência de Investigações Criminais afirma que realizou uma triagem e constatou que todos os maiores de idade não tinham passagens pela polícia e foram liberados. Os adolescentes foram entregues aos pais e/ou responsáveis.

Ainda de acordo com a Seic, foi aberto um inquérito para apurar suposta venda de bebidas alcoólicas e drogas para os menores de idade. Em seguida, os autos do processo serão encaminhados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) para dar prosseguimento ao caso. O material encontrado no local seguirão para o Instituto Criminalística para serem periciados.

Delegado André Gossain irá conceder uma entrevista coletiva às 15h na Seic.

Veja o aviso de Pauta da Secom

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) convida a imprensa para uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (19) com o Superintendente de Investigações Criminais, André Gossain, para esclarecer fato ocorrido à noite de domingo (18) em festa na Avenida Santos Dumont, no bairro São Cristóvão. A entrevista será concedida na sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), no Bairro de Fátima, às 15h.

Serviço
O quê: Entrevista Coletiva
Local: Secretaria Estadual de Investigações Criminais (no Bairro de Fátima)
Horário: 15h

2 comentários »

Amsterdam Pub é fechado

0comentário

Amsterdam-Music-Pub

Uma decisão proferida pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís determinou o fechamento temporário da casa de shows Amsterdam Music Pub, que fica na Lagoa da Jansen. A decisão ressalta que a casa estará fechada “até a sua devida adequação, impondo as limitações já expostas, em cumprimento a Lei do Silêncio e Código de Postura Municipal”. A ação foi movida por A. G. G., que mora ao lado da casa noturna, e reside na Ponta D’areia há 26 anos.

“Há mais ou menos uns dois anos e meio a casa residencial da vizinha chamada L. foi transformada inicialmente em restaurante e, em seguida, em casa de show conhecida como ‘Amsterdam Music Pub’, tendo como proprietário o seu marido P., o que foi capaz de acabar com toda a tranquilidade do bairro, em especial a da família da Requerente por residir do lado, tendo em vista o incômodo ‘infernal’ ocasionado pela referida casa noturna”, versa a denúncia.

A autora anexou à petição inicial diversas provas no sentido de demonstrar o incômodo causado pela casa noturna vizinha, tais como: fotografias, boletins de ocorrência, laudo de constatação de poluição sonora da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, e laudo de exame criminal ambiental nº 100/2014 EFMA.

Ao fundamentar a decisão, o juiz Clésio Cunha citou o Código Civil, que prevê que “o proprietário ou o possuidor de um prédio tem o direito de fazer cessar as interferências prejudiciais à segurança, ao sossego e à saúde dos que o habitam, provocadas pela utilização de propriedade vizinha”. E segue: “No vertente caso, a autora demonstrou a plausibilidade jurídica do seu direito, porquanto trouxe aos autos provas que corroboram sua alegação de que a ré vem lhe causando diversos incômodos”.

A autora anexou à denúncia um relatório fotográfico, demonstrando a destruição do muro existente entre a casa de shows e a residência da autora; danos à calçada; obstrução da garagem; infiltração de água, oriunda da casa de shows, no banheiro e quarto da autora. Também foi anexado um boletim de ocorrência nº 175/2014, registrado na Delegacia de Costumes, no qual é comunicado que “a estrutura física do referido estabelecimento acima mencionado não possui revestimento acústico que o som oriundo do local prejudica o comunicante e os vizinhos”.

Diante do exposto, o magistrado deferiu o pedido de antecipação dos efeitos da tutela e determinou a imediata suspensão das atividades de Amsterdam Music Pub até sua devida adequação às normas da Lei Estadual nº 5.715/1993 (Lei do Silêncio), bem como à Lei Municipal nº 1.790/1968 (Código de Posturas do Município de São Luís. A Justiça fixou multa, por dia de descumprimento, no valor de R$ 20.000,00. O representante da casa foi citado para contestar a decisão no prazo de 15 dias.

Nota de esclarecimento

A direção do Amsterdam Music Pub vem por meio desta nota informar que o evento Fake Plastic Night, que seria realizado às 21h desta sexta-feira (16), foi cancelado em virtude de uma interdição por parte da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) fundamentada pelo descumprimento da Lei do Silêncio. Segundo os laudos apresentados, a casa teria excedido em 19 (dezenove) decibéis o limite estabelecido por lei. A denuncia foi feita por apenas um vizinho e será contestada administrativa e judicialmente.

Pedimos sinceras desculpas aos nossos clientes e reforçamos o nosso compromisso em sempre melhorar o nosso serviço,passando desde a estrutura física, até melhorias no equipamento de som (este especificamente chegando recentemente a investimentos de R$ 100 mil).

Os advogados do Pub já recorreram ao plantão do Tribunal de Justiça para obter um efeito suspensivo e retomar as atividades o mais breve possível. Vale observar que a sanção aplicada é a máxima prevista por lei nesses casos, se mostrando desproporcional e não havendo tempo hábil por parte do Pub para recorrer e nem cumprir as demandas propostas, desde a advertência até a interdição. Lembrando também que a equipe da Sema autuou o Amsterdam Music Pub, às 20h desta sexta-feira, prejudicando e cerceando a defesa administrativa e causando tamanho incômodo para o público da casa.

Pedimos novamente a compreensão de todos os clientes do Pub por infelizmente não termos tempo suficiente para retomar as atividades ainda hoje.

Atenciosamente, a Direção.

sem comentário »

Medidas antipáticas

1comentário

TeatroArthurAzevedo

O ator, diretor e produtor cultural, Guilherme Telles divulgou nas redes sociais um desabafo no qual critica medidas adotadas pela administração do Teatro Arthur Azevedo.

Uma delas diz respeito à proibição do público de comparecer aos camarins para tirar fotos com os artistas, bem como fotografá-los na recepção do Teatro. “Uma decisão dessa beira o extremo do ridículo e ditarorial”, escreveu.

Essa decisão também teria desagradado recentemente a cantora Ângela Rorô que se recusou a sair do teatro para fazer fotos com o público. Pelo que apuramos, Rorô “empurrou” a recepcionista do teatro e mandou o público entrar novamente no teatro. A gritaria do público do lado de fora foi geral.

Após uma das apresentações do espetáculo Pão com Ovo, vi os artistas César Boaes, Adeílson Santos e Charles Júnior fazendo fotos na calçada do teatro com o público. Até pensei que era coisa dos artistas, mas na verdade é uma proibição para que façam fotos após os espetáculos com o público, o que convenhamos não tem nada a ver.

O secretário Felipe Camarão não pode cruzar os braços diante dessa situação.

Fica o espaço do blog para a direção do Teatro Arthur Azevedo se posicionar.

Leia o que escreveu Guilherme Telles

“A necessidade de imprimir sua marca administrativa pode levar a equívocos”.

Vamos lá: O que se espera de um administrador de qualquer coisa pública, e aqui reforço o “público” como de todos, é que toda e qualquer decisão seja para o consenso do coletivo.

Na primeira visita que fiz ao Teatro Arthur Azevedo nessa nova administração, fui interpelado com um aviso que estava proibido o acesso das pessoas com bermuda e camiseta a parte administrativa do teatro. Assim, se um artista que é naturalmente despojado ao viver em uma ilha tropical onde é culturalmente aceitável o habito de bermudas e camisetas por causa das altas temperaturas que se faz presente o ano inteiro em nossa ilha, se necessitasse falar com a direção da referida casa de arte seu acesso seria imediatamente negado. Levada tal decisão ao coletivo de maior interesse na causa, a decisão foi revogada.

Voltando ao teatro Arthur Azevedo nos dias 04/05 de setembro para apresentar temporada com o espetáculo “Uma linda Quase Mulher”, no segundo dia após o espetáculo fui surpreendido mais uma vez com mais uma decisão que segundo os funcionários partiu da direção da casa: “O acesso do publico aos camarins dos artistas para cumprimentar, tirar uma foto, dar um abraço ou simplesmente agradecer estava proibido. Como assim proibido??? Agora para receber o público vou ter que sair do camarim e ir lá fora??? A casa não é mais do artista?? Uma decisão dessa beira o extremo do ridículo e ditatorial.

A atitude dos funcionários ali presentes deixou-me extremamente irritado, perplexo e envergonhado na presença dos que ali foram pra cumprimentar o elenco, fato que já foi repetido inúmeras vezes.

O mais estranho de tudo é saber que o atual diretor do Teatro Américo Azevedo Neto é muito antes de “estar” diretor, é um artista.

E custa-me acreditar que uma atitude dessas tenha partido de uma pessoa com uma vasta experiência com publico e arte. Se assim o foi, é lamentável”.

Guilherme Telles
Ator, Diretor e Produtor Cultural

1 comentário »

Festa em Cantanhede

0comentário

GlalbertCutrim

O deputado Glalbert Cutrim participou, neste último fim de semana, de uma grande festa popular realizada na cidade de Cantanhede.

Acompanhado de lideranças comunitárias e políticas, dentre elas os vereadores Toinho, Jacó e Charles, além do casal Meire e Geraldo Nascimento – este último secretário estadual adjunto de Articulação Política – o parlamentar percorreu diversos bairros onde entregou mais de quatro mil brinquedos para crianças. “Nosso objetivo é trazer alegria e fazer com que as crianças passem um domingo com mais felicidade”, afirmou Cutrim.

Além de se confraternizar com a população do município, Glalbert aproveitou a oportunidade para conversar diretamente com o cidadão, ouvir suas reivindicações visando transformá-las em ações concretas na Assembleia Legislativa. “São novas ações nos setores da saúde, educação e infraestrutura que, na Assembleia, iremos solicitar ao Governo do Estado em beneficio do povo de Cantanhede”, garantiu o deputado.

Entre os moradores, o clima era de muita alegria e festa. Para a dona-de-casa Conceição Romério, cujo filho, de 06 anos, recebeu presentes, a ação do parlamentar é muito importante, uma vez que ele conversou diretamente com o cidadão comum. “Desde o ano passado, na campanha, o Glalbert se mostrou um político diferente, que gosta de estar em contato direito com o povo. Ele se elegeu e continua trabalhando da mesma forma”, avaliou.

Os representantes da classe política também destacaram o perfil popular e municipalista do deputado. “Glalbert está em contato permanente com os moradores das cidades e a classe política. É, sem nenhuma dúvida, um deputado atuante e defensor do municipalismo no Maranhão”, comentou o vereador Jacó.

sem comentário »

Prisão em massa

1comentário

microonibus

A Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) conduziu 120 pessoas, entre elas 80 menores de idade, na noite desse domingo (18) para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). Todas participavam de uma festa no bairro do São Cristóvão, em São Luís (MA). Dentro, os menores consumiam bebidas alcoólicas. Na manhã desta segunda-feira (19), todos foram liberados.

Inicialmente, a PM-MA interrompeu a festa por acreditar que se tratava de um evento promovido por uma facção criminosa, mas no local nenhuma arma foi encontrada, conforme informou o delegado Thiago Bardal. Apenas uma pequena quantidade de crack foi encontrada no interior da residência, localizada na avenida Santos Dumont.

Para conduzir todos os suspeitos para a Seic, no bairro de Fátima, a PM-MA precisou usar três micro-ônibus.

A denúncia partiu dos vizinhos da festa. Na região, em 2014, 100 pessoas haviam sido detidas suspeitas de tráfico de drogas e de pertencerem a uma facção criminosa.

Foto: Biaman Prado/ O Estado

Leia mais

1 comentário »

O PT e a Rede

10comentários

PTeEliziane

Por Honorato Fernandes

Tenho visto e ouvido alguns companheiros (as) defendendo o diálogo com a deputada Eliziane Gama sobre uma possível aliança do PT com a REDE na disputa pelo comando de nossa cidade em 2016. Acredito que política se faz com diálogo, entretanto, tem me causado muita estranheza a deputada passar todo tempo de seu atual mandato numa postura agressiva contra nosso Partido, contra o Governo Federal, inclusive com o achincalhamento de lideranças que foram, são e sempre serão referencias nas lutas e bandeiras defendidas por nós, e neste momento, buscar o diálogo com o PT.

Nessa semana, ao se pronunciar da tribuna da Câmara Federal para defender o processo de impeachment, a Deputada se posiciona claramente contra o projeto de nosso Partido, e ajuda a patrocinar desta forma um golpe contra a democracia.

Acredito que a deputada deve ter se confundido ao ligar para o Presidente Raimundo Monteiro solicitando agenda para tratar de apoio do nosso partido ao seu projeto de se tornar Prefeita de São Luís no próximo ano, ou então, a nobre deputada deve estar desejando pedir o apoio de nosso partido ao tempo que irá se desculpar com a forma que tem se posicionado contra todos nós: filiados e militantes. Pode ser que seja isso!

Eu, entretanto, tenho defendido o alinhamento com uma candidatura para cidade de São Luís que tenha em sua base os mesmos preceitos ideológicos, e que esses não mudem no trecho São Luís para Brasília ou vice-versa. Defendo com convicção e com o desejo de não mais errar nas escolhas, mesmo que para isso, possa custar derrotas momentâneas. Defendo o alinhamento dos projetos do nosso partido com aqueles que historicamente foram aliados estratégicos e ideológicos.

E para finalizar meus companheiros(as) entendo como válida a conversa com a nobre deputada, e tenho a certeza que apesar de diferenças de visão e de projetos, o presidente a receberá com toda deferência e respeito em nossa casa.

Abraços a todos.

Honorato Fernandes – PT
Vereador de São Luís – MA

10 comentários »