Crise no teatro

0comentário

Publiconoteatro

As coisas não andam mesmo boas no Teatro Artur Azevedo. A cada dia, um produtor cultural ou artista vem a público reclamar do tratam,ento que vem recebendo por parte da atual administração. Ontem publiquei uma carta com um desabafo do ator, diretor e produtor, Guilherme Telles.  Antes, um ex-funcionário que foi demitido revelou bastidores do teatro.

Quem agora reclama é o produtor Guilherme Frota – um dos mais conhecidos da cena cultural. Ele utilizou as redes sociais para fazer um desabafo.

“Realizo trabalhos no Nosso Teatro Arthur Azevedo há mais de 25 anos. Lá já produzi centenas de espetáculos de música, dança, peças teatrais; locais, nacionais e internacionais. Mesmo com todo esse histórico fui desrespeitado como cidadão, profissional, empresário e produtor, por alguém que, hoje, faz parte do quadro administrativo da nossa maior casa de espetáculos. Mas as providências cabíveis estão sendo tomadas. Tais comportamentos são inadmissíveis”, afirmou.

Fica mais uma vez o espaço para a administração do Teatro e o secretário de Cultura, Felipe Camarão se posicionarem caso achem necessário.

Sem comentário para "Crise no teatro"


deixe seu comentário