Revolta e vandalismo

0comentário

DelegaciaIgarapedoMeio

Dezenas de manifestantes destruíram, no começo da tarde deste sábado (31), a câmara de vereadores, além de incendiarem a delegacia de Polícia Civil da cidade de Igarapé do Meio, região central do Maranhão – a 162 km da capital São Luís. Vários veículos foram destruídos.

Pela manhã, o grupo interditou as duas vias da BR-222 em vários pontos da estrada. Para isso queimaram galhos de árvores e pneus. Eles estariam contestando o cumprimento de uma ordem judicial para reintegração de posse de um terreno, realizada tarde dessa sexta-feira (30), segundo informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A ação de reintegração de posse acarretou na detenção de algumas pessoas, o que teria desencadeado os atos de vandalismo cometidos pela multidão enfurecida.

O 7º Batalhão da Polícia Militar foi acionado e conseguiu conter os revoltosos. Quatro pessoas acabaram sendo detidas em meio à confusão. Elas foram levadas para a delegacia de Santa Inês para serem autuadas em flagrante. Nenhuma teve o nome divulgado.

De acordo com o tenente Thiago Brito, a força policial permanecerá no local para evitar novos atos violentos. “Vamos nos manter o tempo necessário para estabelecer a ordem. As pessoas que foram presas serão conduzidas para a regional de Santa Inês onde serão realizados os devidos procedimentos”, afirmou o tenente.

O clima no momento é de tranquilidade, segundo a PM.

Leia mais

sem comentário »

Reconhecimento a Hildo

0comentário

HildoRocha

A deputada Andrea Murad disse nas redes sociais que o deputado Hildo Rocha “orgulhou a todos”e que a eleição no PMDB foi um ato vergonhoso.

Eu admiro pessoas destemidas, fortes, que não se vendem, não se corrompem, que tenham coragem e permanecem. Parabéns, Hildo! Vc me orgulhou. Orgulhou a todos! Porque continuou denunciando a falta de democracia no PMDB, até à consumação do ato eleitoral mais vergonhoso, quando a direção aclamada novamente foi a mesma que definiu que ninguém deveria concorrer com eles”.

“Não deixam ter outra opção. Querem vencer sem disputa. Infelizmente não é o povo que decide os rumos partidários e nem os delegados aptos a votar. Enquanto tiver políticos que apoiem isso, quando deveriam abominar tais práticas, as coisas não caminharão pra frente”, finalizou.

O ex-deputado Ricardo Murad também destacou a postura firme de Hildo Rocha na Convenção do PMDB.

“No encerramento do teatro encenado pelo senador João Alberto para garantir sua reeleição pela undécima vez como candidato único do PMDB, a presença e o discurso objetivo e firme do deputado federal Hildo Rocha pegou todos de surpresa e deixou o senador com cara de tacho. Parabéns companheiro Hildo. Orgulho de você”, afirmou.

sem comentário »

Transporte coletivo

0comentário

AndreFufuca

O deputado André Fufuca (PEN-MA) foi eleito presidente da comissão que irá analisar a Proposta de Emenda à Constituição 179/07 que pode incidir em uma diminuição de até 10% no transporte público no Brasil.

“A proposta já foi aprovada Neste mês de outubro a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e agora temos que trabalhar para que ela seja logo votada no plenário”, disse.

A PEC obriga a União a destinar no mínimo 10% dos recursos arrecadados com a Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (Cide-combustíveis) ao subsídio de programas de transporte coletivo urbano para a população de baixa renda em cidades com mais de 50 mil habitantes.

“Hoje o que temos é a aplicação desses recursos apenas no pagamento de subsídios a preços ou transporte de álcool combustível, gás natural e seus derivados e derivados de petróleo. Temos que aumentar a abrangência desses subsídios para beneficiar a população ainda mais”, disse o deputado.

A proposta será analisada agora por comissão especial presidida por Fufuca e, depois, deverá ser votada pelo Plenário em dois turnos.

sem comentário »

Defesa da CPMF

0comentário

FlavioDino

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), defendeu ontem, pela primeira vez publicamente, a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). O assunto vem sendo debatido pelo Governo Federal e por governadores desde setembro.

O comunista chegou a ser apontado nacionalmente como artífice da ideia de reinstituição do imposto com alíquota de 0,38% – a proposta da presidente Dilma Rousseff (PT) é de alíquota de 0,20% -, embora se esforçasse para negar, acusando a imprensa de “inventar” a proposta.

Contudo, ao discursar a uma plateia de prefeitos, durante a I Marcha Municipalista do Maranhão, realizada pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), em São Luís, Dino externou sua crença de que a volta do chamado “imposto do cheque” pode ser a redenção do financiamento para a saúde.

“A CPMF não foi criada na semana passada, a CPMF existiu durante dez anos no Brasil, com alíquota de 0,38%, não era alíquota de 0,20%. E aí, por um momento, o Congresso resolveu acabar com a CPMF. Tá fazendo falta. Ou bota a CPMF ou bota outra coisa no lugar”, disse.

O comunista ainda disparou uma espécie de crítica direcionada aos prefeitos que são contra a volta da CPMF. Segundo ele, e de causar “espanto” que haja gestores contra a reinstituição da contribuição.

“Me espanta um gestor público que é contra a volta da CPMF”, completou.

Polêmica – O posicionamento de Flávio Dino a favor da volta da CPMF – e sua tentativa de negar em público que defendia a proposta – provocou uma polêmica com o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB).

Em setembro, após reunião com a presidente Dilma Roussef, governadores apontaram o chefe do Executivo do Maranhão como o mentor da ideia de volta do “imposto do cheque” com alíquota de 0,38%. Dino reagiu, negando que tenha discutido o tema com a presidente, e garantindo que propôs apenas medidas de “combate à sonegação fiscal”.

Dias depois, no entanto, Pezão, confirmou à Agência Brasil que partiu do comunista a proposta de reinstituição da CPMF, e com alíquota mais alta.

“Segundo Pezão, foi do governador do Maranhão, Flávio Dino, a ideia de elevar a alíquota para 0,38% para que a diferença entre o percentual e a proposta de 0,2% do governo possa ser transferida para os estados”, disse a Agência Brasil em texto sobre o encontro dos governadores com a petista.

Flávio Dino, então, votou a se manifestar, atacando veículos de imprensa do Maranhão que repercutiram a entrevista do governador do Rio de Janeiro. “Andam sempre muito longe da verdade”, disse.

O Estado

sem comentário »

Jogo chave

0comentário

Sampaio

O Sampaio faz mais uma partida decisiva pelo Campeonato Brasileiro Série B, neste sábado, às 20h (horário local), contra o ABC-RN, no Frasqueirão em Natal. No primeiro jogo em São Luís, o Sampaio venceu por 3 a 2.

Com 50 pontos e ocupando a sétima colocação, o Sampaio tem que vencer para continuar na briga para entrar no G4. Além de vencer terá que torcer por uma derrota do Bahia para o Botafogo.

O Sampaio não vence uma partida fora de casa desde o dia 6 de junho quando bateu o Ceará, no Castelão, por 3 a 1. E hoje não resta outra opção ao Sampaio a não ser vencer.

O time não terá os atacantes Edgar, suspenso pelo terceiro cartão amarelo e Pimentinha que se recupera de contusão. O técnico Léo Condé ainda não confirmou quem entra no ataque para formar dupla com Jheimy. As opções são Vanger e Henrique.

O time deverá jogar com Rodrigo; Daniel Damião, Luiz Otávio, Plínio e Raí; Salino, Diones, Nádson e Válber; Vanger ou Henrique e Jhemy.

sem comentário »