Deputado governista critica Segurança

0comentário
“Precisamos parar de contar os mortos”, diz Bira sobre segurança pública no MA

“Precisamos parar de contar os mortos”, diz Bira do Pindaré sobre segurança pública no MA

O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) se manifestou na Assembleia Legislativa sobre a situação da segurança pública na Ilha de São Luís e fez referência à trágica morte do bombeiro Arthur Dourado da Silva, assassinado com tiro na cabeça quando chegava a sua residência, no último domingo (26), na capital.

“Foi um dia muito triste para todos nós, perdemos o Arthur. Perdemos um jovem exemplar, orgulho da Corporação dos Bombeiros e orgulho maior da família, um jovem que tinha um futuro brilhante pela frente. Uma pessoa que fazia o mundo ser melhor do que ele é. E nós perdemos!”, frisou o deputado bastante abalado.

Segundo o parlamentar, Arthur trabalhava no patrulhamento da região da Litorânea e foi, recentemente, condecorado pela sua atitude de bravura em dois episódios salvou pessoas na orla de São Luís.

“Não vai ser uma morte em vão. Essa luta é nossa pra toda vida e nós venceremos com a força de Deus. Nós não podemos perder essa guerra. Nós não podemos perder essa luta contra quem quer que seja. Nós temos que conquistar o direito à paz e, para que isso possa se consolidar, é preciso que se faça justiça. A paz é fruto da justiça, e a justiça precisa funcionar”, ressaltou.

Bira classificou a situação da segurança pública no Maranhão e, sobretudo, em São Luís como uma guerra, onde os mortos são contados todos os dias. Mas reconheceu a mudança de postura do governo do Estado, que antes se revoltava e agora, segundo ele, enfrenta a criminalidade com todas as medidas necessárias, pensando a longo e curto prazo.

“Então, eu quero pedir ao governador Flávio Dino e ao secretário Jefferson Portela que prossigam nesta luta cada vez mais intensa para que a gente possa ter respostas a esse enfrentamento. Quero também conclamar este Parlamento, o Poder Judiciário e a Sociedade para que a gente possa fazer uma cruzada intensa contra a violência que se instala neste País e de maneira específica no Maranhão e em São Luís”, conclamou ao frisar que o sistema de segurança pública não se resume a Polícia e ao sistema penitenciário, mas a todos os poderes, que devem funcionar juntos.

Nas palavras do socialista, os poderes e a sociedade precisam se irmanar para que a sociedade não seja sucumbida por uma ação sistemática da criminalidade que se abate sobre a sociedade brasileira, maranhense e de maneira específica a ludovicense.

“Registro minha indignação absoluta em razão dessa situação e a minha solidariedade plena ao Josias e a Jô que sentem a dor maior da perda desse jovem exemplar do Corpo de Bombeiros, a quem eu rendo minha homenagem e também a toda equipe da corporação que ontem foi extremamente solidária e chorou conosco a morte de Artur Dourado, que não vai ser em vão”, concluiu.

Foto: Agência Assembleia

Sem comentário para "Deputado governista critica Segurança"


deixe seu comentário