Pedrosa critica violência no governo Dino

0comentário
Advogado Antônio Pedrosa

Advogado Antônio Pedrosa

O advogado Luís Antônio Pedrosa que é membro da comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA) criticou os dados divulgados pelo governo do Maranhão sobre a Segurança Pública.

Ele aponta índices crescentes levando-se em consideração os dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

“O governo Dino continua se embananando com números da Segurança Púbica. Se consideramos índices onde não incide a ampliação da base de dados e o conceito de MVI (Mortes Violentas Intencionais), usado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ainda temos problemas”, disse.

Segundo Pedrosa, o Anuário traz índices de alguns delitos que ocorreram somente na Capital, como tráfico de entorpecentes, uso e porte de entorpecentes, roubo e furto de veículos e latrocínio. Nesses tipos penais não há que se alegar conceito envolvendo mortes e a inclusão de outros municípios, porque nesses casos não existe a ocorrência de mortes e os dados são homogêneos referentes a São Luís apenas.

Vejam só os dados que Pedrosa aponta: “De 2014 para 2015 houve uma variação de crescimento de 28,8% do tráfico de entorpecente na capital. No uso e porte de entorpecente o crescimento foi de 47,8% no mesmo período. No roubo e Furto de veículo o crescimento foi de 16,6%. O latrocínio em São Luís subiu simplesmente 106,8%”, finalizou.

Resta saber se o governo vai querer contestar as afirmações de Pedrosa.

sem comentário »

Igreja Batista homenageia Edivaldo

8comentários
Prefeito edivaldo Holanda Júnior aproveitou culto para agradecer a sua eleição em São Luís

Prefeito edivaldo Holanda Júnior aproveitou culto para agradecer a sua eleição em São Luís

Uma homenagem da Igreja Batista Central ao prefeito reeleito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, foi realizada na noite da última quinta-feira (18). Um culto realizado em ação de graças pela vitória nas eleições municipais de 2016 reuniu, além dos fiéis, lideranças políticas e religiosas.

No evento, estavam presentes apoiadores e integrantes da administração municipal, como o vice-prefeito, Júlio Pinheiro; o deputado federal Weverton Rocha; os deputados estaduais Edivaldo Holanda e Fábio Macedo; os vereadores Professor Lisboa e Pavão Filho, além do vereador eleito Raimundo Penha; os secretários municipais Antônio Araújo (Semosp); Moacir Feitosa (Educação), Conceição Castro (Comunicação) e Júlio França (Esportes); além do presidente do Impur, Luiz Carlos Borralho.

Embora Edivaldo demonstre reconhecer que o estado é laico e, como tal, ele deve ser prefeito para as pessoas de todas as religiões, o evento deixou clara a força do prefeito entre o público evangélico. Além de cumprimentar efusivamente o prefeito, a comunidade participou ativamente do momento de confraternização e louvor.

8 comentários »

Famem reúne novos gestores

1comentário
SeminarioFamem

Famem realiza seminário “Novos Gestores – Transição Municipal e Início de Governo”

Centenas de prefeitos e prefeitas maranhenses participaram de uma ampla programação na qual foram abordados temas relacionados à transição municipal e os primeiros meses de governo.

Tratou-se do seminário “Novos Gestores – Transição Municipal e Início de Governo”, iniciativa pioneira promovida pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e que aconteceu no auditório da Fiema, em São Luís.

Foram proferidas palestras técnicas nas quais foram tratados assuntos relacionados à administração municipal, dentre eles Lei de Responsabilidade Fiscal, prestação de contas e gestões em saúde e educação; e dirimidas todas as dúvidas sobre o processo de transição, determinado em lei, e os primeiros meses de governo.

“Foi uma proveitosa iniciativa idealizada e realizada pela Famem. Os prefeitos e prefeitas, principalmente os eleitos em outubro, puderam tirar todas as dúvidas, além de discutir diretamente com representantes de órgãos de controle externo e a classe política sobre a necessidade de se executar, a partir de janeiro, administrações enxutas, que atendam aos anseios do povo e que estejam adequadas a realidade de crise vivida no país”, afirmou Ronildo Campos, prefeito eleito de Penalva.

Prefeito de São José de Ribamar e presidente da Federação, Gil Cutrim destacou, em seu pronunciamento, a importância dos novos gestores estarem em sintonia com a nova realidade financeira do Brasil. De acordo com ele, somente executando gestões totalmente pautadas na austeridade e controle dos gastos será possível cumprir os compromissos firmados com as populações.

Representando a Bancada Maranhense em Brasília na abertura do evento, o deputado federal Pedro Fernandes destacou o papel da Famem e a importante contribuição que o presidente Gil Cutrim vem dando para o fortalecimento do municipalismo no estado. “Esse seminário é mais uma louvável ação do presidente Gil no sentido de contribuir com os gestores e fortalecer os municípios”, disse.

Foto: Divulgação

1 comentário »

‘O futuro, a Deus pertence’, diz Roseana

10comentários
Ex-governadora Roseana Sarney tem encontro com prefeitos eleitos e reeleitos pelo PMDB

Ex-governadora Roseana Sarney tem encontro com prefeitos eleitos e reeleitos pelo PMDB

A ex-governadora Roseana Sarney e o senador João alberto estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira, como os prefeitos eleitos e releitos pelo PMDB nas eleições municipais.

O encontro serviu para orientar os prefeitos sobre como eles deverão se posicionar em relação à gestão a partir de 1º de janeiro de 2017.

Ao todo o PMDB conseguiu eleger 22 prefeitos em grandes cidades do Maranhão como Assis Ramos (Imperatriz), Mercial Arruda (Grajaú), Roberto Costa (Bacabal), Albérico Filho (Barreirinhas), Zé Martins (Bequimão), Cicim (Estreito), Zé da Folha (São Domingos), Dídima Coêlho (Vitória do Mearim), dentre outros.

Perguntada por alguns prefeitos sobre o seu futuro político, Roseana respondeu em poucas palavras: “O futuro, a Deus pertence”.

Também participaram do encontro o deputado federal João Marcelo e o ex-governador Arnaldo Melo.

A repercussão do encontro de Roseana Sarney com os prefeitos do PMDB foi tão grande no meio político que o secretário de Comunicação, Márcio Jerry, imediatamente tratou de correr para as redes sociais e confirmar um encontro do governador Flávio Dino com os prefeitos no mês de dezembro.

MarcioJerry

Ficou preocupado….

Leia mais

10 comentários »

Deputada denuncia trabalho escravo na Saúde

3comentários
Deputada estadual Andrea Murad (PMDB)

Deputada estadual Andrea Murad (PMDB)

A deputada Andrea Murad (PMDB) discursou hoje (17) na Assembleia Legislativa sobre a precarização jurídica que se encontram cerca de 8 mil trabalhadores da rede estadual de saúde há um ano. Estes profissionais foram requisitados pelo governo perdendo o vínculo empregatício com as antigas empresas e sem nomeação junto a Secretaria de Estado da Saúde o que a deputada considerou como uma situação análoga a escravidão.

“Oito mil pessoas são escravizadas por Flávio Dino. Profissionais da saúde que estão recebendo seus salários direto na conta, sem recolhimento dos seus direitos, sem contracheque, sem benefícios como décimo terceiro, férias, é como se eles não tivessem vínculo, apenas obrigações, mas direitos nenhum. Saíram da empresa, foram requisitados pelo governo através de um decreto que institui a precarização desses trabalhadores. Se antes eu subisse nesta tribuna para denunciar seria pior para os trabalhadores porque seriam demitidos na mesma hora porque essa é a chantagem que eles enfrentam todos os dias. Preferem essas condições ou perder o emprego? Eles preferem o pouco salário para comer no final do mês, porque necessitam. Só que eu pergunto para cada um dos deputados: se tiver um funcionário na sua casa e não pagar os direitos dele, se não pagar o 13º, se não pagar as férias, se não cumprir com suas obrigações de empregador, o que a justiça faz conosco ou com qualquer outra pessoa? É ilegal, é ilegal não cumprir; e o Governo debocha da justiça e faz isso com oito mil trabalhadores da saúde. Isso é para ver como o Governo trata a saúde do Estado”, disse Andrea Murad.

Através do SINDSAÚDE/MA foram protocoladas três representações no Ministério Público do Trabalho que realizou duas audiências. O governo do estado participou, mas não deu qualquer vislumbre sobre o destino desses profissionais da saúde que vivem uma precarização das relações trabalhistas. O sindicato também enviou ofício para falar com o governador em novembro de 2015 e não obteve retorno. E o diálogo com os dois secretários que da pasta, o ex-secretário Marcos Pacheco e o atual Carlos Lula, não resultou em soluções para o caso.

“Isso mostra um governador insensível com 8 mil trabalhadores que estão dependendo do seu salário para manterem suas famílias, tendo que se submeter ao trabalho de qualquer jeito. O que para mim, no meu ponto de vista, isso é um trabalho análogo ao escravo. Trabalhadores que não vão receber 13º salário, férias, não têm carteira assinada, não são nomeados, não têm nada. É como se fossem escravos”, discursou.

Audiência Pública

A deputada Andrea Murad (PMDB), titular na Comissão de Saúde, participou nesta tarde (17) de uma audiência pública proposta pelo deputado Zé Inácio com os profissionais da saúde que se encontram nesta precarização das relações trabalhistas. Ovacionada pelos participantes, Andrea Murad se comprometeu em continuar cobrando do governo uma solução imediata sobre o caso e também, se necessário, o de mover uma ação para garantir os direitos trabalhistas previstos em lei.

“Foi uma audiência que tivemos a oportunidade de ouvir dos próprios profissionais as condições em que estão trabalhando nas unidades de saúde do Estado, onde não são nem empregados e nem nomeados pelo governo, o que muito me admira o governador Flávio Dino, quem mais deveria entender a situação, que tem um escritório de advocacia na área trabalhista e como chefe do poder executivo mantém esses milhares de trabalhadores no “limbo jurídico” há mais de 1 ano. Sem férias, sem vínculo empregatício, sem 13º salário, sem nada do que está previsto nas leis trabalhistas. Então, fiz meus questionamentos para a secretária adjunta da SES, Dra. Lídia Shuam, infelizmente não tive repostas. E pedi que fosse encaminhado um relatório desta audiência para o Ministério Público do Trabalho e para o governador para que tomem conhecimento do que foi tratado aqui. Por fim, reafirmei meu compromisso com a categoria e caso o governador não tome providência vou unir forças, se necessário judicialmente, com esses profissionais para que seus direitos sejam garantidos”, avaliou a parlamentar.

3 comentários »

Projeto dispõe sobre fauna silvestre e exótica

3comentários
Deputado estadual Sérgio Frota (PSDB)

Deputado estadual Sérgio Frota (PSDB)

Aprovado na sessão desta quinta-feira (17) pelo plenário da Assembleia Legislativa o Projeto de Lei nº 006/16, de autoria do deputado Sérgio Frota (PSDB), que dispõe sobre a gestão da fauna silvestre brasileira e exótica do Maranhão.

O projeto – que agora segue para sanção governamental – tem por finalidade cumprir e regulamentar a Lei Complementar Federal nº 140/2011, bem como efetivar a competência definida no art. 24, da Constituição Federal, que dispõem sobre a celebração de acordo de cooperação técnica visando o controle ambiental das espécies.

Sérgio Frota destacou que após a LC 140, o Estado do Maranhão e o Instituto Nacional do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (IBAMA), celebraram o acordo cooperação técnica com validade de três anos, objetivando a disponibilização de instrumento de controle ambiental e de pessoal para treinamento dos servidores da Secretaria de Estado do meio Ambiente.

“O Estado do Maranhão deveria ter regulamentado no prazo de três anos a atividade de criadores da fauna brasileira e exótica, já que o sistema de controle ambiental federal, especialmente o SISPASS e os regulamentos do IBAMA foram colocados em cheque após a Lei Complementar 140”, acentuou Sérgio Frota.

O parlamentar destacou ainda que a proposição é resultado de discussões no âmbito da sociedade civil organizada, sendo a sua tramitação “um clamor social dos maranhenses”.

Foto: Agência Assembleia

3 comentários »

Eleição pode dividir e atrapalhar o Moto

18comentários
Mototorcida

Torcida do Moto na expectativa da escolha do novo presidente na eleição do dia 25 de novembro

A disputa pelo comando do Moto mostra o quanto o clube pode sair dividido na eleição marcada para o dia 25, após um ano de dificuldade, porém de conquistas tão sonhadas pela sua imensa torcida rubro-negra.

Nos últimos anos, conseguir um nome para comandar o Moto nunca foi tarefa fácil. Ninguém queria assumir o Papão. Nas últimas eleições Roberto Fernandes e Hans Ninas foram para o sacrifício porque ninguém queria pegar o pepino.

Agora, que o clube está na Série C e tem calendário completo em 2017, eis que alguns nomes podem disputar a eleição, inclusive políticos que se apresentam como “salvadores da pátria” e se apresentam agora, apenas para sugar a força do clube. Puro oportunismo!

Se não bastassem os políticos que já estão lá dentro e que fazem menos pelo Moto do que dizem fazer, tem mais gente querendo se chegar e o torcedor do Moto precisa ficar atento a isso.

É necessário a união no clube. Não cabe, neste momento nenhuma divisão de forças. Está nas mãos dos conselheiros do clube o futuro do Moto.

Quero lembrar aqui, que em duas eleições anteriores às de Roberto Fernandes e Hans Nina, os conselheiros do Moto escolheram nomes que nada tem a ver com a história do clube e o Moto amargou vexames históricos e teve que disputar duas vezes a 2ª divisão do futebol maranhense.

Fica o alerta aos conselheiros, a menos que novamente eles queiram afundar o clube em nova crise.

Dividir o Moto agora é querer tirar o clube do caminho da reconstrução e atrapalhar quem sabe um novo ano de sucesso e de alegrias da torcida rubro-negra.

18 comentários »

Beleza traduzida em saudade e agradecimento

3comentários

15079048_1199766203410512_7149601996159683937_n (1)

Por Zenir Pontes

Eu conheci Valney em 7 de março em 1974, e casei com ele (óbvio) em 23 de dezembro de 1974. Desde esta época passamos a viajar muito para Fortaleza (pois ele era cearense) e nas viagens eu via, no período de setembro, ipês floridos ao longo da estrada e eu sempre pedia para ele arrumar, para mim, duas mudas de ipês amarelo. E ele sempre perguntava: tu vais plantar ipê onde, mulher? E eu dizia que que eu queria os ipês fora do muro, um de cada lado do portão. E ele só dizia: tá certo, tá certo.

Um belo dia ele me aparece com quatro mudas de ipês e ele mesmo escolheu o local lá no portão, exatamente onde eu queria. Ele mesmo plantou, colocou umas proteções de madeira e ainda aguava esses ipês todo santo dia. Dois morreram naturalmente, mas ficaram os dois – um de cada lado do portão, exatamente como eu pedia para ele. Os ipês foram crescendo e estavam lindos… lembro que estavam mais altos que eu. E um dia, pela manhã, eu saí para trabalhar e me defrontei com a seguinte cena: alguém passou de noite e cortou os dois pés de ipês bem no tronco … pensem uma pessoa enfurecida, revoltada com tanta crueldade. Voltei para casa chorando e contei pra ele o que tinha acontecido. Ele ficou branco de tanta raiva e só dizia pra mim: larga de chorar, Zenir, eu vou dar um jeito nisso. Passaram os dias, a poeira baixou e eu até deixei de falar no ocorrido. Mas ele, certamente, não esqueceu do episódio.

Uns três meses depois, num sábado, ele disse que ia buscar algo que ele tinha encomendado. E eu nem perguntei o que era. Algum tempo depois, lá vem o carro dele na frente e um caminhão atrás. O caminhão estava cheio de varas (aquelas varas de fazer cerca) e em cima da carrada de varas cinquenta mudas de ipês (50 mesmo). E passaram a semana seguinte (ele e uns operários) plantando, ao longo do muro do sítio, uma alameda de ipês, e ainda fez o favor de cercar todo o muro protegendo os ipês com as citadas varas. Não satisfeito saiu, onde ele pode, na Maioba, divulgando que se alguém tivesse coragem de mexer com os ipês da mulher dele, não ia dar muito certo.

Síntese da “ópera”: dos 50 ipês, vingaram 36, que estão, hoje, como árvores e desde 2013 ele começaram a florar. Este ano tem nove florados. Uma beleza ímpar.

Mas a história não para aí: Valney nunca fez o tipo de homem romântico. Ele era muito prático, racional, por natureza. Ele preferia, no dia do meu aniversário, chegar em casa e dizer: Zenir, vamos ali e quando chegava numa concessionária, mandava eu escolher um carro. Mas eu que nunca esperasse um ramalhete de rosas.

Mas o mundo dá voltas … e em 2004 caiu como uma bomba na minha cabeça: o diagnóstico que ele, aos 62 anos de idade, estava com mal de alzhaimer – uma doença irreversível – e que só pioraria a cada tempo passado.

Dez anos se passaram e eu administro uma UTI ao longo desse tempo, só que ele não chegou a ver os ipês florados e já se vão dez anos sendo seis que ele vive vegetativamente.

Mas vejam a interpretação que eu dou para os revezes da vida. É como se ele, mesmo não sendo romântico, no sentido literal da palavra, me assegurasse para o resto da vida, receber a beleza de 36 pés de ipês florando todo mês de setembro, mês do meu aniversário. Assim sendo, ao longo do tempo da flora dos ipês, este passa a ser o meu período de resgate, de lembranças, de tudo que vivemos juntos … e se colocado numa balança … um crédito altamente positivo: – uma família linda: dois filhos que nunca me deram grandes problemas e que me enchem de orgulho sempre, uma nora e um genro que todo mundo sonharia ter; quatro netas lindas, inteligentes, amorosas. Tudo isto passou a se constituir a essência da minha vida. .Assim sendo, não é nem um pouco de exagero quando eu digo que a minha família é o meu porto seguro nos momentos de tempestade.

Desde setembro os meus ipês estão florando … Todos os meus sentimentos estão à flor da pele. Todas as minhas lembranças são resgatadas a toda hora e tanto as boas como as que não foram tão boas me fazem seguir em frente e encarar a vida, mesmo que matando uma fera a cada dia e levando a vida como “o la de cima” (Deus) determinar. Avante, Zenir Pontes, seus ipês florarão todo ano.

Eu tenho muito mesmo é que agradecer. Obrigada, meu amor. Eu, seus filhos, suas netas e toda a vizinhança, agradecemos a beleza deixada e cultivada por você: Linda alameda formada por 36 ipês amarelos. Uma paisagem cinematográfica e que nenhum fotógrafo pode deixar escapar a essência de tanta beleza.

Todas as fotos aqui registradas foram tiradas por mim. Podem curtir e compartilhar o legado deixado por Valney Pontes.

+ Valney Pontes morreu ontem (17/11/2016).

3 comentários »

Cães e gatos são vacinados em São Luís

5comentários
Caovacina

Ca~es e gatos serão vacinados nesta sexta-feira (18), no Bequimão e bairros próximos

Os bairros Bequimão e adjacentes serão alvos da campanha de vacinação antirrábica promovida pela Prefeitura de São Luís. As equipes da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ-São Luís) vão de casa em casa para imunizar os animais e garantir que a Raiva continue controlada na capital. A vacinação na área ocorre nos dias 18, 19 e 25 de novembro, a partir das 7h e a expectativa é imunizar 18 mil cães e gatos nos bairros que compõem o distrito de Bequimão.

A campanha iniciou este mês e tem como meta alcançar 160 mil animais e manter a capital sem registro da doença – desde 2013 não há qualquer caso de Raiva em São Luís. Com as campanhas realizadas anualmente, a capital tem conseguido a meta.

E a população pode ajudar, recebendo os vacinadores para que imunizem os animais. “Nas duas primeiras etapas sentimos grande adesão da população à campanha e esperamos que essa resposta positiva continue. Na atual gestão municipal não tivemos um só caso de raiva e isso se deve ao rigoroso controle epidemiológico que temos mantido com as coberturas vacinais”, pontuou a secretária municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe.

São vacinados animais a partir dos três meses de idade e que estejam no penúltimo mês de gestação. A secretária de Saúde explica que a vacina não é prejudicial ao animal prenhe, mas, o contato no momento de imobilizá-lo para vacinar pode ser traumático e ocasionar aborto, por isso, não são vacinados animais no último mês de gestação.

O trabalho da campanha será reforçado com ações educativas de saúde promovidas por técnicos da UVZ, que visitam a comunidade e orientam sobre as condutas para o bem-estar animal. A campanha vai cobrir toda a capital cumprindo meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

A campanha de vacinação antirrábica é realizada sempre às sextas-feiras, das 13h às 17h; e aos sábados, das 7h às 13h. As próximas etapas serão no Distrito Cohab, dias 26 e 27 deste mês; em dezembro, a cobertura finaliza na área do Tirirical, dias 3,9,10,16 e 17; e para janeiro do próximo ano, irá aos distritos Vila Esperança e Itaqui-Bacanga. O trabalho conta com equipes de 230 agentes de saúde devidamente fardados.

Caso a casa esteja fechada na ocasião da vacinação, o responsável deve procurar a sede da UVZ, na Estrada de Ribamar, onde os cães e gatos poderão ser vacinados, pois não haverá retorno das equipes de vacinação. A campanha vai cobrir 22 bairros da região central de São Luís.

Além das campanhas anuais, a UVZ realiza vacinação de rotina em postos fixos na sua sede; no Centro de Saúde Salomão Fiquene, localizado no Cohatrac; e no Centro de Saúde Yves Parga, na Vila Maranhão.

5 comentários »