‘Pacote de maldades’, diz Edilázio Júnior

0comentário
“Pacote de maldades”, diz Edilázio sobre aumento de imposto aprovado na AL

“Pacote de maldades”, diz Edilázio Júnior sobre aumento de imposto aprovado na Assembleia

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) criticou o governador Flávio Dino (PCdoB) por ter proposto e conseguido a aprovação, no Legislativo Estadual, do projeto de lei que aumenta alíquotas de ICMS sobre várias faixas de consumo em todo o estado.

Com o reajuste do imposto, haverá impacto nos preços das contas de luz, de combustíveis, de cigarros e de serviços como telefonia e TV por assinatura.

Para Edilázio, o projeto de lei de autoria do governador do Maranhão se trata de um golpe de Flávio Dino contra a população do estado. Ele disse que além de penalizar o maranhense, o projeto de lei ampliará o cenário da crise econômica e financeira no estado.

“O governador Flávio Dino devia começar a dar exemplo no próprio governo e a cortar na própria carne, reduzindo, por exemplo, o número de secretarias, a exemplo do que já fizeram outros governadores. Ele falava diariamente da ex-governadora, que eram festas no Palácio, que eram champanhes, que eram jantares, ele disse que nem no Palácio moraria, e ainda passou dois meses sem morar, mas sucumbiu ao poder, ou me corrijam se eu estiver faltando com a verdade. Hoje a foto aqui não é do apartamento dele não, é do Palácio dos Leões, com seus amigos, fazendo jantares, aniversários, festas. Corte isso, governador, diminua as secretarias”, enfatizou.

Edilázio afirmou que a política econômica adotada por Flávio Dino vai de encontro ao discurso do governador durante a campanha eleitoral de 2014 e fere a parcela mais pobre da população.

“Imagina aquele pai de família que está desempregado, se ele faz a matrícula do filho na escola ou paga o IPTU, o IPVA. Não tenho dúvida de que ele optaria pela matrícula do filho, mas hoje ou você paga o IPVA ou seu nome vai para o Serasa. O estado não oferece uma educação de qualidade, não oferece saúde de qualidade e agora vem mais esse aumento de imposto no fim do ano”, disse e completou: “Nenhum de nós, parlamentares, vai ligar o ar-condicionado mais tarde ou desligar mais cedo para economizar R$ 100 na conta de luz. Nós não vamos deixar de usar nossos carros porque o combustível vai aumentar, até porque somos bem remunerados. Mas a população vai sofrer com esse aumento. A população será penalizada por esse governo que tanto prometeu mudança”.

O parlamentar apresentou da tribuna uma foto em que aparece o governador Flávio Dino e o jovem Roniere Rego, publicada no facebook do eleitor, no dia 26 de janeiro de 2015, no interior de um avião de carreira, ocasião em que Dino teria afirmado que iria à Brasília para compromissos num voo comercial, para economizar R$ 49 mil dos cofres públicos: valor de voo num jato particular.

“Depois daquela ocasião tanto o governador, quanto o vice e os secretários só andam de jatinho nos céus do Brasil. A economia aos cofres públicos ficou naquela foto”, disse.

Logo em seguida, Edilázio conclamou aos deputados para que votassem contra a proposta.“O meu encaminhamento para nós rejeitarmos este pacote de maldade que o Governador está entregando no final do ano para os maranhenses, esse presente de natal maléfico para as empresas, para as indústrias e para os menos favorecidos”, disse.

Apesar do encaminhamento do deputado, a peça foi aprovada com apenas oito votos contrários.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Andrea critica aumento do ICMS

0comentário
Contra aumento de imposto, Andrea Murad critica a aprovação de matéria que prejudica o povo

Contra aumento de imposto, Andrea Murad critica a aprovação de matéria que prejudica o povo

A deputada Andrea Murad (PMDB) e apenas mais sete deputados votaram contra o PL 223/2016 que altera as alíquotas do ICMS, aumentando o imposto que incide sobre produtos como combustível e energia, além de outros. No momento do primeiro voto, durante a reunião da Comissão de Orçamento que faz parte, a parlamentar de oposição questionou que os recursos que serão arrecadados ano que vem não preveem novos investimentos do governo, mas sim custeio com despesa de pessoal.

“Ainda não ouvi aqui ninguém falar os motivos pelos quais o Flávio Dino está trazendo esse aumento que é exclusivamente para bancar despesas de custeio, entre elas pagamento de folha, ou seja, investimento zero e a população é que vai tá pagando a conta no final. Isso é um ato desprezível com os maranhenses, trazer a esta Casa essa vergonha, porque eu considero esse aumento do ICMS uma vergonha. O governador ter coragem de trazer às carreiras aqui para a Assembleia, para ser votado na pressa, o aumento do ICMS, um projeto que vai afetar diretamente a população, os mais carentes, é lamentável e inadmissível por parte de quem deveria era cuidar das pessoas”, disse.

Apesar de todos os esforços, a matéria foi aprovada pela maioria e 8 votos contrários ao projeto do aumento. A líder de oposição criticou a postura da base do governo e alertou os deputados para a ausência da projeção de arrecadação do ICMS na peça Orçamentário de 2017 o que para a deputada demonstra a falta de planejamento e a pressa com que as proposições do governo são enviadas à Assembleia Legislativa.

“Quero chamar a atenção de todos os deputados que a proposta de orçamento que ele [Flávio Dino] enviou em setembro, não consta qualquer citação a esse projeto. Ou seja, falta de planejamento, tudo enviado às coxas. Mais uma prova de que o governador afronta a Assembleia no maior desrespeito com os parlamentares que se submetem a esse tipo de situação vexatória e ridícula, porque não passa de uma situação vexatória e ridícula pros parlamentares que, mais uma vez, pensando só em si, vão aumentar a conta pra população que vai penar só porque o governador tem a maioria dos deputados desta Casa e vocês não têm sequer vergonha de votar contra a população que os elegeu com medo de retaliação do governo”, finalizou Andrea Murad.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

Homenagem à professora Ieda Batista

0comentário
Prêmio Jose Augusto Mochel presta homenagem póstuma à professora Ieda Batista

Prêmio José Augusto Mochel presta homenagem póstuma à professora Ieda Batista

O vereador Honorato Fernandes (PT) participou, na noite desta quarta-feira (14), da cerimônia de entrega da 10ª edição do Prêmio José Augusto Mochel, que este ano dedicou homenagem póstuma à professora e militante de esquerda, Ieda Batista, mãe do parlamentar.

O prêmio foi instituído em 2007 pelo então deputado federal Flávio Dino, como forma de prestar homenagem permanente ao líder comunista e um dos reorganizadores do PCdoB no Maranhão, José Augusto Mochel.

Realizada pelo PCdoB-MA, no Grand São Luís Hotel, a premiação que já se tornou um evento emblemático para a esquerda maranhense é uma homenagem em reconhecimento às lideranças políticas, militantes e entidades que dedicaram suas vidas às causas democráticas no Maranhão.

Acompanhado do irmão, o advogado Ney Batista, Honorato recebeu o prêmio das mãos do advogado Sálvio Dino Júnior, amigo de infância de ambos, e do prefeito eleito Domingos Dutra, companheiro de luta da professora Ieda Batista.

“Lembro claramente da minha mãe colocando eu e meus irmãos, ainda meninos, para lavar os banheiros da casa e de dividir com eles também as demais tarefas domésticas, porque limpeza de casa é obrigação tanto da mulher, quanto do homem, dizia ela. De ver Domingos Dutra ao lado da minha mãe indo para o interior do estado conversar com as quebradeiras de côco, fazendo política e lutando por uma sociedade mais justa e igualitária. São estes pequenos gestos que marcaram a minha história e que me serviram de incentivo quando decidi me colocar à disposição da cidade de São Luís para me tornar vereador de primeiro mandato e, agora, com a graça de Deus, reeleito”, afirmou Honorato.

Dirigindo-se ao governador Flávio Dino, Honorato o agradeceu pela homenagem dedicada a sua mãe.

“Agradeço ao PCdoB, ao governador Flávio Dino, e ao Mochel, por emprestar o seu nome para uma justa homenagem, não só a quem recebe, mas também ao próprio, que representa a luta pela democracia, pelo direito a igualdade, pela cultura da paz e pela justiça”, declarou o vereador.

Além da professora Ieda Batista, Prêmio José Augusto Mochel 2016 também rendeu homenagens ao Laborarte, grupo artístico independente, referência em arte, cultura e engajamento político, à presidenta nacional do PCdoB, a deputada federal Luciana Santos, ao militante do PDT, empresário, poeta e produtor cultural Renato Dionísio, ao médico, professor universitário e ativista social, professor Luizão, ao educador Roberto Mauro Gurgel, importante referência na educação maranhense, ao jornalista e ex-deputado Luiz Pedro, e a professora, bibliotecária e militante do feminismo, Mary Ferreira.

Foto: Divulgação/ PCdoB

sem comentário »

Deputados aprovam aumento do ICMS

2comentários
Por 26 votos a favor e 8 contra, a Assembeia aprovou o aumento de ICMS proposto pelo governo

Por 26 votos a favor e 8 contra, a Assembeia aprovou o aumento de ICMS proposto pelo governo

Como já era esperado, os deputados aprovaram, na sessão desta quinta-feira (15), por 26 votos a favor e 8 contra, o Projeto de Lei 223/2016 encaminhado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) que aumenta as tarifas de energia elétrica, preços da gasolina, do etanol, telefonia e TV por assinatura, a partir do reajuste de alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A partir de março do próximo ano, quem consumir até 500 quilowatts-hora por mês pagará não mais 12% de ICMS, mas 18%. E quem consumir acima de 500 quilowatts-hora/mês, a alíquota do imposto subirá de 25% para 27%.

Com o dispositivo, o governador também reajusta as alíquotas do etanol e da gasolina, que devem passar de 25% para 26%. O óleo diesel ficou de fora do aumento. Até os serviços de telefonia e de TV por assinatura vão subir. Pelo texto aprovado, a alíquota de ambos passará de 25% para 27%.

Votaram contra o aumento apenas 8 deputados: Adriano Sarney (PV), Eduardo Braide (PMN), Max Barros (PRP), Andrea Murad (PMDB), César Pires (PEN), Wellington do Curso (PP), Sousa Neto (Pros) e Edilázio Júnior (PV).

Votaram a favor do aumento 26 deputados: Ana do Gás (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB), Othelino Neto (PCdoB), Francisca Primo (PCdoB), Cabo Campos (DEM), Carlinhos Florêncio (PHS), Levi Pontes (PCdoB), Edivaldo Holanda (PTC), Edson Araújo (PSL), Fábio Braga (SD), Fábio Macedo (PDT). Rigo Teles (PV), Valéria Macedo (PDT), Roberto Costa (PMDB). Graça Paz (PSL), Vinícius Louro (PR), Rogério Cafeteira (PSB), Zé Inácio (PT), Rafael Leitoa (PDT), Hemetério Weba (PV), Marco Aurélio (PCdoB), Sérgio Frota (PSDB), Ricardo Rios (SD), Léo Cunha (PSC), Júnior Verde (PRB) e Stênio Rezende (DEM).

2 comentários »

Flávio Dino perde a compostura no tweeter

5comentários

Sem argumentos para convencer a população do Maranhão para a sua proposta de aumento do ICMS que será aprovada na Assembleia Legislativa, onde tem imensa maioria e os deputados só fazem o que ele manda, o governador Flávio Dino (PCdoB) perdeu a compostura e partiu para o ataque no tweeter.

Enquanto o líder do governo, deputado Rogério Cafeteira tentava explicar e convencer os maranhenses ao que chama de “remédio amargo”, o governador de forma lamentável atacou a todos que não suportam mais tantos impostos num total desrespeito a todos.

FlavioDinotweeter

Até quando Flávio Dino vai usar o discurso da campanha eleitoral em 2013 para tentar empurra goela à baixo da população propostas como esta que aumenta o ICMS?

Passados dois anos, Flávio Dino parece que ainda não se deu conta de que o governador é ele e que esse tipo de argumento ou agressões como faz nas redes sociais não cabem mais a um governador de estado, convenhamos.

Um governador precisa explicar as coisas com argumentos e responsabilidade. Pelo menos é o que todos nós esperamos.

Mas é claro, no caso de Flávio DIno, antes, ele precisa descer do palanque, onde está desde 2012.

5 comentários »

Moto pega o São Paulo, Sampaio o São José-RS

9comentários

CopadoBrasil1

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu por meio de sorteio, os adversários de Moto e Sampaio na primeira fase da Copa do Brasil.

A novidade este ano é que na primeira fase será disputada em jogo único na casa da equipe pior ranqueada.

O Sampaio é o 36º colocado no ranking e joga fora de casa e joga pelo empate. Na 88ª posição no ranking de clubes da CBF, o Moto jogará no Castelão, mas a vantagem é do adversário.

O Moto vai enfrentar o São Paulo em jogo único no Estádio Castelão. Melhor colocado no ranking, o São Paulo tem a vantagem do empate. Em caso de classificação, o Moto enfrentará na segunda fase, o vencedor do confronto entre PSTC-PR e Ypiranga-RS.

O Sampaio pega o São José-RS. O time maranhense joga fora de casa, mas leva a vantagem do empate. Em caso de classificação, o Sampaio pega na segunda fase o vencedor do confronto entre Guarani de Juazeiro-CE e Náutico. Pelo sorteio, o Sampaio será o mandante na segunda fase.

A CBF ainda vai confirmar a data das partidas que deve acontecer no dia 8 ou 15 de fevereiro.

Foto: TV Globo

9 comentários »

Sousa Neto pede explicações de Portela

0comentário
Deputado Sousa Neto quer explicações sobre desaparecimento de policiais militares

Deputado Sousa Neto (Pros) quer explicações sobre desaparecimento de policiais militares

O deputado estadual Sousa Neto (PROS) entrou, nesta quarta-feira (14), com um requerimento na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (Alema), solicitando informações do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela sobre as investigações do desaparecimento, há exatos 27 dias, do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, ambos policiais militares lotados na 14ª Companhia Independente do Município de Buriticupu.

Sousa Neto voltou a cobrar providências por parte da cúpula da SSP e da Polícia Militar, para o caso. “Mais uma vez volto a esta tribuna para falar do desaparecimento de dois policiais militares que estavam de serviço na cidade de Buriticupu. Estamos aqui, agora de forma oficial, cobrando o secretário de Segurança Pública porque as famílias estão desesperadas”. Jefferson Portela terá um prazo de 10 dias para que se manifestar.

Na ocasião, o parlamentar leu o relato de um dos familiares dos pms, em que mostra o drama e o sofrimento em busca de respostas, e do silêncio e da omissão por parte das autoridades de Segurança. “Trago aqui, um apelo da ex-esposa do cabo César, em nome dos familiares, em que ela fala da angústia e do sofrimento vividos nas últimas semanas à espera de uma resposta sobre o paradeiro dos dois policiais. A população da cidade de Santa Inês, Buriticupu e região quer que o secretário de Segurança Pública junto com o Governador, tome uma iniciativa pelo menos para amenizar a dor dos filhos, pais e esposas desses dois policiais que sumiram”, disse.

“Cadê os Direitos Humanos? Cadê o Comando da Polícia Militar que não tem dado apoio a essas famílias? Estou cobrando, por meio de requerimento, explicações ao Secretário Jefferson Portela. Essa é a forma como a Polícia Militar do Maranhão, através do seu Secretário, trata seus policiais”, questionou o deputado.

Fortaleza dos Nogueiras – Durante sua fala, Sousa Neto destacou a situação caótica na Segurança do Governo Flávio Dino e o terror vivido pelos moradores de Fortaleza dos Nogueiras, na noite da última terça-feira (13), quando pelo menos 14 bandidos tentaram arrombar os caixas eletrônicos do Banco do Brasil naquela cidade. “Foram momentos de pânico e medo. Os assaltantes atiraram contra os prédios da delegacia e da companhia da PM Só para vocês terem uma ideia, até o prefeito eleito, Aliandro Passarinho, foi feito de refém e agredido pelo bando. Tocaram fogo no carro dele. Sabe por quê? Falta de efetivo policial”, criticou.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »

Bandidos explodem banco em São Mateus

0comentário
Em dezembro do ano passado, as duas agências bancárias – Bradesco e Banco do Brasil

Em dezembro do ano passado, Bradesco e BB foram alvo de bandidos em São Mateus

Um grupo de criminosos explodiu uma agência do banco Bradesco em São Mateus do Maranhão, a 180 km de São Luís na madrugada desta quinta-feira (15). Não foi informada a quantia levada pelos criminosos e nem o número de suspeitos envolvidos. Esta foi a segunda ocorrência de explosão na mesma localidade somente neste ano.

No último dia 8 de julho, a agência do Banco do Brasil da cidade de São Mateus do Maranhão (MA) foi alvo de bandidos durante a madrugada. Os criminosos explodiram caixas eletrônicos e cofres, e apesar do uso de detonadores, a agência bancária não foi danificada. O valor levado pela quadrilha ainda não foi revelado.

Segundo informaram testemunhas à rádio Mirante AM, antes de se deslocarem até a agência, os ladrões atacaram viaturas da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) e prédios da delegacia da Polícia Civil, do Comando da PM-MA e Guarda Municipal.

De acordo com o Sindicato dos Bancários do Maranhão (Seeb-MA), o número de arrombamento de agências bancárias este ano chegou ao número de 45 ocorrências. Se forem considerados também assaltos e saidinhas bancárias, o sindicato contabiliza 59 casos este ano. A última ocorrência foi nesta terça-feira (13) na cidade de Fortaleza dos Nogueiras.

Foro: Divulgação/ Polícia Civil

Leia mais

sem comentário »