Governo tirano e perseguidor de Flávio Dino

9comentários

FlavioDIno

O governo Flávio Dino deu mais uma prova de sua incoerência, deu mais uma prova que na prática é bem diferente da teoria e que sua tirania e perseguição não tem limites.

O Blog do Jorge Aragão trouxe a informação em primeira mão que os médicos das UPAs iriam paralisar as atividades na quinta-feira (29), caso não recebessem imediatamente o salário do mês de novembro

O assunto rendeu e foi parar na TV Mirante, em reportagem exibida no JMTV 2ª Edição. Onde na oportunidade, dois médicos da UPA da Vila Luizão, que pediram para não ser identificados e sem jamais politizar o caso, relataram os salários atrasados, algo que parece ter virado rotina na gestão Flávio Dino, afinal outras paralisações já haviam ocorridos.

As declarações foram suficientes para que novamente a tirania e a perseguição do Governo Flávio Dino fossem colocadas em cena. Além de cumprir com a sua obrigação, ou seja o pagamento dos salários atrasados após a repercussão na imprensa, o governo do comunista procurou identificar os dois médicos que concederam a entrevista e determinaram o seu afastamento imediato das funções.

Ou seja, o governador do PCdoB, um dos partidos que mais foram as ruas cobrar melhorias e reivindicar direito dos trabalhadores, está “demitindo” dois médicos por eles terem cobrado um direito conquistado, no caso o salário do mês de novembro que estava com quase um mês de atraso. Os dois já receberam a informação que não pertencem mais a unidade da Vila Luizão.

A canalhice não parou por ai. O secretário de Comunicação do Governo Flávio Dino, Márcio Jerry, num ato de despreparo total, utilizou as redes sociais para dizer que a TV Mirante utilizou dois supostos médicos para fazer sua reportagem. Veja abaixo.

MarcioJerry

Ou foi cínico ao limite o secretário Márcio Jerry ou demonstrou total desinformação do governo que ele integra como uma das peças principais. Uma lástima realmente.

Sobre a situação dos dois médicos, o CRM (Conselho Regional de Medicina) já agendou uma reunião para as 16h desta sexta-feira (30) para saber quais medidas serão tomadas juridicamente.

O Blog espera ainda que a categoria, de forte representação e importância no Maranhão, possa ser solidária aos dois colegas, pois eles apenas tiveram a coragem de falar o que todos que estavam com os salários atrasados não tiveram. Entretanto, se seguirem se acovardando e deixarem apenas os dois médicos, que reivindicaram o direito de todos, serem humilhados publicamente pela tirania e perseguição do Governo Flávio Dino, amanhã irão continuar sofrendo com os desmandos do governo comunista e poderão ser as próximas vítimas de demissão.

Ao Blog resta apenas lamentar que um governador que se elegeu apoiando e reivindicando todos os direitos dos trabalhadores, possa usar de um expediente tão rasteiro para inibir quem luta pelos direitos dentro do seu governo.

Também expresso meu espanto e ao mesmo decepção com o silêncio do secretário de Saúde, o advogado Carlos Lula, pois jamais imaginaria que pudesse compactuar com esse tipo de situação.

Aos médicos constrangidos, fica a minha solidariedade e que possam continuar, independente das consequências, lutando pelos seus direitos, de maneira justa e digna, sem agredir ninguém, como fizeram desta vez.

Foto: Divulgação

9 comentários para "Governo tirano e perseguidor de Flávio Dino"


  1. Maria

    Dois dias de atraso? Qd a pessoa trabalha no regime capitalista ela vende sua força de trabalho, assim sendo, precisam receber o que lhes é de direito salário atrasado só dois para o trabalhador que enfrenta essa situação e fácil vir a um blog e defender esse governador travestidos de ditador.

  2. Josiely

    Leia direito a reportagem, não foram dois dias de atraso e sim quase um mês.

  3. Josiely

    Leia a reportagem direito, não foram dois dias de atraso e sim quase um mês.

  4. Paulo de Sousa Andrade

    OS MÉDICOS ANÔNIMOS POR TRÁS DAS LENTES DA MIRANTE , NA VERDADE, ERAM JOSÉ SARNEY E ROSEANA SARNEY , DOIS PILANTRAS, VAGABUNDOS, QUE NÃO QUEREM VER O MARANHÃO DESENVOLVIDO E , POR ISSO , FICAM PREGANDO O CAOS NA REDE DE SAÚDE, SEGURANÇA, PRESÍDIO, ETC.

  5. Jamanta

    Não se pode avaliar essa notícia pelo fato de não ter conhecimento real do ocorrido,mas no entanto,pode-se fazer algumas considerações.caso esteja atrasado e se for em apenas por 2 dias deveriam ter esperado devido à grave crise econômica do País por culpa dos Corruptos. Ja em relacao ao Estado se tiverem demitido os médicos em questão mostra claramente que vivemos num país e num estado onde o assédio moral e politico perpetua nas relações trabalhistas.

    diasesta

  6. andreia

    Esse governador vive na ilusão propagada por seus bajuladores. Nunca mais será eleito

  7. Socorro Carneiro

    Preocupante!!!!!!

  8. Fernão

    Tinha que demitir mesmo
    Dois médicos que estavam fazendo denúncia sem mostras a cara, uma atitude ridícula!
    Querendo paralisar a o atendimento por conta de dois dias de atraso! Então acho bom procurarem algum lugar que não atrase!
    Esses dois são mercenarios
    Tinham que demitir todos que fizeram atendimento restrito por conta de dois dias de atraso

    • João Marcos

      É legítima a reclamação. Afinal, nenhum atraso é aceitável, seja público ou privado. E a atitude do governo é extrema… Não devemos nos calar. O mais curioso é o relato do secretário que vergonha..

deixe seu comentário