Edivaldo toma posse

3comentários
Prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o vice prefeito Júlio Pinheiro tomam posse

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o vice prefeito Júlio Pinheiro tomam posse em São Luís

Tomaram posse neste domingo (1º) de janeiro, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o vice-prefeito Júlio Pinheiro, para gestão da Prefeitura de São Luís no quadriênio 2017-2020. A cerimônia de posse aconteceu no auditório Alberto Abdalla, da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema). A chapa foi reeleita pela coligação ‘Pra seguir em frente’ (PDT, PCdoB, DEM, PROS, PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL) com 285.242 votos . Na ocasião tomaram posse também os 31 vereadores eleitos e os suplentes, além de ser eleita a mesa diretora da câmara para o biênio 2017-2018, que será conduzida pelo vereador Astro De Ogum.

Emocionado, na solenidade, o prefeito Edivaldo reafirmou seu compromisso com a população que o reconduziu mais uma vez ao cargo. “Em primeiro lugar agradeço a Deus por mais esta oportunidade de conduzir, ao lado com companheiro Júlio Pinheiro, a minha amada São Luís. Durante os próximos quatro anos vamos continuar a executar o trabalho de desenvolvimento da cidade com transparência, moralidade e planejamento, priorizando aqueles que mais precisam”, disse o prefeito Edivaldo.

Edivaldo anunciou ainda mudanças na nova gestão, para equilíbrio das contas públicas como uso consciente de água e energia elétrica, redução de contratos de aluguel, entre outros.

O vice-prefeito, Júlio Pinheiro destacou que os próximos anos serão de desafios e de trabalhos para supera-los. “Vamos ter um ano de dificuldades, mas em nada comparado ao que a gestão encontrou há quatro anos. Com muita determinação e planejamento, vamos avançar muito mais nas políticas públicas em favor da nossa cidade, buscando parcerias institucionais e contato com o apoio da nossa população”, disse Júlio Pinheiro.

O governador Flávio Dino também cumprimentou o prefeito Edivaldo e reforçou a importância da parceria entre o Executivo Estadual e a administração da capital maranhense. “O prefeito Edivaldo tem um amigo no governo do Estado. A parceria e a união vão continuar para resolver os problemas que a nossa cidade enfrenta”, disse Flávio Dino.

Edivaldoposse

Durante campanha, Edivaldo e Júlio Pinheiro se comprometeram em prosseguir com o trabalho executado na cidade durante os quatro primeiros anos de gestão e continuar olhando para a população mais carente da cidade, além de contornar com planejamento, os desafios que surgirão diante da crise econômica e política no país.

A primeira gestão de Edivaldo à frente da Prefeitura de São Luís contabiliza diversos destaques em nível nacional. Edivaldo recebeu em 2016 o reconhecimento pleno como Prefeito Amigo da Criança, da Fundação Abrinq; o título de Prefeito Empreendedor 2015, vencendo a fase regional da premiação que destaca iniciativas de desenvolvimento e incentivo aos pequenos empreendimentos. Outro destaque da administração foi na área de transparência: em 2015, a Prefeitura de São Luís obteve a segunda melhor nota entre as capitais brasileiras na Escala Brasil Transparente, que avalia o cumprimento da Lei de Acesso à Informação entre os municípios brasileiros.

Em nível local, a administração Edivaldo se notabilizou por avanços históricos para a cidade, a exemplo da licitação dos transportes; urbanização de mais de duas mil ruas em cerca de 100 bairros. A desativação do aterro da Ribeira e a implantação dos Ecopontos. Em parceria com o governo do Estado, implantou as vias Interbairros que oferecem rotas alternativas de tráfego, desafogando o trânsito dos principais corredores urbanos.

Foram dobrados ainda o número de leitos de UTI na capital, reformadas mais de 30 Unidades Básicas de Saúde. Edivaldo reestruturou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que ganhou uma nova sede e uma base descentralizada. São Luís ganhou ainda um núcleo especializado em Saúde do Homem, no Centro de Especialidades Médicas (CEM), do Filipinho, e uma Unidade de Saúde 24h na zona rural – a primeira do tipo na região.

Na educação municipal, valorizou a categoria dos professores concedendo aumento de 39,08% no acumulado dos quatro anos, além de ter executado um dos maiores programas de implantação de direitos aos educadores da história do Estatuto do Magistério: foram mais de 8 mil direitos implantados em três anos – entre progressões, titulações e gratificações – além de mais de 400 professores aposentados, dando celeridade há processos que estavam parados há vários anos. A valorização dos educadores, somada à requalificação das estruturas físicas das escolas, garantiu a retomada da curva de crescimento do Ideb: este ano, São Luís conquistou a terceira maior nota no indicador entre as capitais do Nordeste, para as séries finais do Ensino Fundamental.

Edivaldo incentivou também o lazer e a convivência social nos bairros com a construção e reforma de mais de 30 praças; reativou o Circo Escola e implantou outros espaços de atendimento, como a Casa do Bairro e o Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Vila Luizão. A Prefeitura de São Luís beneficiou, desde 2013, mais de 40 mil pessoas com a entrega de 11 mil unidades habitacionais do Programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Fotos: Honório Moreira

3 comentários para "Edivaldo toma posse"


  1. SHIRLEY

    Agora é continuar com o trabalho realizado em São Luis e começar novos e melhores , porque nossa São Luis ja está de cara nova e muito melhor do que em outros tempos.

  2. Otávio

    Parabéns pelo novo mandato!! Tenho certeza que será sensacional!

  3. André Moreira

    São Luís não vai existir no final do governo desse senhor. Vim passar o final do ano com meus pais e trouxe um amigo de MG para conhecer a cidade. Fiquei com vergonha alheia do que encontrei aqui. A cidade está imunda, cheio de lixo nos canteiros da cidade. Além disso, todos os meios fios das avenidas estão completamente destruídos, até em avenidas de bairros mais ricos, como a daniel de la touche. Como sempre, quando fazem algo, só mandam capinar, ao invés de concretar tudo pra evitar esse mato e terra que tem em toda são luís. Na primeira chuva que cai, a cidade toda fica só terra.

    Por fim, o que falar do asfalto? Como disse meu amigo, a gente anda de carro, mas parece que tá andando de cavalo de tão irregular que é o asfalto, além dos buracos que existem há anos e bueiros meio metro abaixo da pista.

deixe seu comentário