Concurso na Educação

4comentários

Concurso para a rede municipal de ensino de São Luís atrai quase 30 mil candidatos

Mais de 29 mil candidatos estão inscritos no concurso público da Prefeitura Municipal de São Luís para a área da Educação. São oferecidas 822 vagas para os níveis médio e superior. As provas serão realizadas dia 5 de fevereiro. A previsão é que a lista dos locais de prova seja divulgada até o final deste mês.

Os candidatos podem ter acesso à confirmação de inscrição acessando o site do Centro Brasileiro de Pesquisa, Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe\UnB), realizadora do certame (clique aqui).

O concurso público para a área da Educação é parte de um conjunto de ações que estão sendo promovidas pela administração do prefeito Edivaldo para estruturar a Educação municipal. Entre as prioridades está a diminuição do déficit de professores, bem como oportunidades de formação continuada e outras ações para valorizar a categoria.

O secretário municipal de Educação (Semed), Moacir Feitosa, pontuou a importância do concurso. “Esse processo se soma à série de medidas da gestão do prefeito Edivaldo para elevar a qualidade do ensino na rede municipal e influi direta e positivamente em uma educação mais qualitativa às nossas crianças e jovens”, enfatizou.

Foto: Divulgação

4 comentários para "Concurso na Educação"


  1. Junior

    A prefeitura está valorizando muito o profissional de são luis! Esses concursos são grandes oportunidades!

  2. LEILA

    Parabéns a prefeitura por ir ao contrario do resto pais. E está realizando concursos e dando a oportunidade de pessoas conseguirem a tão esperada estabilidade.

  3. Regina

    Depois daquela matéria sobre o piso dos professores, os consursos ficaram ainda mais concorridos. Isso mostra a valorização do professor municipal.

  4. Leonardo

    Esse alto número de inscrição é fruto da valorização que a Prefeitura da aos seus professores, pagando um dos melhores salários do país, e se duvidar, boa parte desses concorrentes são de fora do Estado.

deixe seu comentário