Trabalhadores são libertados no Maranhão

0comentário

Vinte trabalhadores do Ceará foram encontrados e liberados de condição análoga à de escravos em um povoado do município de Vargem Grande, no norte do Maranhão.

Eles trabalhavam em condições desumanas, segundo o MTE, na extração de carnaúba para a produção de cera da árvore. O produto seria exportado para os Estados Unidos e China, segundo as investigações.

Segundo as investigações, os trabalhadores recebiam uma quantia muito pequena, o que não dava para pagar as dívidas contraídas com gastos durante o trabalho, como alimentação. Os fiscais encontraram ainda peixes secos armazenados em local usado para alimentação de cavalos, e os locais onde eles dormiam, mais parece um estábulo para animais.

Todos foram resgatados, receberam dinheiro pelo serviço prestado e demais direitos e estão sendo encaminhados de volta para o estado de origem. Eles trabalhavam contratos por um atravessador que foi localizado.

O Maranhão é um dos estados com maior número de resgate de trabalhadores. Nos últimos anos foram 17 resgates.

Atuaram nessa operação a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério do Trabalho (MTE).

Fotos: PRF

Sem comentário para "Trabalhadores são libertados no Maranhão"


deixe seu comentário