Vox Populi aponta empate de Dino e Roseana

8comentários

O Instituto Vox Populi divulgou nesta segunda-feira (4), os números da pesquisa eleitoral para o governo do Maranhão e Senado.

O governador Flávio Dino (PCdoB) e a ex-governadora Roseana Sarney aparecem empatados tecnicamente. Flávio dino tem 37% e Roseana Sarney 35%. Mesmo sem ter afirmado que é pré-candidato, o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) aparece com 7% das intenções de votos.

O senador Roberto Rocha (PSDB) tem 5%, Maura Jorge (Podemos) 3% e Ricardo Murad (PRP) aparece com 2% e Eliziane Gama (PPS) 1%. Brancos/nulos 9% e não sabem/não responderam 4%.

Para o Senado Federal, o ministro do Meio Ambiente Sarney Filho (PV) lidera com 28%. O senador Edison Lobão (PMDB) aparece com 24% empatado com a deputada federal Eliziane Gama (PPS) e o deputado federal, José Reinaldo (PSB) com 22%.

Waldir Maranhão (Avante) aparece com 18%, Weverton Rocha (PDT) 16%, Márcio Jardim (PT) 9%. Brancos/Nulos 25% e não sabem/não responderam 11%.

A pesquisa foi contratada pela Jakarta Públicidade e tem margem de erro de 3% para mais ou para menos.

8 comentários »

Lupi recebe título de cidadão maranhense

1comentário

O ex-Ministro do Trabalho e presidente nacional do Partido Democratico Trabalhista (PDT), Carlos Lupi, recebeu, na última sexta-feira (01), o título de Cidadão Maranhense. A cerimônia para entrega da honraria aconteceu no Salão Nobre da Assembleia, e contou com a participação de dezenas de autoridades estaduais.

Proposto pelo deputado Glalbert Cutrim (PDT), o título é uma forma de reconhecimento aos serviços prestados pelo ex-Ministro. “Carlos Lupi é uma liderança política de expressão nacional e tem serviços prestados ao Maranhão e, portanto, faz por merecer essa homenagem justa e digna”, destacou o deputado.

A cerimônia foi presidida pelo deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente em exercício da Assembleia Legislativa, que falou da importância de Lupi na política estadual. “É um prazer receber aqui o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, que está sempre participando da política do Maranhão. Há mais de 20 anos, o Carlos Lupi atua de forma sempre positiva na política do nosso estado, por isso já era mais que merecido o título de cidadão maranhense. É uma justa homenagem ao Carlos Lupi e aos anos de sua dedicação a boa política do Maranhão”, declarou Othelino Neto.

Na oportunidade, Carlos Lupi disse que se sentia muito honrado com o título e que tem uma longa história de ligação com o Maranhão, que começou quando conheceu o jornalista Neiva Moreira, na criação do PDT, nos idos de 80. “O Maranhão tem uma história libertária, de se libertar do atraso e do analfabetismo e, também, de um povo trabalhador. Sinto-me convocado a lutar por essa causa, a causa libertária do Maranhão, por uma vida mais digna, por justiça social e por trabalho”, destacou.

Na mesma cerimônia, foi entregue ao presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM), a medalha de honra ao mérito legislativo Manoel Beckman, uma proposição da Bancada do DEM na Assembleia Legislativa.

Também prestigiaram a cerimônia o vice-governador do Estado, Carlos Brandão (PSDB), os deputados estaduais Antonio Pereira (DEM), Levy Pontes (PC do B), Ana do Gás (PC do B), Francisca Primo (PC do B), Rafael Leitoa (PDT), Fábio Macedo (PDT), Valéria Macedo (PDT), Paulo Neto (PSDC), Sérgio Frota (PSDB); os deputados federais Deoclides Macedo (PDT), Júnior Marreca (PEN), Juscelino Filho (DEM), José Reinaldo Tavares (PSB), Rubens Júnior (PC do B), Weverton Rocha (PDT), Orlando Silva (PC do B/SP), Damião Feliciano (PDT/PB), Elmar Nascimento (DEM/BA); os prefeitos de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), de Barra do Corda, Eric Castro (PC do B), de Alto Alegre do Maranhão, Manelinho (PDT), de Vitorino Freire, Luana Bringel, de Codó, Francisco Nagib (PDT), de Timon, Luciano Leitoa (PSB); a vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano (PDT); os secretários de Estado Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, de Articulação Política e Comunicação, Márcio Jerry, e de Trabalho e Economia Solidária, Julião Amim.

Foto: Divulgação

1 comentário »

MP pede indisponibilidade de bens de prefeito

0comentário

Ilegalidades em um pregão realizado pelo Município de Cantanhede levaram o Ministério Público do Maranhão (MPMA) a pedir, em 20 de novembro, em Ação Civil Pública, a indisponibilidade os bens, até o limite de R$ 57,8 mil, do prefeito Marco Antônio Sousa; do secretário de Administração e Finanças, Manoel Erivaldo Santos; do pregoeiro Diógenes Melo e da empresa IOS Empreendimentos Eirelli-EPP.

O MPMA também pede a anulação do contrato ao pregão nº 001/2017, que culminou na contratação da IOS, pelo valor de R$ 1.501.029,92, para prestar serviços de limpeza no município.

Segundo o promotor de justiça Tiago Carvalho Rohrr, que formulou a solicitação, a empresa foi contratada por valor superior às propostas apresentadas pelas outras duas participantes do certame: Engenew Empreendimentos e Construções (R$ 1.484.091,24) e R N França e Costa-ME (R$ 1.443.140,04). Isso causou um prejuízo de R$ 57,8 mil aos cofres do Município.

Irregularidades

Uma análise da Assessoria Técnica da Procuradoria-Geral de Justiça verificou irregularidades como ausência de recursos orçamentários para a contratação; insuficiência de publicidade e prazo exíguo entre a publicação e a realização do certame

“A comprovação de saldos orçamentários que garantam o pagamento das obrigações assumidas no exercício financeiro ocorre por meio de documentos extraídos do sistema contábil ou pela apresentação da Lei Orçamentária Anual do Município. Isso não ocorreu”, explica o promotor de justiça.

Ainda de acordo com Rohrr, também foi constatada a pouca publicidade do pregão, que se restringiu a um jornal de pouca circulação em São Luís.

Além disso, o edital não foi disponibilizado na internet, obrigando os interessados a se deslocarem ao município para obtê-lo. “Este fato prejudicou o caráter competitivo o processo licitatório”, enfatiza o representante do MPMA.

Pedidos

O MPMA também requer a condenação dos envolvidos às penas previstas na Lei de Improbidade Administrativa (Lei nº 8.429, de junho de 1992).

As punições incluem perda da função pública, ressarcimento integral dos danos, perda dos bens ou valores acrescidos licitamente ao patrimônio e a suspensão os direitos políticos entre cinco e oito anos.

Outras penalidades são o pagamento de multa civil de até duas vezes ou valor do dano e a proibição de contratar om o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e/ou creditícios, direta ou indiretamente, mesmo que por meio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

sem comentário »

Até onde vai a irresponsabilidade da Caema?

0comentário

Até onde vai a irresponsabilidade da Caema???

Desde o domingo, motoristas são surpreendidos por dois buracos enormes na Avenida Ana Jansen, no São Francisco – uma das mais movimentadas na Capital maranhense.

Devido à localização e profundidade dos buracos, muitos motoristas já foram vítimas e tiveram prejuízo em seus veículos.

Os buracos são fruto das obras mal feitas pela Companhia de Águas e Esgotos (Caema). Imagens como a de hoje são bastante comuns em São Luís e não é à toa que a companhia está entre as mais reclamadas no Maranhão.

Em outubro deste ano, A vereadora de São Luís, Concita Pinto (PEN), conseguiu a aprovação de um importante Projeto de Lei de sua autoria e que obriga a Caema a comunicar a Prefeitura de São Luís antes de realizar obras na capital maranhense e que a empresa recupere as ruas e avenidas que necessitar destruir para a realização do serviço.

Esse não foi o último flagrante de desrespeito às leis e aos motoristas, pois, certamente a Caema continuará danificando as avenidas e provocando inúmeros problemas aos motoristas.

Isso é o reflexo da falta de gestão e planejamento na Caema.

Foto: Zeca Soares

sem comentário »

Caminhada marca fim do Novembro Azul

0comentário

Conscientizar para o cuidado com a saúde e realização regular de exames para prevenir o câncer de próstata. Com este propósito, dezenas de pessoas reuniram em caminhada, na manhã deste domingo (3), na Ponta d’Areia. O movimento, que complementa as ações do projeto São Luís Saudável, da Prefeitura de São Luís, e marca o encerramento das atividades da campanha nacional Novembro Azul, concentrou na Península e seguiu até o Espigão Costeiro, onde o público participou de aulão de zumba.

O secretário municipal de Saúde (Semus), Lula Fylho, pontuou o significado da ação. “A Prefeitura realizou uma campanha muito exitosa, no mês passado, que teve ampla participação dos homens e com um diferencial. Além do cuidado com a saúde para prevenir o câncer de próstata, também oferecemos serviços para cuidar da aparência e informação sobre esta e outras doenças. Foi muito positivo”, enfatizou o gestor.

A caminhada marca o sucesso de uma campanha que prossegue com ações regulares da gestão do prefeito Edivaldo em prol da saúde do homem e sua sensibilização, reforçou o secretário municipal de Desporto e Lazer (Semdel), Rommeo Amin. “É mais um momento para o homem olhar para si e lembrar que precisa ter atenção à própria saúde. Nesta ampla campanha a família se envolve e todos reforçam esse compromisso. É uma ação parceira pela saúde do homem, que vai refletir no seu convívio familiar e social”, avalia Amin.

O São Luís Saudável é voltado para os idosos e desenvolvido em 11 núcleos que abrangem vários bairros da capital maranhense. A ação beneficia mais de 600 idosos em toda capital e objetiva fomentar a prática esportiva entre este público.

Além do Parque do Bom Menino, as atividades do programa são desenvolvidas em polos como Vila Nova, Cohab, Bequimão, Parque Sabiás, Divinéia, Bairro de Fátima e Cidade Operária. O programa contribui, ainda, para inserir os profissionais de educação física nos espaços públicos.

Foto: Honório Moreira

sem comentário »

Sampaio conhece adversários na Série B

0comentário

Com o término do Campeonato Brasileiro, o Sampaio já conhece todos os seus adversários na Série B em 2018.

A competição que começa no dia 14 de abril terá equipes de 10 estados brasileiros. Por região, serão sete equipes da região sul, cinco do sudeste, quatro do nordeste, três do centro-oeste e uma do norte.

Com o acesso conquistado na Série C, o Sampaio vai jogar a segundona na próxima temporada juntamente com CSA-AL, Fortaleza-CE e São Bento-SP. Da Série foram rebaixados Coritiba-PR, Avaí-SC, Ponte Preta-SP e Atlético-GO.

Dessa forma, a Série B, em 2018 terá quatro equipes do interior paulista: Ponte Preta, Guarani, Oeste e São Bento.

Goiás e Santa Catarina terão cada um três equipes: Atlético-GO, Goiás-GO e Vila Nova-GO; Avaí-SC, Figueirense-SC e Criciúma-SC.

Com duas equipes na Série B, os estados de Alagoas, Paraná e Rio grande do Sul: CSA-AL e CRB-AL; Coritiba-PR e Londrina-PR; Juventude-RS e Brasil de Pelotas-RS.

Com uma equipe apenas o Maranhão, Pará, Ceará e Minas Gerais, com Sampaio-MA, Paysandu-PA, Fortaleza-CE e Boa Esporte-MG.

As 20 equipes se enfrentarão em turno e returno. as quatro primeiras vão à Série A e as quatro últimas serão rebaixadas para a Série C em 2019.

A cobertura completa da Séire B em 2018 você vai acompanhar pela Rádio Mirante AM.

sem comentário »

Explicações necessárias

0comentário

A deputada Ana do Gás; o PCdoB, partido dela; a diretora da UPA do Parque Vitória, Camila Maia; e o próprio governo Flávio Dino (PCdoB) devem explicações mais claras sobre o episódio envolvendo o bate-boca entre a parlamentar e a gestora da unidade de saúde sobre a existência de funcionária fantasma no local. (veja o vídeo aqui).

Tudo devidamente registrado em vídeo. O caso veio à tona na sexta-feira, 1º, à noite – quando vazaram as imagens da deputada coagindo a diretora da UPA a assinar a folha de ponto da irmã. Até agora, no entanto, nem a comunista, nem a gestora da UPA se posicionaram sobre o assunto.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, disse apenas que a servidora em questão é irmã de Ana do Gás e concursada da saúde estadual há 23 anos – como se isso fosse salvo conduto para alguém receber sem trabalhar.

Tudo isso em meio à Operação Pegadores, que investiga justamente o desvio de recursos da saúde – são, pelo menos, R$ 18 milhões surrupiados, segundo a Polícia Federal – para o pagamento de funcionários fantasmas e de salários “extras” a indicados do alto escalão governista.

Diante da repercussão, se não dão explicações à sociedade – mesmo procurados pela imprensa para tal -, deverão ser, todos, chamados a dar explicações à PF. E esclarecer em que condições uma funcionária era mantida sem trabalhar numa UPA, mesmo recebendo salários.

Estado Maior

sem comentário »