A prepotência comunista

4comentários

O caso da adutora do Sistema Italuis, que rompeu logo após ser inaugurada pelo governo estadual, no final de semana, mostra exatamente a característica principal da administração do governador Flávio Dino: a prepotência.

Mesmo dando continuidade a uma obra da gestão anterior, o comunista prefere não fazer qualquer referência nesse sentido. Pelo contrário, se apodera do trabalho de outro gestor afirmando para toda a população que é obra de seu governo. Além disso, faz uma divulgação sempre com a intenção de reduzir ao nada as gestões que lhe antecederam. E esse tipo de discurso é o comum para Flávio Dino.

No entanto, quando algo de errado acontece, o governador comunista mostra outra característica sua que é a humildade para admitir erros. Pelo que disseram os governistas, a inauguração da nova adutora foi uma determinação do governador Flávio Dino, segundo afirmou nota da Caema. Entretanto, quando houve o rompimento, a nota oficial da gestão muda o rumo da história.

Na nota, o governo coloca a culpa totalmente do vazamento nas empresas privadas contratadas. A obra inaugurada pelos comunistas era obra e graça de Flávio Dino não das empresas contratadas. O erro, não. Esse não.

Mas para uma gestão que nunca se desculpou pelo assassinato de um trabalhador em Vitória do Mearim, considerando-o como bandido pelo governo em nota oficial, imagina deixar a população de São Luís sem abastecimento de água.

 O Estado

4 comentários para "A prepotência comunista"


  1. MOTENSE FANATICO

    porque o Carlos Lula nao se pronuncia em ? sermao dos pegadores ?
    apesar de tudo Flavio ainda é memlohr que rorosena

  2. Cupertino

    Boa tarde,

    Zeca realmente o Flávio Dino deveria fazer referência a quem iniciou (gestão anterior), para mostrar o início da porcaria feita pela gestão anterior, tanto nessa obra, como a reforma da MA que liga a araçagi-raposa(começando na entrada da praia do araçagi até o retorno que liga até a Malhoba),aquela que a Reseana terminou, Flávio Dino teve desmanchar e corrigir tudo.

  3. Jehan Saraiva

    Zeca, o Senhor ainda vai criar uma íngua só de tanta raiva que tu sente do Governador. Não precisa disso cara.

    • Zeca Soares

      Absolutamente, sou indiferente. Torço para que melhore as coisas e a gestão.

deixe seu comentário