Funcionários de terceirizadas ficam sem 13º

0comentário

Centenas de profissionais da saúde pública, que atuam em UPA’s e hospitais estaduais do Maranhão, não receberam a segunda parcela do 13º salário. O assunto foi denunciado pela deputada Andrea Murad nas redes sociais.

Sobre a terceirizada Biosaúde, o Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Maranhão informou através dos canais oficiais que conversou com a empresa e disse que “o atraso se deu em virtude do não repasse pelo Estado”.

“Governo Flávio Dino descumpre a lei e deixa funcionários da saúde sem a segunda parcela do 13º salário. Por lei, o valor deveria ser pago até hoje. Como previsto, os profissionais da saúde que trabalham, por exemplo, na UPA da VILA LUIZÃO não receberam 1 centavo sequer. O mesmo está acontecendo com funcionários de outras unidades que tenho conversado. Um total desrespeito com os trabalhadores que estão prestes a passarem as festas de fim de ano sem um dos direitos básicos trabalhistas”, escreveu Andrea Murad.

Outra reclamação dos funcionários terceirizados da saúde, repercutido pela deputada Andrea, é referente ao FGTS.

“E as ilegalidades não param por aqui, funcionários estão descobrindo que apesar do FGTS ser descontado do salário, a empresa não está efetuando o depósito do benefício, causando assim mais uma grave infração. Como esperado, a quarteirização na saúde pública do Maranhão está provocando uma piora na gestão da rede pelo desvirtuamento dos objetivos da EMSERH, empresa pública criada pelo ex-secretário Ricardo para dar qualidade no atendimento, economia de escala e garantia para os profissionais da saúde. Contra essa ilegalidade, estarei pedindo providências imediatas ao Ministério Público para que os direitos dos trabalhadores sejam cumpridos”, finalizou a parlamentar.

sem comentário »

Adriano repudia incoerências no orçamento

1comentário

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) revelou uma série de incoerências no Projeto de Lei nº 259/2017, que trata do orçamento do governo Flávio Dino (PCdoB) para 2018. O parlamentar votou contra o projeto, que entrou na pauta da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (20).

O parlamentar afirmou que muitos projetos ficarão com orçamento minguado, como o de revitalização do Centro de São Luís, que irá receber apenas R$ 10 mil. Outro destaque é a destinação de somente R$ 1 mil para um projeto de integração das bacias dos Rios Parnaíba e Itapecuru e revitalização do Rio Itapecuru. Há também o caso da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (SECTUR), que tem previsão de tão somente R$ 520 mil para apoio a manifestações artísticas e culturais. A Defensoria Pública do Estado (DPE) contará com apenas R$ 100 mil para a construção de novas unidades no interior.

Por outro lado, o orçamento do governo vai privilegiar alguns setores menos relevantes, como é o caso da área de comunicação, que contará com aproximadamente R$ 62 milhões em 2018. Destaque ainda para a Secretaria de Transparência e Controle, que terá um orçamento generoso de R$ 24 milhões.

“Por esses e outros pontos analisados, posso afirmar que esta é uma peça orçamentária discrepante com a realidade, uma peça malfeita, injusta e desigual, que mostra a insensibilidade do governo com projetos importantes para o nosso povo e o nosso Estado”, declarou o deputado.

1 comentário »

Roseana prega união dos maranhenses

2comentários

A ex-governadora Roseana Sarney será destaque da propaganda eleitoral obrigatório do PMDB que vai ao ar a parir desta quinta-feira (21), no rádio e na televisão.

Na inserção que terá a duração de 30 seguntos, Roseana Sarney prega a união e solidariedade dos maranhenses e diz que é hora de abrir novos caminhos em 2018.

“2018 está chegando. É hora de abrir novos caminhos. Olhar as nossas crianças e prepará-las para o futuro. Hora de dar aos jovens as oportunidades que eles tanto querem. Melhorar a vida dos mais pobres. É hora de nos unirmos, todos juntos e solidários em busca de paz e crescimento”, diz a ex-governadora.

Além da inserção de fim de ano, Roseana também gravou uma mensagem de natal ao lado dos netos e que também será veiculada na TV.

Clique aqui e veja o vídeo de 2018

Clique aqui e veja a mensagem com os netos

Foto: Reprodução

2 comentários »

Castelão vira campo de peladas e treino?

9comentários

Sempre fui um crítico severo em relação à liberação do Estádio Castelão para a realização de treinamentos de times de futebol, mesmo sendo no meio de competições nacionais.

E eis que surpreendentemente, na semanas passada vi fotos no Facebook de “peladas” sendo disputadas no Castelão.

É isso mesmo, o Castelão sendo utilizado até para peladas…

Ontem, mais uma vez, vimos fotos de um coletivo do Sampaio sendo disputado lá.

Mal estamos no início da pré-temporada e o estádio já está sendo liberado para o Sampaio. Mas a crítica que faço não é ao clube, mas à Sedel pela liberação.

E ainda reclamam dos altos custo de manutenção para abri o Castelão, mas essa parece ser uma prática sem fim, entra e sai gestor na Sedel.

Acredito que o secretário Hewerton Pereira (que está na pasta desde o mês de setembro) precisa rever a liberação do Castelão nestes dois casos no momento. Na minha humilde opinião não faz sentido algum. Novato no cargo, Hewerton precisa mudar essa prática.

O Castelão deveria estar passando por melhorias, principalmente no gramado neste período de recesso do futebol até porque vamos enfrentar no início do ano o inverno e uma maratona de jogos oficiais.

Vale lembrar que em São Luís, o único estádio que está funcionando mesmo é o Castelão.

…Até para peladas!!!!!

9 comentários »

Manifesto em favor da candidatura do PT

0comentário

Após o período de redemocratização no Brasil e a fundação do Partido dos Trabalhadores em 1980, o PT no Maranhão lançou sua primeira candidatura ao governo do estado no ano de 1982. Em uma disputa sem alianças, o PT do Maranhão apresentou como governador neste pleito Osvaldo Furtado, que obteve 8.643 votos, correspondendo a 0,99% do total de eleitores. Já o vencedor, Luís Rocha, foi eleito governador do Maranhão pelo PDS, oriundo da ARENA, com apoio de 76,91% dos votantes.

Em 1986, o PT, em uma frente de oposição com o PV, lançou Delta Martins ao governo estadual, obtendo 31.504 votos, o que representou 2,45% da votação. Nas eleições de 90 e 94, o partido optou por apoiar, respectivamente, Conceição Andrade (PSB) e Jackson Lago (PDT), com o PT indicando os seus candidatos a vice-governadores, e ambas as candidaturas conquistaram cerca de 20% do eleitorado maranhense. Somente em 1998 é retomada a tática de candidatura própria e o candidato a governador do partido neste pleito é Domingos Dutra, que alcançou, em uma disputa sem alianças, a marca de 97.536 votos, ou 6,40% do total de eleitores.

Na primeira eleição vitoriosa de Lula, em 2002, o partido no estado deu prosseguimento à tática de candidatura própria e o companheiro Raimundo Monteiro foi candidato a governador pelo PT, logrando o 3º lugar entre os candidatos (127.082 votos), mantendo assim os mesmos 6% do eleitorado obtidos no pleito anterior. Desde então, para garantir sustentabilidade aos governos do presidente Lula e da presidenta Dilma, o PT do Maranhão vem participando das eleições majoritárias compondo alianças e, somente em 2010, o partido conseguiu ocupar um espaço na chapa majoritária, ao eleger Washington Luiz como vice-governador do estado.

O projeto de conquista de governos estaduais pelo PT no Nordeste, por sua vez, é fortalecido através da eleição do presidente Lula em 2002, a exemplo do que ocorreu com a eleição de Wellington Dias no Piauí no mesmo ano de 2002, hoje cumprindo seu terceiro mandato como governador no estado, e na Bahia, com a vitória de Jacques Wagner em 2006, recondução ao cargo em 2010 e a eleição de seu sucessor Rui Costa em 2014. Em outros termos, o aumento do eleitorado petista no Nordeste possibilitou a implementação de um novo modo de governar os estados dessa região tradicionalmente dominada pela velha política.

No Maranhão, é preciso reconhecer que a eleição do governador Flávio Dino pelo PC do B em 2014 trouxe novas perspectivas ao cenário político do estado. As expectativas de renovação da classe política e da gestão pública tomaram conta do eleitorado, definitivamente ampliadas com a garantia do apoio da presidenta Dilma ao novo governador então eleito. Nesse sentido, ainda em 2015, a direção estadual do PT se reuniu e deliberou por compor a base do governo Flávio Dino, sem reivindicar cargos no poder executivo ou alianças políticas futuras.

O mandato do único parlamentar petista na Assembleia Legislativa do Maranhão, companheiro José Inácio, atuou diuturnamente na defesa das pautas progressistas do governo Flávio Dino e reconheceu, assim como toda a militância petista, a importância do posicionamento do PC do B em nível nacional e do próprio governador em favor da manutenção do mandato da presidenta Dilma. A denúncia do golpe parlamentar orquestrado contra o PT reafirmou entre nós e o PC do B a solidariedade de classe necessária para o enfrentamento da ofensiva neoliberal da direita brasileira.

O modo petista de governar é reconhecido e admirado em todo o país. Os programas desenvolvidos por prefeituras, governos estaduais e pelos mandatos dos presidentes Lula e Dilma granjearam fama internacional e conquistaram prêmios de excelência. É sensato, portanto, concluir que o PT, aliado há mais de três décadas do PC do B, apresenta-se como um dos mais importantes partidos do arco de alianças a ser fechado em 2018 e com capacidade de contribuir efetivamente para a implementação de políticas públicas que revertam os baixos indicadores sociais e econômicos que o Maranhão ainda ostenta.

O Campo Construindo Um Novo Brasil – CNB participou das eleições do PED em 2017 e apresentou o nome do companheiro e deputado estadual Zé Inácio para concorrer à presidência do PT, ao lado de uma chapa, formada por companheiros e companheiras de todo o estado, que pleiteou os cargos da Direção Estadual. A votação dos filiados e filiadas nos posicionou enquanto maior força do PT no Maranhão, com direito a ocupar em torno de 40% das vagas de Direção, apesar de a CNB sair do PED com mais de 50% dos votos. Zé Inácio, pela eleição direta, ficou em 1º lugar entre todos os candidatos, recebendo 4358 votos.

No Congresso Estadual do PT, realizado em maio deste ano, o partido aprovou a seguinte tese política da CNB, defendida ao longo do PED, “Tendo como CENTRO DA NOSSA DA TÁTICA A ELEIÇÃO DO PRESIDENTE LULA e no Maranhão buscará compor a Chapa Majoritária com o PCdoB, seja com a candidatura a Vice-Governador(a) ou ao Senado Federal, haja vista a importância do PT e do Presidente Lula para o povo maranhense.” Em nenhum momento houve por parte do nosso campo algum recuo em relação a esta proposição; ao contrário, em todas as oportunidades e fóruns de discussão do partido a tese congressual foi reafirmada e aberta para a construção com dirigentes do PC do B e representantes do governo.

Diferentemente do que se esperava, a chapa majoritária que disputará a reeleição de Flávio Dino vem sendo articulada por partidos políticos de vários espectros ideológicos, à exceção do PT, e o Governador na convenção do PDT garantiu que uma das vagas na sua chapa majoritária para o senado terá como candidato o deputado federal Weverton Rocha, do PDT. A imprensa tem divulgado como certa a outra vaga para o senado o ex-governador e deputado federal José Reinaldo.

Além disso, o próprio presidente estadual do PCdoB faz defesa pública da continuidade do atual vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que hoje se encontra sem partido devido à intervenção do PSDB.

É preciso admitir, com efeito, que não há mais possibilidade de o PT do Maranhão concorrer na chapa majoritária do governador Flávio Dino, o que tem ficado cada vez mais evidente com a proximidade do pleito de 2018 e os arranjos políticos feitos à margem da direção petista. Como o CENTRO DA NOSSA DA TÁTICA É A ELEIÇÃO DO PRESIDENTE LULA, não podemos estar em um palanque no Maranhão com partido que tem candidatura a presidente, que é o caso do PCdoB, que lançou como pré-candidata a presidência a deputada estadual do Rio Grande do Sul e ex-deputada federal Manuela D’Ávila. Logo, a tese congressual perdeu seu objeto e o partido precisa urgentemente reorganizar-se para desempenhar um papel protagonista nas eleições de 2018.

Estamos vivendo atualmente no Brasil um processo denominado por estudiosos como Estado Pós-Democrático. As garantias sociais não foram suprimidas do texto constitucional, mas não há nenhum interesse por parte dos representantes do neoliberalismo em fazer valê-las. O golpe parlamentar que destituiu Dilma e a caçada ou o lawfare praticado contra o presidente Lula, visando impedi-lo de concorrer às eleições presidenciais e continuar simbolizando a esperança para milhares de brasileiros e brasileiras das camadas populares, são provas incontestes que lutar por direitos sociais voltar a ser uma das trincheiras da disputa hegemônica pela esquerda.

Em 2018, o PT não poderá titubear. No Maranhão, para retomarmos o crescimento do estado, defender o legado dos governos petistas e resgatarmos o projeto de desenvolvimento social com inclusão, nós da CNB defendemos que o partido concorra às eleições com candidatura própria ao governo do estado com o companheiro Monteiro – PT, que já foi testado nas urnas e tem com chances reais de aglutinar um novo polo da esquerda maranhense e representar avanços na escalada histórica de eleições do PT.

Com nossa candidatura própria podemos ampliar o número de deputados estaduais e federais, além de termos um senador do partido na chapa majoritária. Não temos dúvida que com as candidaturas de Lula Presidente e Monteiro – PT Governador mudaremos de fato os rumos da política do Maranhão, trazendo a esperança que nosso povo tanto precisa!

*Fernando Silva (Diretório Estadual do PT), Nonato Chocolate (Diretório Estadual do PT) e Mundico Teixeira (Executiva Estadual do PT).

sem comentário »

Fernando de Carvalho e o Natal na Catedral

0comentário

Desde do inicio de sua carreira, há mais de 19 anos, o cantor maranhense Fernando de Carvalho se apresenta em diversos eventos e palcos de São Luís no mês de dezembro, levando aos ludovicenses canções de Natal e músicas que trazem mensagens de paz, amor, fraternidade e júbilo.

O ponto alto dessa maratona de apresentações é sempre o show que acontece em parceria com o Coral São João e convidados especiais, sempre no dia 25 de dezembro e já tendo sido apresentado em alguns dos lugares mais importantes da cidade como a Igrejas da Sé e Santo Antônio, Teatro Arthur Azevedo, Teatro do IFMA, Covento das Mercês, Praças Maria Aragão e Nauro Machado e Ceprama para citar alguns.

Ao longo de todos esses anos, o espetáculo contou com a participação de importantes artistas como Alcione, Cláudio Pinheiro, Gabriel Melônio, Alexandra Nícolas, Milla Camões, Alessandro Batista, Marco Duailibe, Dhean Britto, Victor Oliveira e grupos como o Grupo Lamparina, Orquestra Keruso, Orquestra de Violões da EMEM, dentre outros.

Este ano o concerto “Natal na Catedral” com Fernando de Carvalho, Coral São João e convidados terá as participações especiais dos cantores Carlos Alfredo, Rayssa Monroy, Rosa Reis e do Coral Infantil da EMMUS (Escola Municipal de Música). No repertório, canções eruditas e populares, sacras e profanas, tais como: White Christmas, da trilha sonora do filme homônimo, de Irving Berlin, o “Hallelujah” do oratório “O Messias” de Handel, a famosa “Jingle Bells”de James Pierpont, “Adeste Fideles”, cuja autoria apesar de incerta, é atribuída ao rei D. João IV de Portugal, “Boas Festas” (“Anoiteceu”) de Assis Valente, “Hallelujah” de Leonard Cohen, “Nella Fantasia” (Ennio Morricone), “Climb Ev’ry Mountain” (Richard Rodgers/Oscar Hammerstein II) e a mais famosa de todas, “Silent Night” (“Noite Feliz”) de Franz Gruber para citar algumas.

O espetáculo acontecerá mais uma vez na igreja da Sé, dia 25 de dezembro às 20h. Os ingressos podem ser adquiridos na secretaria da igreja da Sé (com Manoel) e custam R$ 60.

Informações no whatsapp: (98) 98833 3131.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Mais dois presos em Operação da PF são soltos

0comentário

A Justiça por meio da Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF) decidiu revogar a prisão preventiva de Luiz Marques Barbosa Júnior e converter a prisão preventiva em domiciliar de Mariano de Castro. Eles estão presos desde novembro por conta da Operação Pegadores, deflagrada pela Polícia Federal, que investiga desvios milionários na Saúde do Maranhão desde 2015.

A sessão teve o colegiado formado pelos desembargadores Ney Bello Filho, Mônica Sifuentes e Leão Alves.

Com a decisão, Mariano de Castro terá que ficar com uma tornozeleira eletrônica para que seja monitorado. A Justiça determinou ainda que os dois não podem manter contato com nenhuma pessoa que está sendo investigada na Operação Pegadores.

No dia 24 de novembro, a Prefeitura de Coroatá exonerou Mariano de Castro. Ele era coordenador geral do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Leia mais

sem comentário »

Prefeito Nagib abre Natal em Codó

0comentário

O prefeito de Codó, Francisco Nagib, acompanhado da primeira-dama, Agnes Oliveira, e demais autoridades, inaugurou na última segunda-feira (18),  a decoração natalina no centro da cidade. Centenas de pessoas foram até a Praça Ferreira Bayma para a cerimônia da abertura oficial do primeiro Natal Mais Esperança, Mais Amor. Estiveram presentes também o vice-prefeito, Ricardo Torres, o ex-prefeito Zito Rolim e secretários de governo.

No evento mais importante do calendário cristão, os codoenses ficaram emocionados com a apresentação da Orquestra Filarmônica FC Oliveira, que tocou clássicos nacionais e internacionais, com o coral do Instituto Maná e a Banda Euterpe. O público também pôde assistir a um culto ecumênico, com as palavras de fé do Pastor Fernando Guimarães, da Assembléia de Deus e do Padre Marconi Castro, da Paróquia São Raimundo.

Emocionada e muito feliz, a Secretária de Desenvolvimento Social e primeira-dama, Agnes Oliveira, falou sobre a felicidade de participar do primeiro Natal Mais Esperança, Mais Amor. “É dessa linda forma que nós queremos transmitir a toda a população o espírito do Natal. Aproveito a oportunidade para convidar todas as famílias codoenses a comparecerem na Praça Ferreira Bayma, pois teremos emocionantes atrações todos os dias, até o dia 23 de dezembro. Desejo a todos um Natal de muita esperança, amor, saúde e um ano novo maravilhoso”.

O momento mais esperado pelas famílias foi a vinda de Papai Noel, que chegou a praça em seu trenó e fez a alegria das crianças. Para o prefeito Nagib, o natal codoense chega para brindar um ano de muitos desafios e muitas vitórias. “Uma praça muito bonita, bem ornamentada, decorada, iluminada e feita com muito carinho por funcionários da prefeitura, voluntários que aqui vieram e agregaram tanto valor a esse projeto de um lindo natal. O primeiro Natal Mais Esperança, Mais Amor chega coroado de muita energia positiva. Na data de hoje damos abertura as festividades natalinas e o clima das festas entra nos lares codoenses. Aproveito a oportunidade de agradecer a Deus e pedir um ano novo cheio de esperança, amor e dias melhores pra nossa cidade”, finalizou.

Foto: Divulgação/ Ascom/ PMC

sem comentário »

Flávio Dino descarta saída de Diego da Sectur

3comentários

O governador Flávio Dino (PCdoB) descartou em entrevista nesta terça-feira (19), no Palácio dos Leões qualquer possibilidade de mudança na Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur).

É verdade que a pasta sempre foi bastante cobiçada por aliados do governador, mas nem de longe Flávio Dino pensa em mexer em time que está ganhando.

“Ele [ Diego Galdino] fica até o dia 31 de dezembro de 2018. Não sei de onde partiram essas informações”, disse o governador.

Sem muito alarde, o secretário Diego Galdino em tão pouco tempo conseguiu colocar a casa em ordem, chamou os artistas para o seu lado e o resultado não poderia ser outro.

Vários aparelhos da cultura maranhense, dentre eles o Teatro Arthur Azevedo foram recuperados na gestão de Galdino e muito ainda tem por ser feito pela nossa cultura.

Além disso, o seu desempenho na pasta o coloca na lista dos melhores secretários da gestão de Flávio Dino, sem falar do prestígio que goza junto ao governador e a sua saída não teria o menor sentido.

A cultura agradece….

3 comentários »

Todos odeiam todos

0comentário

Chantagens, ameaças, traições, negociatas e troca de favores formam os aspectos que marcam a disputa pelas duas vagas de senador na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB). A guerra renhida e “fratricida” mostra também que, na base do governo comunista, ninguém gosta de ninguém e tudo se resolve com pressão e opressão de lado a lado.

A manifestação pública de Flávio Dino em favor da candidatura senatorial do pedetista Weverton Rocha, por exemplo, se deu em meio às ameaças do PDT, de retirar o apoio ao PCdoB. Sabendo da própria fragilidade em compor um palanque com tempo de televisão, os comunistas não tiveram alternativas a não ser ceder às chantagens do presidente nacional pedetista Carlos Lupi e companhia.

O outro candidato a senador mais próximo de Dino apela para o emocional e joga na cara do comunista “tudo o que José Reinaldo já fez por ele”. Tavares espera a retribuição do governador ao gesto que ele fez em 2006 e 2010. E se isso não ocorrer, seus aliados tratarão de espalhar a traição do comunista.

Traição é o que já vê o deputado federal Waldir Maranhão (Avante). Ele garante ter um acordo com Flávio Dino para ser o candidato a senador, com aval do próprio ex-presidente Lula. Ocorre que Dino demonstra cada vez mais o desinteresse em cumprir tal acordo.

A troca de favores foi a opção encontrada por Eliziane Gama e sua igreja, a Assembleia de Deus. Os evangélicos até estariam dispostos a fechar questão em torno do comunista para o Governo do Estado, desde que este abra espaço para sua deputada na chapa senatorial. E assim vai se construindo a chapa do comunista Flávio Dino. Onde todos odeiam todos.

Estado Maior

sem comentário »