Marambaia ganha carnaval pela primeira vez

1comentário

Surpresa no Carnaval do Maranhão e que surpresa enorme!!!

A Marambaia do Samba é a grande campeã de 2018. A escola do bairro de Fátima, fundada a há 63 anos nunca havia conquistado um título antes.

Com o enredo “Nordeste Brasileiro”, a Marambaia com 209,8 pontos desbancou as favoritas Flor do Samba, Favela do Samba e Turma do Quinto.

A segunda colocada foi a Flor do Samba com 209,3 pontos que permanece na fila há 21 anos sem conquistar um titulo.

Em terceiro ficou a Favaela do Samba com 208,4 pontos, Turma do Quinto em quarto com 207,5, Turma de Mangueira em quinto com 207,4 pontos.

Segue a classificação com Império Serrano em sexto (206,8), Túnel do Sacavém em sétimo (197,6) Mocidade Independente em oitavo (105,7), Terrestre do Samba em nono (193,1), Unidos de Fátima em décimo (191,4) e Unidos de Ribamar em décimo primeiro lugar (190).

Foto: Reprodução/TV Mirante

1 comentário »

Sampaio Basquete volta à quadra após carnaval

6comentários

Após o recesso da Liga de Basquete Feminino (LBF) – temporada 2018 por conta do Carnaval, a equipe do Sampaio Basquete, tem o patrocínio da Cemar e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, está pronta para retornar à quadra. Nesta quinta-feira (15), o time maranhense fará sua quarta partida no torneio nacional. Dessa vez, as comandadas do técnico Virgil Lopez encaram o Presidente Venceslau fora de casa. A bola sobe às 21h (horário de Brasília), no Ginásio Uniesp, no interior paulista.

O Sampaio Basquete chega a esta partida com a segunda melhor campanha na LBF CAIXA em aproveitamento. O time tricolor apenas atuou em São Luís, onde venceu dois dos seus três compromissos no torneio. Em casa, o Sampaio derrotou o Uninassau Basquete por 87 a 73 e o Funvic/Ituano por 71 a 54. O único tropeço do representante maranhense na LBF CAIXA foi justamente para o Vera Cruz Campinas, líder invicto do torneio.

Para o duelo desta quinta-feira, a equipe tricolor vem motivada. As duas últimas semanas foram bastante produtivas para que as jogadoras do Sampaio Basquete melhorassem o condicionamento físico e serviu para o técnico Virgil Lopez armar o time para a sequência de jogos fora de casa. 

Enquanto o Sampaio Basquete tem mostrado evolução dentro de quadra, o Presidente Venceslau não vive um bom momento na LBF. Após duas vitórias nas duas primeiras rodadas, o time paulista vem de três derrotas seguidas, sendo a última no Ginásio da Uniesp para o Vera Cruz Campinas.

Para conseguir vencer Presidente Venceslau, o Sampaio Basquete aposta suas fichas na armadora norte-americana Briahanna Jackson. Com média de 14,3 pontos por jogo, a expectativa é que a camisa 23 comande o time tricolor mais uma vez.

Após o duelo desta quinta-feira, o Sampaio Basquete fará outros dois jogos fora de casa. No sábado (17), o time visitará o Poty/BAX/Catanduva e na sexta-feira da semana que vem (23), a equipe vai até Blumenau encarar o time da casa. Em São Luís, o próximo compromisso do Sampaio Basquete será no dia 2 de março, quando receberá o SBC/Brazolin Unip.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

6 comentários »

Diego Galdino acerta no local e atrações

0comentário

Menos pelo local em si, mas, sobretudo pela programação diversificada diria que o maranhense aprovou o novo circuito do Carnaval de São Luís na avenida Beira-Mar, mais conhecido como circuito Joaosinho Trinta.

O novo circuito da Beira-Mar integrado ao Centro Histórico e Praia Grande foi uma sacada do secretário de Cultura e Turismo, Diego Galdino.

No ano passado, o circuito era apenas no Centro Histórico e Praia Grande, mas Diego Galdino teve a ideia de ampliá-lo e diria que acertou em cheio e diria que deve olhar para os outros circuitos com a mesma atenção e manter a qualidade da programação em todos os locais de festa.

Nas redes sociais, Diego Galdino comentou alguns fatores que considerou decisivos para que conseguir revitalizar o carnaval mesmo em cenário de crise e destaco dois deles que considero mais importantes.

Primeiro “Saber ouvir os fazedores de cultura e ser humilde em aprender com a tradição”. Essa tem sido a linha do jovem Diego Galdino desde que assumiu a pasta e não é à toa que é considerado um dos mais atuantes gestores do atual governo.

O outro aspecto que destacado por Galdino foi: “Ter os grupos culturais locais fiéis a nossa tradição mas também capazes de se reinventar”. Esse é ponto fundamental para que nossas brincadeiras se mantenham vivas, mas nada disso adiantaria se não tivesse a sensibilidade do gestor.

Mas destacaria além de tudo isso a boa e diversificada a programação com a participação de nomes nacionais.

O folião gosta e espera sempre uma programação de qualidade, independentemente do local. Onde tiver uma boa festa ele estará. Foi o que ficou provado mais uma vez.

A cultura agradece!!!

Foto: Divulgação

sem comentário »

Moradores tapam buracos na MA-006

0comentário

Buracos e estradas quase que intrafegáveis. Quem percorre o Maranhão sabe que essa é a realidade de muitas rodovias, a exemplo da MA-006 que passa pelas cidades de Arame, Grajaú, Fortaleza dos Nogueiras, Formosa da Serra Negra, Balsas, Alto Parnaiba, entre outras.

Foi essa caótica situação que o deputado estadual progressista Wellington do Curso citou ao cobrar do governador Flávio Dino (PCdoB) que adote providências quanto aos buracos que já dominam as MA’s, em específico a MA-006, que o governo anunciou ter gasto R$ 5 milhões na operação de recuperação da rodovia, que está repleta de buracos.

Ao cobrar ações efetivas e não apenas midiáticas, o deputado Wellington destacou que maranhenses que moram próximo à MA-006 estão tapando os inúmeros buracos, assim como agricultores, empresários e tantos outros maranhenses que estão fazendo o que seria função do governo.

“Diante da omissão do governador Flávio Dino, maranhenses tiveram que tomar uma providência, já que o governo não faz coisa alguma. Por mais vergonhoso que seja, é exatamente isso que está acontecendo: a população faz aquilo que o governador deveria fazer… tapar os buracos! Deixo aqui, mais uma vez, a cobrança ao governador para que desenvolva, de fato e não apenas na propaganda, ações de recuperação asfáltica. De imediato, na MA-006, que está repleta de trechos quase que intrafegáveis. Nós visitamos esses trechos e constatamos a precariedade. Governador, isso é uma vergonha para o Maranhão!”, disse o deputado Wellington.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Ora São Luís reúne cristãos na Maria Aragão

0comentário

Nesta quarta-feira (14), a partir das 15h, acontece na Praça Maria Aragão o Ora São Luís e o Retiros Culturais. Voltado para o público cristão, a programação do encontro conta com a participação de artistas locais, nacionais e internacionais. O evento é promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado e reunirá cristãos de todo o estado para uma grande noite de louvor na capital.

O encontro reunirá jovens que participaram da Semana Maranhense de Retiros Culturais. Para o Ora São Luís e o Retiros Culturais, que também marcam o encerramento das atividades dos retiros, são esperadas milhares de pessoas. Na programação estão as bandas Christafari e Som e Louvor; e os cantores Maurício Paes e Cassiane.

Entre outras canções esperadas pelo público estão ‘Com muito louvor’ e ‘Amigo Espírito Santo’, da cantora Cassiane; ‘Família debaixo da graça’, ‘Louvor e Honra’ e ‘Tua graça me basta’, do cantor Maurício Paes; e ‘Deus estava lá’, ‘De janeiro a janeiro’ e ‘Adora’, da banda Som e Louvor.

Como convidada internacional, a banda Christafari, banda de reggae cristão originária dos Estados Unidos que participa pela segunda vez em São Luís. Por meio de músicas como ‘Hosanna’, ‘Oceans’, ‘Here i am to workship’ e ‘Christafari’, o grupo traz para São Luís mensagens de fé, amor e esperança.

A programação do Ora São Luís e do Retiros Culturais contará, ainda, com a participação de Forró de Crente, Fogo e Glória, Carlos Alfredo, Normando França, Jhonny, Lídia Carollini, Joel Mistokles e Francivaldo Borges. Todas as atrações prometem momentos de animação, louvor e adoração.

sem comentário »

Tatuapé reclama falta de apoio do Maranhão

0comentário

Com passagens pela Unidos de Vila Maria e Acadêmicos do Tucuruvi, entre outras, Wagner Santos, carnavalesco da bicampeã do Carnaval de São Paulo Acadêmicos do Tatuapé, está completando 21 anos na arte de desenvolver o enredo de escolas. Pela primeira vez, porém ele comemora um título.

“Estou duplamente feliz porque sou campeão pela primeira vez e maranhense! Conheço bem o enredo. É meu Estado! Muita gente não gosta de temas chamados CEP porque talvez não emocionem, mas aqui deu certo”, celebrou o carnavalesco durante a festa na quadra da escola.

Wagner ainda destacou que a escola não contou com o apoio do governo do Maranhão. “Entretanto tivemos a garra, dedicação e criatividade de todos os envolvidos. Estão todos de parabéns”, completou.

Este é o seu primeiro ano na agremiação da zona leste. “É difícil chegar numa.escola que acaba de ser campeã. Há sempre uma cobrança, mas a comunidade me conquistou e vice-versa porque o resultado foi para lá de positivo”.

O presidente da Acadêmicos do Tatuapé, Eduardo dos Santos, também reclamou da falta de apoio oficial. “O governo nem quis nos receber. Nós tentamos desde agosto e nada. Tivemos apoio sim de alguns empresa e da prefeitura de São José do Ribamar”, contou.

Eles também não puderam contar coma presença de Alcione. “Ela seria nossa convidada sim, porque é um ícone do Maranhão. Não deu já que foi enredo da Mocidade, uma escola muito querida. Nós copiamos muito a Mocidade porque é uma escola exemplar. É nosso modelo de agremiação. Então, não havia motivo para desavenças”, afirmou o presidente.

Alcione, no entanto, não esqueceu da escola. Em um vídeo, a cantora parabenizou a Acadêmicos do Tatuapé por mais um título. “Quero mandar também os parabéns ao Tatuapé que também falou da minha terra. Em São Paulo, deu Maranhão”, destacou a Marrom, que foi homenageada pela Mocidade, a escola vice-campeã.

Ricardo Matsukawa/UOL

Uol

sem comentário »

Não colou a estratégia do governo Dino

0comentário

O governo Flávio Dino (PCdoB) não poupa nem aliados em sua sanha propagandista, já de olho nas eleições de 2018.

Acostumado a fazer caridade com o chapéu alheio e a faturar com obras e ações dos outros, os comunistas tentaram, mais uma vez, repetir a dose no caso da reforma das praças Joãosinho Trinta e Gomes de Sousa, próximo à antiga RFFSA, na Beira-Mar.

Anunciou aos quatro cantos que a obra era sua – relegando a um segundo plano o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e até mesmo a Prefeitura de São Luís, administrada pelo aliado Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Ocorre que em tempos de informação digital, os dados oficiais normalmente são facilmente acessados.

E, assim, logo descobriu-se que a obra teve projeto executivo todo confeccionado pelo Iphan, com recursos do PAC Cidades Históricas, e que a iluminação e o paisagismo ficaram a cargo da Prefeitura. Ao governo coube, basicamente, colocar uma placa de inauguração.

Dessa vez, a estratégia não colou.

Estado Maior

sem comentário »