Moto vence e mantém invencibilidade

5comentários

O Moto venceu o Bacabal por 1 a 0, no Correão, neste sábado (24), pelo Campeonato Maranhense.

Em sua quinta partida, quatro com mando de campo fora, por conta de uma tabela mal elaborada pela FMF, o Moto conseguiu manter a invencibilidade e independente de outros resultados não sai do G4 nesta rodada.

O gol rubro-negro foi marcado por Shailison, aos 38 minutos do segundo tempo, aproveitando jogada de Jaílson.

O Moto tem 9 pontos e permanece no G4. O próximo jogo do Moto será na quinta-feira (1), às 20h15, no Castelão, contra o Santa Quitéria.

Foto: Lucas Almeida

5 comentários »

Prefeitura leva cidadania a Cidade Operária

1comentário

A caravana itinerante de serviços sociais desenvolvidos pelo Programa ‘Todos por São Luís” contemplou pela segunda vez a comunidade da Cidade Olímpica, uma das regiões mais populosas da capital maranhense. O prefeito Edivaldo, acompanhado da primeira-dama Camila Holanda, do vice-prefeito Júlio Pinheiro, participou da culminância da ação, na 57ª edição do programa que, neste sábado (24), ofereceu, entre outros serviços, um grande mutirão de prevenção do glaucoma e da catarata. A ação aconteceu na Unidade de Saúde da Família Dra. Maria Arycelia.

“O Todos por São Luís é sempre um dia muito especial, uma grande festa da cidadania promovida por esse programa já consagrado e abraçado pela população. Essa é uma ação que também nos permite conversar com as pessoas, ouvir seus anseios e, assim, direcionarmos melhor os serviços públicos municipais, conforme as demandas das comunidades contempladas pelo programa”, afirmou o prefeito Edivaldo.

A ação tem como finalidade principal ofertar, em forma de grande mutirão, diversas atividades e atendimento ao público nas áreas da saúde preventiva, educação, cultura, esporte e lazer, segurança alimentar, serviço social, capacitação profissional, entre outras.

Para a primeira-dama, Camila Holanda, que é coordenadora geral do programa, o “Todos por São Luís” tem a marca da participação popular e do modo democrático de governar do prefeito Edivaldo, pois é construído em parceria com as lideranças comunitárias que apontam nas rodas de diálogo as necessidades mais prementes da população.

“Já são quase 60 edições de um programa construído com muito carinho e que tem levado serviços tão importantes à população. A cada edição buscamos fazer novas parcerias, nas mais diversas áreas possíveis, para levarmos à comunidade um número maior de serviços. E o melhor de tudo, é que a ação possibilita essa aproximação entre a Prefeitura e a população”, afirmou a primeira-dama, Camila Holanda.

(mais…)

1 comentário »

Jota Pinto instala novas comissões do PEN

0comentário

Pré-candidato a deputado estadual, o presidente do PEN/Patriotas no Maranhão, Jota Pinto, cumpre, desde ontem, extensa agenda política na região Sul do estado onde trabalha para fortalecer o partido.

Jota, acompanhado do deputado federal e vice-presidente nacional da sigla, Júnior Marreca; do vice-presidente estadual José Malheiros; e de coordenadores do PEN na região, deu posse para 14 novas comissões provisórias.

“Estamos trabalhando para reorganizar e fortalecer o partido no Sul do Maranhão. A instalação destas novas comissões sacramenta uma meta na qual podemos afirmar que o PEN/Patriotas, hoje, está bem representado em 90% da região”, disse.

Jota Pinto e Junior Marreca, que também reuniram-se com outras lideranças políticas, agradeceram o apoio recebido e estabeleceram um calendário permanente de reuniões visando levar novas experiências adquiridas pela legenda para o Sul maranhense.

No próximo mês, a direção do PEN/Patriotas realizará encontro estadual, em São Luís, no qual apresentará novos filiados e anunciará oficialmente seu posicionamento acerca da eleição para o governo do estado.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Zé Reinaldo se afasta de Flávio Dino

0comentário

O deputado federal, José Reinaldo Tavares (sem partido) que é pré-candidato ao Senado disse em entrevista ao jornal O Imparcial neste sábado (24) que não deverá mesmo vir a ser candidato na chapa encabeçada pelo governador Flávio Dino.

Sem usar meias palavras, Zé Reinaldo disse que falta interesse do governador em sua candidatura, pois o mesmo tem deixado claro a preferência por Weverton Rocha e Eliziane Gama.

“Pelo andar da carruagem não serei candidato pela chapa do Flávio, por falta de interesse dele. Não tem demonstrado interesse já há algum tempo. Se Flávio não me quer, tem quem queira”, afirmou.

Zé Reinaldo não quis adiantar o rumo que seguirá, mas deixou transparecer que está aberto a conversas.

Atualmente sem partido, Zé Reinaldo deverá se filiar ao DEM, no dia 10 de março, num evento em São Luís e que contará com a presença do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia.

Foto: Divulgação/ Secap

sem comentário »

Rombo de R$ 1,1 bilhão

0comentário

Por Adriano Sarney

O Governo do Maranhão reconheceu em nota da Secretaria de Planejamento do Maranhão (Seplan) o déficit primário praticado em 2017 no valor de R$ 1.126.283.482,19, mesmo tendo aumentado os impostos estaduais. Flávio Dino gastou muito mais do que devia. O valor consta na página 25 do Relatório Resumido RREO 6º Bimestre de 2017, ao qual o caro leitor poderá ter acesso no site da Seplan na internet (goo.gl/ZVm78J).

O governo informou à Assembleia Legislativa em 2016 quando da votação da Lei de Diretrizes Orçamentaria para o ano seguinte que a meta de resultado primário seria fixada em -R$ 277 milhões. No fechamento do ano, tivemos a péssima noticia de que o governo extrapolou em mais de R$ 800 milhões o rombo do orçamento.

Desde meados de agosto do ano passado, o Governo já sabia que não seria possível cumprir a meta estabelecida em Lei, o valor fechou o 4º bimestre em –R$ 590,7 milhões. Ao contrário do que apregoa, continuou a produzir déficit primário sem, contudo, tomar as providências cabíveis. No caso específico caberiam duas ações do Governo:

a) Encaminhar projeto de lei alterando a meta de superávit primário;
b) Reduzir as despesas do governo de forma a cumprir a meta.

Na primeira alternativa, o Governo teria de ter mandado um projeto de lei para Assembleia alterando a meta estabelecida na Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO. Não o fez porque anunciar déficits ou, no caso, o aumento do déficit geraria desgaste público e intenso debate político. Foi o que aconteceu com o Governo da ainda presidente Dilma, quando em 22 de julho de 2015 o então ministro da Fazenda, Joaquim Levy, teve que anunciar a redução da meta de superávit primário do Governo Federal. Em 2009 o Governo Federal também teve de aprovar no Congresso uma redução na meta de superávit primário.

Na segunda alternativa, o Governo deveria ter procedido conforme o disposto no artigo 9o da Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF, que assim determina: “Artigo 9o Se verificado, ao final de um bimestre, que a realização da receita poderá não comportar o cumprimento das metas de resultado primário ou nominal estabelecidas no Anexo de Metas Fiscais, os Poderes e o Ministério Público promoverão, por ato próprio e nos montantes necessários, nos trinta dias subsequentes, limitação de empenho e movimentação financeira, segundo os critérios fixados pela lei de diretrizes orçamentárias.”

O Governo não praticou nenhuma das alternativas, e sim acelerou o aumento do déficit e, conforme demostrado em seus próprios relatórios fiscais, já tinha conhecimento dessa situação desde julho de 2017.

O Governo também alega que passou o ano com dinheiro em caixa, R$1,4 bilhão. Não é verdade. Se considerarmos os restos a pagar liquidados e não pagos (-R$637,9 milhões), demais obrigações financeiras (-R$1 bilhão), restos a pagar empenhados e não liquidados (R$-610 milhões), Flávio Dino fechou o ano também com um déficit de caixa com restos a pagar de incríveis R$ 844,3 milhões. Toda essa informação detalhada pode ser encontrada também no site da Seplan, na página 13 do Relatório de Gestão Fiscal – 3° Quadrimestre 2017 (goo.gl/BdEktQ). Ora, agem como aquela dona de casa que não paga ninguém e ostenta o seu extrato bancário, uma posição absolutamente infantil como se ainda fosse possível enganar e ludibriar a todos.

O Governo precisa entender que uma mentira falada mil vezes não vira verdade. No mais, quem vai pagar o preço é a população, com os mesmos serviços, com novos aumentos de impostos ou com novas multas e leilões de motocicletas e automóveis pelo Detran.

*Adriano Sarney é economista, administrador e deputado estadual (PV)

sem comentário »

Sampaio vence e sobe na Liga de Basquete

0comentário

O Sampaio conquistou mais uma vitória fora de casa na Liga de Basquete Feminino (LBF). As maranhenses venceram o Blumenau, por 54 a 49, no Ginásio Galegão, no Vale do Itajaí.

O destaque do Sampaio foi a pivô chilena estreante Ziomara Morrison, de 1,95m, que anotou 13 pontos combinados com cinco rebotes, uma assistência, dois tocos e oito faltas recebidas. A ala Leila, ex-jogadora do Blumenau também marcou 13 pontos.

A vitória colocou o Sampaio na segunda posição da LBF, ultrapassando o Santo André no saldo de cestas. O Sampaio tem seis jogos: quatro vitórias e duas derrotas.

“Não foi um jogo fácil. A gente teve momentos muito ruins, mas importante é sair daqui com a vitória. Tem muita coisa a melhorar”, disse Leila em entrevista à rádio Nereu Ramos. Ela também comentou seu retorno à Santa Catarina. “Eu gosto muito daqui, tenho um carinho muito grande, mas jogo é jogo”, destacou Leila.

“Foi um jogo muito forte, a defesa do Blumenau atrapalhou bastante a gente, ponto para trabalharmos mais pra frente. As meninas foram guerreiras, gostei muito do que vi. Uma vitória muito importante é é preciso enaltecer o bom trabalho do Camargo no comando do Blumenau. Nós conseguimos a vitória em alguns detalhes. Agora é continuar a trabalhar para manter o crescimento na sequência da competição”, comemorou Virgil Lopez, técnico do Sampaio.

O Sampaio que tem o patrocínio da Cemar e do Governo do Maranhão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte tem a semana completa para trabalhar para o confronto contra o São Bernardo/Brazolin/Unip, na próxima sexta (2). O Tricolor terá uma sequência de cinco jogos em São Luís.

Foto: Divulgação/ Blumenau

sem comentário »

Hora de agir

3comentários

O relatório de gestão fiscal do governo Flávio Dino, publicado no Diário Oficial de 24 de janeiro, revela que o comunista já sabia que as contas públicas não fechariam em 2017. Pelos dados do próprio governo, disponibilizados também no portal da Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan), o déficit primário da gestão de Dino ficou negativo em junho do ano passado.

A meta de endividamento era de pouco mais R$ 277 milhões. Em junho, o déficit já era de R$ 166 milhões. No bimestre seguinte, dobrou esse valor negativo e no quinto bimestre dobrou de novo, chegando a mais de R$ 1 bilhão.

Mesmo com o aumento do saldo negativo nas contas do Estado, o governador – por desconhecimento ou mesmo irresponsabilidade – deixou o barco correr. O resultado poderá ser devastador para o cidadão, que, no fim de tudo, é quem vai pagar a conta negativa da atual gestão.

O aumento de impostos é uma opção do governo para reduzir esse déficit. Se reajustar os tributos, isso não será novidade, pois Dino já aumentou por duas vezes os impostos pagos pelos cidadãos.

Outra saída é cortar gastos e, de forma geral, ocorre na área de investimentos e serviços que devem ser prestados à população. Outra alternativa seria reduzir o tamanho da máquina, o que em ano eleitoral é bem difícil de acontecer.

O fato é que algo precisa ser feito para evitar que num futuro bem próximo o Maranhão não passe a viver uma realidade que já vem ocorrendo em alguns estados brasileiros, como o Rio de Janeiro.

Estado Maior

3 comentários »

Rodada do Maranhense tem briga pelo G4

2comentários

A rodada deste fim de semana, a 5ª pelo Campeonato Maranhense é decisiva para as oito equipes que disputam a competição e brigam pelo G4 e contra o rebaixamento.

Após vencer o Maranhão por 1 a 0, na semana passada, o Bacabal recebe o Moto, às 15h45, no Correão e vai em busca de mais uma vitória para se afastar definitivamente do rebaixamento. O Moto quer a primeira vitória fora de casa para se manter no G4.

Em Imperatriz, o Imperatriz recebe o lanterna Santa Quitéria, às 19h30 de olho na liderança. Já o Santa Quitéria precisa vencer para seguir vivo na luta contra o rebaizamento.

No domingo, mais dois jogos complementam a rodada. No Castelão, O MAC pega o Sampaio, às 16h. Com a derrota para o BEC, o Maranhão precisa vencer o clássico para não se distanciar do G4. Mordido após a derrota para o Imperatriz e embalado com a classificação na Copa do Brasil, o Sampaio deve ter força máxima para tentar manter a liderança da competição.

O jogo entre São José e Cordino, às 15h45, no Dário Santos será disputado com portões fechados. O São José pode assumir a liderança e o Cordino quer a vitória para chegar ao G4.

2 comentários »