Verba para o futebol abre nova polêmica

16comentários

A Federação Maranhense de Futebol (FMF), especialmente o seu presidente Antonio Américo Lobato precisa, urgentemente vir a público para esclarecer sobre o repasse de recursos da Lei de Incentivo ao Esporte para o Campeonato Maranhense.

Ontem, após a entrega dos certificados aos clubes pelo governador Flávio Dino e confirmação de que R$ 1,5 milhões seriam destinados ao futebol uma grande polêmica teve início nas redes sociais. Muitos entendem que esse dinheiro deveria ir para saúde, segurança e educação, mas acho que para o esporte e o futebol também merecem.

Ontem mesmo conversei com o presidente Antonio Américo. Ele afirmou que desse montante, R$ 795 mil será para os clubes. Mesmo eliminado na metade do campeonato, o Sampaio receberá a maior parte R$ 150 mil. O Moto terá cota de R$ 120. Maranhão, Cordino e Imperatriz receberão cada R$ 115 mil e São José, Bacabal e Santa Quitéria R$ 60 mil.

A chiadeira dos clubes é geral, mas não entendo como nenhum, e repito: nenhum clube tem a coragem de se manifestar publicamente. Qual o motivo da conivência dos clubes? Alguém sabe explicar? Porque os dirigentes ficam calados e aceitam tudo passivamente?

Ainda segundo Américo, o restante R$ 705 mil será para dividido entre a TV Difusora e uma produtora encarregada nas transmissões dos jogos e outras despesas, dentre elas R$ 90 mil para quem elaborou o projeto, R$ 20 mil para contabilidade e 3% para o Fundo Estadual de Esporte que corresponde a R$ 45 mil.

A polêmica é grande, pois, a TV Difusora está arrendada para o deputado federal e candidato a senador Weverton Rocha (PDT) aliado do governador Flávio Dino. È que desde o ano passado, o repasse vem sendo feito e poucos jogos são transmitidos. No ano passado, foram apenas dois jogos. E este ano, apenas dois foram transmitidos e poderemos chegar no máximo a seis jogos.

Vale lembrar que não houve qualquer tipo de licitação para a transmissão dos jogos, mas uma escolha do governo para que a TV Difusora fosse a emissora beneficiada.

O presidente da FMF, Antonio Américo que não sabia, naquele momento informar os valores da TV Difusora e da produtora, mas fez questão de adiantar que a FMF não receberá um centavo e ficou de enviar as informações completas.

Se me perguntarem o que acho, o governo deve apoiar os clubes de futebol sim, mas todo o recurso deveria ser destinado às equipes que dariam retorno por meio de seus uniformes e mídia nos estádios e imprensa, sem transmissão de jogos pela TV que só tira público dos estádios e dinheiro dos clubes.

Fica o espaço do blog para a FMF mostrar como será o rateio desses recursos e, principalmente quanto será destinado à TV arrendada pelo amigo e candidato do governador ao Senado.

Foto: Karlos Geromy

16 comentários para "Verba para o futebol abre nova polêmica"


  1. Jeorge

    Qual é a novidade que estamos vendo ? Isto se repete desde o ano passado e qualquer um consegue enxergar que estão apenas usando os clubes para conseguir desviar dinheiro, a questão é que ninguém se manifesta e procura apurar,a imprensa se cala , os torcedores se calam , os clubes se calam por que tem medo de perder o pouco que ainda recebem e o Ministério Publico não faz nada ou melhor faz vista grossa,pois isto não deve ser relevante para eles, pois se forem apurar os erros envolvendo a FMF e as verbas que envolvem o esporte,vão ter muito trabalho, este governo que ai está é tanto quanto ou mais corrupto que os anteriores.

  2. 100% LANTERNA

    MAS TODO ANO E ISSO E NADA E NIGUEM SE MEXE

  3. Tessio

    time eliminado como sampanha devia ganhar menos pois o mesmo ja recebe verbas de outras competiçoes noa precisa

  4. SARAIVA

    Dinheiro do estado deve ser destinado é a saúde,educação,segurança pública que segue um caos…

  5. Jorge Franco

    Não é defendo A ou B, quando falamos que os nossos times profissionais tão muito a desejar pois sabemos que alguns Estados estes procedimentos são feitos agora que foi conseguido tem alguns críticos que alguns anos atrás postaram matéria criticando que nossos times estavam nesta situação pois o governo estadual e os deputados não faziam nada para nossos time. Mais já sei pois o SAMPAIO mesmo sendo desclassificado recebeu a maior fatia.

  6. jeffersson

    Repito a pergunta do Fabricio. Onde esta o tão “zeloso” Ministério Publico que almeja investigar a FMF? Será que tambem estão de joelhos subservientes de pires nas mãos como dirigentes do Clubes tão sorridentes e contentes com as migalhas como na foto?

  7. dionezio,

    É O GOVERNO DO MARANHÃO FAZENDO ESCOLA, MOSTRANDO COMO NÃO SE DEVE FAZER AS COISAS, É IMORAL !!!

  8. jose carlos silva

    O pior Zeca, é que falam na Sedel que o Projeto foi feito por um funcionário da própria Sedel. Aliás, foi copiado de um projeto aprovado na gestão passada.

  9. Sandoval Aquiles

    Impressão minha ou o vice do moto é da Guará, e em 2016 pegaram uma grana pela transmissão? E agora tá reclamando porque quem ganhou foi outra emissora? Seria ético o diretor de um clube e diretor de uma tv transmitir e ganhar pra isso? Se fosse do Sampaio diriam o que?

    • Zeca Soares

      Mas nenhuma licitação houve. Foi escolha mesmo da TV Difusora.

  10. Francisco Gaglianone

    Será que nesse estado existe Ministério Público??? Dizem que o Ministério Público só age quando provocado, se não provocar, vai continuar dormindo e rocando.

  11. A CORDA…ACORDA!

    Culpa dos próprios dirigentes dos clubes que se calam diante Desse absurdo!

  12. Bráulio

    Porque o presidente do Sampaio que é um deputado nào diz nada e ainda assina embaixo um escândalo desses com mal uso de verba pública? Quem consegue me explicar como isso é possível?

  13. Desportista

    Lamentável só não tem verba para as outras modalidades que realmente precisam pois é só ir nos semáforos e ver tantos atletas pedindo ajuda para competir porque o poder público não faz a sua parte.

  14. Fabrício

    Onde está o Ministério Público que não vê um escândalo desses envolvendo uma TV que está arrendada a um político que é candidato e tem ligações estreitas com o Palácio dos Leões.

  15. Victor

    Escandaloso tudo isso e os clubes são exatamente quem menos ganha nesse negócio da China.

deixe seu comentário