Intolerância e autoritarismo na FMF

8comentários

Lamentável a cena registrada ontem, à tarde na sede da Federação Maranhense de Futebol (FMF).

Infelizmente o autoritarismo e a falta de diálogo estão cada vez mais presentes na “Casa” do futebol e chama mais atenção que os jogadores e os clubes que são as verdadeiras vitrines.

Todo mundo sabe no que existe uma desavença pessoal entre o vice-presidente do Moto, Natanael Júnior (que trabalha na TV Guará) e o vice-presidente de Competições da FMF, Hans Nina (ex-presidente do Moto), mas ninguém imaginava que a coisa pudesse ser tão baixa, tão mesquinha.

“Eu cheguei e falei pra ele lá. Ele só liberou a Mirante e a Difusora”, diz o funcionário da FMF visivelmente constrangido. 

Antes, o dirigente já havia informado que não recberia também a TV Mirante e que só gravaria para a TV Difusora, mas acabou mudando de opinião.

Hans Nina que já havia atacado a imprensa nas redes sociais, agiu como se fosse o dono da FMF e barrou a entrada da repórter da TV Guará na sede da FMF para uma coletiva no momento em que um grupo de torcedores protestava na parte externa por conta das datas e horários da decisão do Campeonato Maranhense.

Todos nós acompanhamos a briga existente entre o ex-presidente da FMF, Alberto Ferreira e o falecido comentarista Herbert Fontenele. E apesar das divergências nunca houve um episódio tão intolerante como esse que presenciamos.

O que a repórter da TV Guará tem a ver com a questão pessoal entre os dois que começou lá no Moto e agora ganhou grandes proporções pois os dois são dirgentes de futebol? Que humilhação viveu a profissional que nada tem a ver com essa briga dos dirigentes.

Quero aqui cobrar o posicionamento do Sindicato dos Jornalistas do Maranhão e da Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do Maranhão (Aclem). Vocês vão ficar calados?

Ontem outro dirigente da FMF acusou o repórter Marcial Lima de “incitar o crime” e de classificar as torcidas organizadas do Moto são conhecidas são conhecidas por sua “violência desmedida e destemida”.

Mas onde está o presidente da FMF que assiste a tudo isso e não diz nada???

Um verdadeiro absurdo…

8 comentários para "Intolerância e autoritarismo na FMF"


  1. Ana Thereza

    Olá amigo Zeca Soares! Muito obrigada pelo apoio e solidariedade! Obrigada pelas suas palavras.

    Também agradeço as inúmeras manifestações de solidariedade que recebi, devido ao lamentável episódio ocorrido na tarde de segunda – feira (26), na sede da Federação Maranhense de Futebol.

    Nossa classe batalha tanto por uma matéria-prima que é de fundamental importância para a sociedade, que é a informação.

    Foi justamente a busca pela informação que me colocou no centro de todo esse acontecimento embaraçoso. Estava apenas tentando fazer o meu trabalho, como faço todos os dias, ouvir o outro lado. Tive o meu direito cerceado por uma entidade que deveria primar pelo diálogo.

    Quero agradecer também a Repórter Mieko que se solidarizou comigo e ficou ao meu lado.

    Lamentável o que aconteceu! Mais uma vez obrigada pelo apoio e carinho de todos! Vou continuar meu trabalho! Sempre na torcida pelo Futebol Maranhense.

    • Zeca Soares

      É o mínimo que podemos fazer para amenizar (se é que isso é possivel) a grosseria que fizeram com você.

      • Ana Thereza

        Muito obrigada! Por tudo!

        • Zeca Soares

          Você tem a minha solidariedade.

  2. Cabeto

    Pior ZECA e esse tal de Tércio Dominici que fica quieto porque pega um poré da FMF e ainda falou que Marcial Lima e oportunista

    Você como diretor de Jornalismo da Mirante Am deveria se procnunciar

    • Zeca Soares

      Quem tem que se sentir ofendido é o Marcial se ele se referiu a ele. Tem que saber se ele disse em relação a Marcial ou Wellington. Se nem Marcial se sentiu ofendido com o que falou Tércio sem dar nomes….

  3. Arthur Torreão

    Completamente perdido! Vergonha um cara desse como mandatário do nosso futebol. Não tem a mínima condição. Num momento em que as comunicadoras do Brasil inteiro se juntam para combater certos preconceitos e atitudes que vão contra o exercício da sua profissão, ele apronta essa. Esse cara já passou dos limites.

  4. Jeorge

    Meu Deus se um cara deste que não é nada , ocupa um cargo por indicação politica, está se achando o dono do mundo , imagina se realmente tivesse poder.

deixe seu comentário