Sampaio bate o Uninassau no playoff da LBF

0comentário

O Sampaio Basquete deu um grande passo para voltar a disputar as finais da LBF CAIXA após duas temporadas. Fora de casa, a equipe maranhense bateu a Uninassau por 83 a 73, no ginásio Wilson Campos, no Recife (PE), e pode carimbar a vaga já no domingo, em São Luís (MA).

A Bolívia contou com as atuações imponentes das estrangeiras Ziomara Morrison, com 23 pontos e 10 rebotes, e Briahanna Jackson, com 17 pontos, 4 assistências e 4 bolas de três convertidas. Ambas fecharam o jogo acima dos 70% nos arremessos.

Além das ‘gringas’, Tati Pacheco (14 pontos), Leila (13) e Karina Jacob (10) também deram boa parcela na vitória.

“Estou muito feliz pela minha atuação, mas principalmente com o grande trabalho que fizemos como equipe. Soubemos aproveitar as vantagens melhor do que em outros jogos. Mas ainda temos que melhorar nossa defesa para domingo”, disse Ziomara.

O jogo começou com um grande nome: Ziomara dominou a pontuação do Sampaio, anotando 13 dos 19 marcados pelo Sampaio no primeiro período. No segundo, a chilena zerou, mas Tati Pacheco se encarregou de ajudar a manter a liderança do Sampaio, que fez 18 a 13 no período e foi ao intervalo com 9 de vantagem.

A Uninassau tratou de reagir no segundo tempo, e com uma parcial 9-0, voltou a encostar no placar, obrigando o técnico Virgil Lopez a parar o jogo. A pausa fez o Sampaio reencontrar seu ritmo, e apesar de perder o quarto por 20 a 16, manteve a liderança no placar.

Na última etapa, as equipes relaxaram na defesa e anotaram grandes aproveitamentos ofensivos. Se a Uninassau converteu 59,5% das suas tentativas, o Sampaio foi ainda mais eficiente, registrando incríveis 88,2% no quarto decisivo. Quatro jogadoras do Sampaio foram perfeitas nos seus arremessos e a equipe fez 30×25 na última parcial, apesar do esforço de Tassia para fazer a Uninassau encostar novamente. A ala demorou a encontrar seu ritmo no jogo e fez 13 dos seus 19 pontos no quarto final.

“Fomos buscar essa vitória muito na raça e na responsabilidade, pois soubemos administrar os momentos fortes da Uninassau. Mas não é o momento de comemorar, pois este foi só o início desta série. Temos que manter o que funcionou e corrigir os nossos erros. Temos muito trabalho pela frente”, analisou o cauteloso Virgil Lopez, técnico do Sampaio Basquete.

Próximos jogos:

Jogo 2: Domingo (13), 15h. Ginásio Castelinho, São Luís (MA) – TV Gazeta e SporTV.com
Jogo 3 (se necessário): Terça-feira (15), 20h. Ginásio Castelinho, São Luís (MA) – SporTV.com

Foto: Robson Neves/Uninassau

Sem comentário para "Sampaio bate o Uninassau no playoff da LBF"


deixe seu comentário