Saulo Pinto critica ‘golpe’ e defende ‘Lula Livre’

1comentário

O candidato do PSOL ao senado, Saulo Pinto abriu a série de entrevistas no Ponto Final, na Rádio Mirante AM, com o jornalista Roberto Fernandes. Até o dia 11 de setembro serão entrevistados todos os candidatos ao Senado pelo Maranhão. (clique aqui e ouça a entrevista)

Saulo disse que as candidaturas do PSOL são contrárias ao golpe instalado no país e totalmente a favor do Movimento Lula Livre.

“O PSOL se localiza contra o golpe instalado no país e pelo Lula livre, pois a prisão do lula é absolutamente ilegal. O Lula foi preso de maneira injusta, de maneira a não comprovar absolutamente nenhuma medida, a conversa do triplex, depois a do sitio e etc. Tudo isso foi desmontado e continua sendo desmontado cotidianamente porque o Sérgio Moro e a parte da imprensa que se rendeu ao espirito do golpe não consegue comprovar”, afirmou.

Saulo disse qua sua candidatura tem um programa voltado para aos mais pobres, um programa para país e para Maranhão que tematiza uma forma a luta pela igualdade e as formas de mais brutais de opressão.

“O perfil da minha candidatura está no patamar da candidaturas que defende as igualdades e as reformas. Nossos acordos são os acordos com a população. Os nossos 3% por cento na pesquisa [Ibope] e nós nos orgulhamos muito dissso são reflexo da parcela da população que quer uma alternativa democrática para o Maranhão que apresente ideia e saia do lugar comum. Eu sou apenas um professor universitário. Não tenho relacionamento com grandes empresários, com grupos políticos oligárquicos, enfim. O meu mandato vai ser um mandato popular, honesto e sem conchavos”, disse.

Nesta terça-feira (28), o entrevistado será o candidato Alexandre Almeida (PSDB). Veja a ordem das entrevistas:

. Terça-feira (28/08) – Alexandre Almeida (PSDB)
. Quarta-feira (29/08) – Saulo Arcangeli (PSTU)
. Quinta-feira (30/08) – Iêgo Bruno (PCB)
. Sexta-feira (31/08) – José Reinaldo Tavares (PSDB)
. Segunda-feira (03/09) – Sarney Filho (PV)
. Terça-feira (04/09) – Weverton Rocha (PDT)
. Quarta-feira (05/09) – Preta Lú (PSTU)
. Quinta-feira (06/09) – Eliziane Gama (PPS)
. Segunda-feira (10/09) – Samuel Campelo (PSL)
. Terça-feira (11/09) – Edison Lobão (MDB)

Foto: Zeca Soares

1 comentário para "Saulo Pinto critica ‘golpe’ e defende ‘Lula Livre’"


  1. DIONEZIO

    Livre tem que estar é o povo, desse mala !!!

deixe seu comentário