Edivaldo amplia frota de ônibus com ar-condicionado

3comentários

Como parte do programa macro de reestruturação do Sistema de Transporte Público da Capital, colocado em prática na gestão do prefeito Edivaldo, novos ônibus com ar-condicionado foram incorporados ao sistema municipal de transporte público de São Luís. Os novos veículos, que também contam com elevadores de acessibilidade, foram apresentados nesta terça-feira (28), em ato realizado na Praça Aragão, com a presença do prefeito Edivaldo, que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, e do secretário municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), Canindé Barros. Os novos ônibus vão atender as linhas do Consórcio Upaon-Açu, que servem a bairros na área da Cidade Operária; e do Consórcio Primor, que fazem rotas para bairros da região Turu/Divineia.

Os dez novos ônibus integram um lote de 40 veículos que serão disponibilizados à população até o final deste ano, como parte das comemorações pelo aniversário de 406 anos da capital. Como melhoria no sistema de transporte público da capital a gestão do prefeito Edivaldo já contabiliza uma renovação de 73% da frota e redução da idade média de acima de 10 anos para 4,5 anos, só para citar algumas.

No ato, o prefeito Edivaldo destacou os avanços conquistados no setor. “A melhoria do transporte público é, sem dúvida alguma, um dos maiores legados que a nossa gestão deixa para a cidade, o que só foi possível com a realização da licitação do setor, outro grande marco da nossa administração. Os avanços são muitos e significativos. A população já sente a mudança e usufrui das melhorias proporcionadas ao setor”, afirmou o prefeito Edivaldo.

Na ocasião, o prefeito anunciou ainda a implantação do sistema Wifi nos ônibus da capital, ainda nesse semestre. “O serviço já foi licitado e nos próximos dias a população contará também com mais este benefício importante, concretizando mais um compromisso da nossa gestão firmado com o povo”, frisou Edivaldo.

Foto: A. Baeta

3 comentários »

Vitória em Belém mudou panorama no Sampaio

0comentário

A vitória por 1 a 0 diante do Paysandu, reanimou o elenco do Sampaio na briga contra o rebaixamento na Série B. Com o triunfo diante dos paraenses, o Tricolor quer manter as boas atuações das últimas partidas, onde também empatou com o Vila Nova, para buscar a segunda vitória seguida na competição.

“A vitória traz confiança. Agora vamos partir para mais um confronto direto, com o intuito de repetir as atuações eficientes que tivemos, sobretudo na última rodada, e tentar vencer novamente”, disse o técnico Paulo Roberto.

Uma nova vitória pode deixar o Sampaio a um ponto dos times que estão na briga para sair da zona de rebaixamento. São Bento, CRB, Brasil de Pelotas, Paysandu e Criciúma estão empatados com 25 pontos, com o time gaúcho e a equipe de Sorocaba ocupando, respecitavamente, a 17ª e 18ª colocação.

O jogo diante do CRB é encarado como uma nova decisão para o Sampaio, que vê a possibilidade de se aproximar de uma saída da zona de rebaixamento.

“O grupo ganhou confiança extra com a vitória sobre o Paysandu. Agora teremos outra partida complicada, contra uma equipe muito forte quando atua em casa, mas estamos preparados para jogar de igual pra igual e buscar mais um resultado positivo”, disse o zagueiro Rogério.

Com 21 pontos, o Sampaio ocupa a 19ª colocação na Série B. O confronto diante do CRB será realizado na próxima sexta-feira, às 21h30.

Foto: Lucas Almeida

Leia no Globoesporte

sem comentário »

Andrea pede solução para falta d’água em Coroatá

0comentário

A deputada Andrea Murad (PRP) encaminhou ofício ao presidente da Caema, Carlos Rogério, pedindo providências imediatas para o problema de falta de água no bairro Mariol, em Coroatá, onde quase 2 mil famílias estão sem abastecimento há 26 dias. Em sessão plenária nesta terça-feira (28), ela cobrou providências do governador Flávio Dino, que na semana passada esteve no município para fazer campanha, mas deixou o problema sem resolver.

“O governador Flávio Dino esteve em Coroatá na semana passada e não deu uma explicação e, sequer, foi cobrado por qualquer parlamentar de sua base, para que ele faça com que a Caema tome uma providência. Isso é uma total negligência de Flávio Dino que passou por lá pra pedir voto, mas em relação ao problema continua inerte, indiferente, omisso e negligente, sem se importar com a população afetada pela falta d’agua”, discursou Andrea.

Moradores fizeram protesto hoje no município cobrando providências e reclamando da conta que chegou no fim do mês, mesmo sem receberem água.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Ação pode barrar reajuste de 16,94% da Cemar

2comentários

>Em peça conjunta elaborada pelas Defensorias Públicas do Estado (DPE/MA) e da União (DPU), foi impetrada, nesta terça-feira (28), na Justiça Federal, Ação Civil Pública (ACP) em face da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), pedindo a imediata suspensão do reajuste tarifário médio de 16,94% nas contas de luz das residências maranhenses, previsto para entrar em vigor a partir desta terça.

Também foi solicitada a contratação de perito, com conhecimento técnico especializado, para elaborar parecer sobre o reajuste homologado pela Aneel, em reunião pública, no dia 21 de agosto. O anúncio do aumento surpreendeu os defensores públicos titulares do Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon), da DPE/MA, que iniciaram, ainda na semana passada, discussões com a área jurídica da Cemar para analisar o procedimento administrativo instaurado na definição do reajuste, que atingirá 2,4 milhões de unidades consumidoras no Maranhão.

O Nudecon apurou que assim como a Cemar, a Aneel também não cumpriu com o rito para a aprovação de um reajuste tarifário, como dispõe a Lei 9.427/96 e a Resolução nº 247, de 2007. Dentre as condições previstas, está a realização de audiência pública com ampla participação popular.

“Por esse motivo, e também pela necessidade de envolvermos a Aneel na ação, propusemos à Defensoria Pública da União a elaboração conjunta da ACP. É descabido que a Aneel e a Cemar possam impor ao consumidor ônus que foi fixado unilateralmente, sem a possibilidade de ampla e concreta participação da sociedade civil e dos órgãos de fiscalização dos direitos do consumidor”, explicou o defensor público estadual Gustavo Leite Ferreira, informando que a demanda foi direcionada ao defensor federal Yuri Costa, responsável pelas tutelas coletivas na instituição.

Diante disso, consta ainda entre os pedidos da ACP, a retomada do processo de mobilização para a audiência pública. “É importante destacar que ano passado, quando a Aneel aprovou aumento para as contas de energia elétrica no Maranhão, o tema também não foi levado para discussão com a comunidade e nem tampouco com as Defensorias Públicas, considerando suas funções basilares de promoção e proteção dos direitos individuais e coletivos dos necessitados. Resultado: foi suspensa por meio de Ação Popular”, afirmou Rairom Laurindo dos Santos, do Nudecon.

Se forem condenadas, tanto a Aneel quanto a Cemar serão obrigadas a pagar indenização, a título de danos morais sociais, no valor de R$ 2 milhões. “Qualquer variação no custo de energia implica na vida financeira do consumidor que vive no Maranhão, estado com o segundo menor IDH do país. Portanto, esta é uma causa de grande relevância para toda a sociedade, uma vez que o tema é de interesse coletivo e não beneficiará exclusivamente os nossos assistidos”, ressaltou o defensor público estadual Marcos Vinícius Campos Fróes.

Nota da Cemar

“Sobre a Ação Civil Pública (ACP) divulgada pelas Defensorias Públicas do Estado (DPE/MA) e da União (DPU), a Cemar esclarece que a definição da política tarifária para o setor de energia elétrica no Brasil é prerrogativa do Governo Federal e de competência da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. Cabe à Cemar atender e respeitar as determinações vindas da agência reguladora.

Tão logo a Cemar tome ciência da ação em questão, adotará as medidas processuais cabíveis”

Foto: Divulgação

2 comentários »

JEMs e política de esporte no Maranhão

4comentários

Não vai aqui nenhuma crítica aos gestor da Secretaria de Desporto e Lazer (Sedel) por conta dos JEMs, mas à falta de política efetiva de esportes por parte do governo do Maranhão. Definitivamente, o esporte não figura como pauta prioritária para os políticos.

Tenho sido crítico em relação ao assunto e volto a reforçar aqui a importância do governo repensar a sua política de esporte e a destinação de verbas para o setor.

O término dos JEMs propõe uma ampla discussão sobre o principal evento realizado pela Sedel. Ao longo dos anos o governo comemora a participação de maior número de municípios e escola, mas omite como essa participação ocorre.

Em cada modalidade coletiva, por exemplo, a equipe se prepara por quase um ano e disputa apenas dois jogos. Perdeu e está fora ainda na fase regional. Por falar em fase regional, o JELs foi uma vergonha só…

Além disso, de forma equivocada, a Sedel reduziu o número de atletas acompanhando o que é feito nos Jogos da Juventude. O que é um grande equívoco reduzir o número de atletas por modalidade.

O reduzido número de jogos é uma ameaça a professores e técnicos que tem o contrato interrompido com as escolas por conta da inexistência de competições. Vale à pena para uma escola ter uma equipe para disputar dois jogos?

Vejam o que acontece por exemplo com o futsal, modalidade com maior número de escolas, apenas três de São Luís são classificadas para os jogos. No volei, por outro lado, até seis equipes de São Luís e três de Imperatriz entraram nos JEMs.

Com tudo isso, a cada ano o JEMs fica menor. A sedel faz do jeito que é possível fazer e com os poucos recursos que tem. E a cada ano com menos recursos.

Não vejo ninguém se preocupar com isso e resultado é que o JEMs, ano a ano passam como se nem estivesse sendo disputado.

Como sugestão e pelo fato de ser o esporte, atividade complementar à educação, os JEMs bem que poderiam contar com o envolvimento e recursos da Secretaria de Educação, pois apenas com o que a Sedel possui não é possível fazer uma competição que reflita a importância dos jogos.

O fato é que o governo precisa repensar o JEMs.

O JEMs acabou ontem, mas está morrendo a cada ano.

Foto: Divulgação

4 comentários »

Alexandre defende fim da reeleição no Executivo

2comentários

O deputado estadual Alexandre Almeida (PSDB) que é candidato ao Senado pelo Maranhão foi o entrevistado desta terça-feira (28) no Ponto Final, na Rádio Mirante AM. Ele explicou porque trocou uma possível reeleição de deputado estadual pelo desafio de concorrer ao Senado. (clique aqui e ouça a entrevista)

“Eu nunca vi a política como profissão. Eu não vejo o mandato de deputado estadual como carreira. Em todas as pesquisas o meu nome era apontado como o mais votado e seguramente eu teria muita tranquilidade para um terceiro mandato. Mas eu nunca vi conforto em buscar um terceiro mandato. Mas eu nunca vi conforto em buscar um terceiro mandato, então eu decidi encarar esse desafio na nova política para o Brasil e sobretudo para o Maranhão que tem a pior renda per capit do país, os menores indicadores da educação no país”, explicou.

Alexandre Almeida criticou o Código Penal Brasileiro que é de 1940 e que, segundo o candidato não consegue regular os procedimentos atuais e isso gera uma ineficiência do sistema judicial no Brasil. “Nós precisamos atualizar o Código Penal que até hoje está no Congresso Nacional desde 2011. Que congresso Nacional é esse que não consegue atualizar o código penal?”, perguntou.

Ele defendeu a necessidade de uma ampla Reforma Política no país.  “Os políticos profissionais se preocupam muito mais em defender o seu grupo político, o governo, os partidos deixando de lado a defesa da sociedade. A preocupação é defender o governo porque defendendo o governo ele vai ser contemplado. Como proposta levarei o fim da reeleição para o Executivo e a limitação no Legislativo para uma reeleição. Qual a razão para alguém ter cinco mandatos de Senador? Dá para entender isso?”, destacou ao tempo em que defendeu a redução de 1/3 da Câmara e do Senado.

Alexandre disse que defenderá no Senado a criação do Fundo Constitucional de Esporte e Lazer com o investimento de parte dos recursos disponibilizados pela União para desenvolvimento do Esporte, bem como o Fundo para a Cultura. Ele também afirmou que apresentará proposta para incluir no Importo de renda as despesas com atividades físicas, assim como já acontece com as despesas de saúde.

Alexandre falou também sobre o desempenho do seu candidato ao governo neste início de campanha e disse acreditar num eventual segundo turno.

“Pesquisa hoje não é instrumento para avaliar o desempenho dos candidatos. O melhor instrumento é quando começam os programas eleitorais que o cidadão e a cidadã começam a conhecer as propostas dos candidatos. Nós só teremos a oportunidade de avaliar o nosso candidato quando ele começar a se apresentar, pois de um lado temos um governador e uma ex-governadora por 4 mandatos que são conhecidos. E vou colocar o exemplo recente do Eduardo Braide que foi para o segundo turno da eleição e só não é prefeito por um detalhe. Todos nós do PSDB estamos muitos tranquilos em relação à candidatura do senador Roberto Rocha e na medida que for colocando as suas propostas poderemos auferir melhor o seu potencial. Eu estou muito confiante de que nós teremos o segundo turno da eleição no Maranhão”, finalizou.

Nesta quarta-feira (29), o entrevistado será o candidato Saulo Arcangeli (PSTU). Veja a ordem das entrevistas:

. Quarta-feira (29/08) – Saulo Arcangeli (PSTU)
. Quinta-feira (30/08) – Iêgo Bruno (PCB)
. Sexta-feira (31/08) – José Reinaldo Tavares (PSDB)
. Segunda-feira (03/09) – Sarney Filho (PV)
. Terça-feira (04/09) – Weverton Rocha (PDT)
. Quarta-feira (05/09) – Preta Lú (PSTU)
. Quinta-feira (06/09) – Eliziane Gama (PPS)
. Segunda-feira (10/09) – Samuel Campelo (PSL)
. Terça-feira (11/09) – Edison Lobão (MDB)

Foto: Roberta Aline

2 comentários »

Alceu é atração na festa de 406 anos de São Luís

3comentários

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) anunciou nesta segunda-feira (27) em suas redes sociais as atrações do Show de 406 anos, em comemoração ao aniversário de São Luís. No dia 7 de setembro, na Praça Maria Aragão, se apresentarão Alceu Valença, Carlinhos Veloz, Mano Borges, Tutuca, Fernando de Carvalho, Trio 1, 2, 3 e César Teixeira.

“São Luís merece todas as homenagens, e a música é uma delas. Estão todos convidados para esse grande show para juntos cantarem o que a nossa cidade tem de mais belo. Fizemos uma programação toda especial para todos os públicos, que segue durante todo o mês de setembro, com shows, entregas de obras e outras atividades comemorativas”, disse o prefeito.

Entre as programações culturais que também ocorrerão em setembro está o Sarau Histórico, na Praça Benedito Leite, no dia 6, a partir das 19h, com o tema “Ilha Encantada”. No dia 12 tem o Roteiro Reggae e no dia 26 o Passeio Serenata, ambos saindo às 19h da Praça Benedito Leite e percorrendo as ruas do Centro Histórico.

A programação comemorativa pelos 406 anos da cidade teve início ainda neste mês de agosto, com ações como a inauguração de ponte na Rua do Comércio, na Vila Isabel; entrega de 540 unidades do Residencial Eco Tajaçuaba, na Santa Bárbara; entrega de bibliotecas móveis e girotecas para escolas da rede municipal; entre outras. Durante todo o mês de setembro estão previstas mais inaugurações em comemoração ao aniversário da cidade.

Foto: Divulgação

3 comentários »

Premiações encerram JEMs 2018 no infanto

0comentário

Após 17 dias de competições, etapa infantil e infanto, os Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) 2018 foram encerrados nesta segunda-feira (27) premiando e reconhecendo o trabalho de cada escola participante das categorias coletivas. Promovidos pela Secretaria de Esporte e Lazer (Sedel), os JEMs contaram com a participação de 112 municípios e 75 mil alunos envolvidos, em média, em sua 46ª edição.

Voleibol

As disputas realizadas no Ginásio Manoel Trajano consagraram a equipe do ADONAI COC de Açailândia como campeã do vôlei feminino. A equipe venceu a escola Santa Luzia de Imperatriz por 3 sets a 0.

A vice-campeã Santa Luzia foi seguida pelo Centro Educacional Montessoriano – Reino Infantil de São Luís que ficou em 3º lugar após vencer o Liceu Maranhense por 2 sets a 0.

Pelo vôlei masculino, o IFMA de Imperatriz superou o Colégio Batista de São Luís e ficou em 3º lugar, após placar de 2 sets a 0. Em partida com participação enérgica das torcidas, a escola Augusto Batista de Timon ficou em 1º lugar ao vencer o Divino Mestre de Açailândia pelo placar de 3 sets a 1.

Futsal

Na quadra do Ginásio Costa Rodrigues, o Magnólia de São Luís venceu o C. Millenium de São José de Ribamar por 4 a 1 e ficou em 3º lugar no masculino do futsal. A grande final foi disputada pelo Getúlio Vargas de Cantanhede que faturou o campeonato por 4 a 2 em cima do Instituto Bom Pastor.

O Instituto Bom Pastor ficou em 1º lugar no feminino ao derrotar o Olympus de Codó. O placar final apontou 1 a 0 para o Instituto Bom Pastor. O 3º lugar ficou com o Isaac Martins de Tuntum que venceu o João Teixeira de B.V. Gurupi por 5 a 3.

Basquetebol

No ginásio Costa Rodrigues, o título de campeã do basquete feminino foi para o Educallis que marcou 70 a 16 contra o Bernardo Serra de Chapadinha. O 3º lugar foi para o Nascimento Moraes de Imperatriz que venceu Barjonas Lobão, também de Imperatriz, por 32 a 31.

O 1º lugar no masculino foi para o colégio Upaon-Açu de São Luís por ter superado o Reino Infantil por 46 a 41. O Educallis de São Luís garantiu lugar no pódio com o 3º lugar ao marcar 59 a 43 contra o Renê Bayma de Codó.

Handebol

Com partidas realizadas no Ginásio Castelinho, o 1º lugar no masculino pelo handebol foi para o Barbosa de Godóis de São Luís por ter vencido o Batista de Codó por 36 a 12. O Liceu Maranhense venceu o Colégio Militar Tiradentes por 35 a 27 e ficou em tereiro.

O Barbosa de Godóis não conseguiu repetir o feito no feminino e perdeu para o Santo Expedito. O placar apontou 19 a 18 para o Santo Expedito que garantiu o 1º lugar.

Completando o pódio o CEBAMA de Imperatriz marcou 30 contra 14 do Ester Flora de Urbano Santos e garantiu a 3º colocação.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Candidatos registram movimentação financeira

0comentário

Os candidatos ao governo do Maranhão e também ao Senado já começaram a receber doações e repasses de partidos para a campanha eleitoral de 2018. A candidata da coligação “Maranhão quer mais”, Roseana Sarney (MDB), foi a que mais recebeu de seu partido, R$ 8 milhões. Flávio Dino (PCdoB), da coligação “Todos pelo Maranhão” recebeu R$ 4 milhões do diretório de sua legenda e Roberto Rocha (PSDB), da coligação “Coragem e união para fazer um Maranhão melhor” recebeu R$ 1 milhão do diretório tucano.

O limite de gastos para um candidato a governador é de pouco mais de R$ 9 milhões para o primeiro turno. No Maranhão, dos seis candidatos, somente três já receberam dinheiro das direções nacionais de suas legendas para a campanha.

Roseana Sarney recebeu do MDB 87,9% do valor do teto de gastos na campanha. Este, até o momento, é a única verba recebida pela emedebista que não registrou junto a Justiça Eleitoral qualquer doação de pessoa física.

Já Flávio Dino recebeu do PCdoB 43,95% do valor total a ser gasto na campanha para o governo estadual. Esta verba foi acrescida com a doação de R$ 84,8 mil feito por pessoas físicas.

O PSDB enviou para Roberto Rocha somente 10,9% do valor total de gastos para governador. Assim como Roseana, o tucano não recebeu qualquer dinheiro de doação.

Já os candidatos Odívio Neto (PSOL) da coligação “Vamos sem medo de mudar o Maranhão”, Ramon Zapata (PSTU) e Maura Jorge, da coligação “Renovação de verdade” não apresentam qualquer tipo de gasto ou receita para a campanha.

O Estado

sem comentário »