Mulheres aumentam na AL e Senado, mas na Câmara

0comentário

As eleições de 2018 proporcionaram situações diferentes com relação a Assembleia Legislativa, Câmara Federal e Senado.

O maior prejuízo foi na Câmara Federal. Se no Brasil, de uma maneira geral aumentou o número de mulheres, no Maranhão foi exatamente o contrário. O Maranhão possui atualmente duas mulheres como deputadas – Eliziane Gama e Luana Alves, mas não conseguiu eleger nenhuma nestas eleições, ou seja, a partir de 2019, o Maranhão não terá uma representante feminina na Câmara Federal.

Já na Assembleia Legislativa, o efeito foi exatamente o contrário, pois aumentou a bancada feminina no parlamento estadual maranhense. A atual bancada possui seis deputadas e apesar de apenas a deputada Ana do Gás ter sido reeleita, serão oito mulheres a partir de 2019.

Além da deputada reeleita, chegam ao parlamento: Andreia Rezende, Daniela Tema, Cleide Coutinho, Helena Duailibe, Thaiza Ortegal, Mical Dasmasceno e Detinha.

Entretanto, a maior vitória feminina foi no Senado Federal. A eleição de Elziane Gama devolve ao Senado do Maranhão a presença das mulheres, anteriormente só contabilizada através de Roseana Sarney.

Blog do Jorge Aragão

Sem comentário para "Mulheres aumentam na AL e Senado, mas na Câmara"


deixe seu comentário