‘Fazer oposição é muito difícil’, diz Andrea Murad

2comentários

A deputada estadual Andrea Murad (PRP) divulgou, nota de agradecimento aos maranhenses. Ela não conseguiu se reeleger para a Assembleia Legislativa.

Segundo Andrea, fazer oposição no Maranhão é um trabalho muito difícil. “A responsabilidade de levantar a voz em defesa da nossa gente, voz que muitas vezes soou quase solitária…fiz sem mudar de lado, sem temer as represálias e sem recuar”, disse.

A deputada faz um agradecimento especial à população de Coroatá que lhe deu uma votação expressiva.

Leia a nota na íntegra:

“O momento é de agradecer por tudo. Primeiramente a Deus, que sabe todas as coisas e sempre tem os melhores planos para nós. Compreender isso é difícil para muitos, mas quero que fiquem todos em paz e relembrem que fizemos um bom trabalho pelo Maranhão como oposição ao governo.

Fazer oposição é um trabalho muito difícil. A responsabilidade de levantar a voz em defesa da nossa gente, voz que muitas vezes soou quase solitária, foi algo que tomou esses 4 anos de mandato de forma muito vigilante, pesada e que chegou até comprometer minha saúde nestes últimos meses. Foram anos dedicados a cumprir, realmente, um papel para o qual a população me chamou em 2014 e o fiz sem mudar de lado, sem temer as represálias e sem recuar.  Mesmo com muitos nos abandonando, — pois acham ser mais confortável ficar debaixo das sombras do Poder —, me mantive firme até o fim. Isso é motivo de muito orgulho, porque sei do meu papel em cada momento da minha vida.

Quando chegaram estas eleições, sabíamos, desde o início, que seria algo ainda mais difícil do que os anos de luta na oposição. Por que acompanhar candidatos oposicionistas alvos de perseguições desenfreadas? Como ter prefeitos, ex-prefeitos e lideranças fortes ao seu lado sem qualquer possibilidade de ajuda-los como parlamentar ou quando se é contra pagar por um voto com valor estabelecido nesse mercado desonesto? Só pude oferecer minha voz para denunciar as injustiças e que muitas vezes fiz enquanto ficavam às escondidas com medo de perseguições. Também foi difícil competir com a força com que a grande maioria dos governistas angariaram seus votos. Sem dúvida, uma disputa desequilibrada, que, infelizmente, a justiça só assistiu sem tomar as providências.

A vitória não veio desta vez e não há nada de errado nisso. Na política, um dia se vence, em outro se perde. Todo o meu grupo, candidatos ao governo, ao senado, os que realmente permaneceram firmes na oposição do início ao fim do governo Flávio Dino, perdemos as eleições, sim, mas isso não significa que amanhã será da mesma forma. Cresci nesse ambiente e já passamos por essa experiência. E não será saqueando prefeitura, tirando do povo o pouco que tem, ou fruto de agiotagens e de abusos, que quero ser deputada, mas sim por reconhecimento do que sempre defendi como parlamentar.

Então, encerrarei meu trabalho defendendo os ideais que sempre acreditei. Obrigada, Maranhão, e um obrigada especial à minha querida Coroatá que me honrou com expressiva votação me fazendo a deputada estadual mais votada do município diante do abuso econômico dos candidatos de Flávio Dino.”

Foto: Nestor Bezerra

2 comentários para "‘Fazer oposição é muito difícil’, diz Andrea Murad"


  1. JUNIOR MOTENSE

    “Também foi difícil competir com a força com que a grande maioria dos governistas angariaram seus votos…”

    E da dificuldade dos outros que não tem um papai que nem o teu pra te dar um mandato de mão beijada?
    orgulho do povo do Maranhão!

  2. Miguel raposo

    Passei essa eleição toda esperando por esse momento “político “ e tava escrito que eles iam afundar juntos com os sarneizistas e com todos os blogueiros babões que engoliram não somente uma derrota mais a derrota de todos que agora vão juntos puxar a cachorrinha e engolir mais 4 anos guéla a baixo.
    Bjus a todos os perdedores

    COMENTÁRIO MODERADO

deixe seu comentário