Ribamar se transforma na ‘cidade das letras’

0comentário

Aberto nesta quinta-feira (18) a 1ª edição do Festival Ribamar Literário. Até esta sexta-feira (19), estudantes e professores de escolas públicas e particulares da cidade terão a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos em contato direto com escritores de renome nacional, intelectuais, e escritores, por meio de palestras, oficinas literárias, feira de livros, sessões de leitura, além de várias atividades literárias.

Momentos, classificados pelo prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando silva, anfitriã do evento, como de grande “significado e importância” na vida das crianças e dos adolescentes.

“O festival tem o sentido de aproximar nossas crianças e adolescentes de quem produz literatura e aqui temos grandes nomes no cenário nacional, e imortais, exatamente porque precisamos estimular aqueles que consomem, ou seja, nossas crianças e adolescentes, pois sem dúvida temos potenciais produtores ribamarenses, dessa mesma literatura”, refletiu o prefeito.

O festival, que chega em nova roupagem, foi lembrado pelo presidente da Academia Maranhense de Letras, Benedito Buzar, como sendo uma iniciativa pioneira,  criado pelo prefeito, e que hoje serve de inspiração para centenas de municípios que passaram a realizar festivais literários e partir daí incentivar os jovens para a cultura literária.

“Com a maior alegria, satisfação e honra atendemos ao convite do Luis Fernando, pois foi ele que lá em 2005, de forma visionária já pensava a literatura como mecanismo de estímulo ao conhecimento. De parabéns mais uma vez, esse gestor exemplar, pelo Festival e por essa nova roupagem que reúne tantos nomes que certamente irão contribuir para o fomento do conhecimento”, falou o presidente AML ressaltando ainda a participação de outros nove imortais.

Ainda na abertura, a professora de português libanesa, radicada no Brasil, Dad Squarisi foi convidada para comandar a palestra de abertura juntamente com espetáculo literário, seguido de lançamento do livro “Rio das Balsas e das Paixões” de Alessandra Machado. Para a professora, o momento é de grande expectativa e de alegria, uma vez que Ribamar se transforma na cidade das letras.

“Uma alegria e responsabilidade muito grande, primeiro em estar presente e claro, responsabilidade em abrir o evento tão lindo e importante não apenas para São José de Ribamar, mas para o Maranhão, afinal os olhares se voltam à cidade das letras”, brincou a professora que também participou de oficina literária com alunos do Ensino Médio no Cursinho Pré-Vestibular.

Já a escritora Alessandra Machado, que lançou o livro “Rio das Balsas e das Paixões”, também falou da iniciativa do prefeito Luis Fernando que classificou como ímpar. “São José de Ribamar não tem apenas um prefeito e sim, o melhor prefeito do Brasil, e isso ocorre exatamente pelo trabalho sério e comprometido que vem exercendo a frente da prefeitura”, classificou.

Também convidada para o Festival, a jornalista e escritora, Maria Clara Arreguy, disse que o Festival é uma contribuição para a população, sobretudo as crianças e jovens, no estímulo contínuo para a literatura. A escritora também participou da feira de livros montada na Praça da Matriz.

Programação

Além de contação de histórias, encontros com escritores, corrida literária, teatro, dança e cinema, a primeiro dia do Festival Ribamar Literário, foi marcado pela Ribamaratona de Soletração. A atividade que envolve alunos do ensino fundamental, visa estimular as crianças para a prática permanente da leitura.

No total, 18 escolas ribamarenses com alunos na faixa etária de 9 anos, participam da iniciativa. Durante o dia, as crianças selecionadas de cada escola passam por uma bateria de dez perguntas que significam etapas no processo. Os finalistas serão premiados com celular, tablet e jogos educativos.

A programação literária que segue até está sexta-feira (19), inclui também palestras, e lançamento de livros, será desenvolvida de forma simultânea no Colégio Patronato, Salão do Turismo, nas Escolas Liceu Ribamarense I, (Vila Roseana Sarney), Liceu II, (Parque Jair), Escola Municipal Diomedes Pereira (bairro J. Câmara), Escola Municipal Parque Vitória, CEM Vieira, CAIC e IFMA. Na praça da Matriz serão promovidas feiras de livros e recitais de poesia durante os dias do evento.

Foto: Wanderson Silva

Sem comentário para "Ribamar se transforma na ‘cidade das letras’"


deixe seu comentário